Arquivos:

Doação » Notícias

Hemonorte apela por mais doação de sangue no RN

Pode doar sangue qualquer pessoa que tenha entre 16 e 69 anos e mais de 50 quilos (Foto: Alberto Leandro/Arquivo/Portal No Ar)

O Hemocentro do Rio Grande do Norte precisa de sangue de todos os tipos. Os estoques estão em níveis críticos e o fornecimento de sangue e hemocomponentes para a rede hospitalar está comprometido.

No momento, o Hemonorte tem em estoque pouco mais de 300 unidades, número bem abaixo do necessário para suprir a demanda diária. “Para que possamos atender a rede hospitalar precisamos ter em estoque 600 bolsas de sangue pronta para uso. Hoje estamos bem aquém desta realidade. Para se ter uma ideia, sangue do tipo AB- (negativo) está zerado,” ressaltou a diretora geral do Hemocentro, Linete Rocha.

O sangue não tem substituto e por isso a doação voluntária é fundamental. Pode doar sangue qualquer pessoa que tenha entre 16 e 69 anos e mais de 50 quilos, além de não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tomado a vacina contra a gripe nas últimas 48 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade. Os jovens com 16 e 17 anos podem fazer sua doação acompanhados de um responsável legal. Os intervalos para doação são de 60 dias para homens e de 90 dias para mulheres, com o máximo de quatro doações ao ano para o homem e três doações para a mulher.

O Hemocentro do RN é responsável por cobrir 100% dos hospitais públicos e mais os leitos dos planos de saúde cadastrados. Para doar a pessoa deve procurar as unidades de coleta de sangue que estão localizadas em Natal, Pau dos Ferros, Mossoró, Caicó, e Currais Novos.

Portal No Ar
Currais Novos » Doação » Saúde

Esperança e Fé permeiam Campanha de Doação de Medula para a menina Sara

Sara Sâmela continua esperando por transplante de medula. Faça parte dessa corrente você também, e ajude!

Sara Sâmela continua esperando por transplante de medula. Faça parte dessa corrente você também, e ajude!

“Eu preciso de medula e meus amiguinhos também!”, é com este slogan que a pequena Sara Sâmela, 09 anos, continua lutando pela vida à espera de uma medula compatível para realizar seu transplante e assim, vencer a luta contra a leucemia.

Há exatamente nove meses realizando o tratamento, Sara conta com a ajuda e dedicação integral dos pais, Luiz Valmir e Denilza Dantas, que diariamente enfrentam dificuldades, principalmente financeiras, para que nada lhe falte durante seu processo clínico. A leucemia é uma doença maligna que se desenvolve na medula óssea e afeta glóbulos brancos (leucócitos) no sangue, provocando sua produção excessiva de células anormais, prejudicando ou impedindo a produção dos glóbulos vermelhos (causando anemia), dos glóbulos brancos (causando infecções) e das plaquetas (causando hemorragias).

Depois de instalada, a doença progride rapidamente, exigindo com isso que o tratamento seja iniciado logo após o diagnóstico e a classificação da doença. Em muitos casos, apenas o transplante é a forma de tratamento mais adequada para alcançar a cura, no entanto, a probabilidade de encontrar um doador compatível com o paciente é de 01 em 100.000. De acordo com o pai de Sara, Luiz Valmir, “a luta é contra o tempo para encontrar um doador compatível e realizar o transplante, pois devido às intercorrências que já aconteceram, pela baixa imunidade de Sara, temo que ela não suporte até a chegada do dia do transplante”, desabafou ele.

O caso da menina ganhou uma repercussão muito positiva na busca por um doador compatível, tanto é que os Hemocentros em Currais Novos e Caicó conseguiram cadastrar no banco de dados nacional cerca de 500 doadores voluntários, durante as campanhas que realizaram. Entretanto, é preciso uma mobilização ainda maior.

Paralela à campanha de doação de medula óssea, a venda do CD beneficente em prol de Sara continua, com um valor simbólico de R$10,00, e quem puder ajudar com alguma contribuição financeira a conta para depósito bancário é AG. 0361-1, CONTA 15.843-7 – Banco do Brasil, ou pode entrar em contato com Valmir pelo telefone (84) 9811-3029.

Valmir agradece de coração o empenho de todos os voluntários para a recuperação da sua filha e diz que tudo isso só está sendo possível graças a Deus e à generosidade das pessoas, que direta ou indiretamente se dedicam para ajudar ao próximo.

Do Jornal Expresso RN - Lílian de Souza

Últimos Eventos

06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!