Arquivos:

Destaque

Acordo entre J&F e MPF destina R$ 26 mi para a Fiocruz na compra de testes da Covid-19

Foto: Divulgação

Um acordo entre a J&F Investimentos e o Ministério Púbico Federal vai render mais de R$ 26 milhões a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para a compra “de testes sorológicos para combate ao Covid-19”, nesta quinta-feira (2). O processo envolvia a empresa de Joesley Batista, que é acusado de lavagem de dinheiro, ocultação de bens, onde também a Fundação Petrobras de Seguridade Social e a Caixa Econômica Federal teria sido afetadas.

A Fiocruz tem o compromisso de “dar amplo conhecimento ao público — por meio de cartaz ou placa afixada na instituição ou em suas redes sociais de que o projeto selecionado conta com recursos da Justiça Federal”, em um prazo de 180 dias a contar do repasse.

No acordo ainda consta que está proibido o “uso dos recursos para fins político-partidários e para promoção pessoal de magistrados ou integrantes das entidades beneficiadas e, no caso destas, para pagamento de quaisquer espécies de remuneração aos seus membros”.

Ficou vedado também o “uso dos recursos para despesas de custeio, como aluguéis, salários, telefonia e tributos”. E “a mudança da destinação deve ser solicitada previamente a este Juízo, sendo comunicada às partes para manifestação”, finaliza o Juiz Federal da 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, Vallisney de Souza Oliveira.

Destaque

Aplicativo mostra a caminhoneiros onde comer e abastecer

Foto: Divulgação

O Ministério da Infraestrutura, com apoio do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), lançou duas novas funcionalidades no aplicativo InfraBr para apoio aos caminhoneiros. Agora, o profissional do transporte pode obter informações sobre o funcionamento de serviços essenciais para continuar nas estradas, como restaurantes, postos de combustíveis, borracharias, oficinas e lojas de autopeças.

Além disso, também é possível identificar onde estão os postos de atendimento do Sest/Senat que estão distribuindo kits de higiene e de alimentação desde sexta-feira (27). Essas funções estão disponíveis na nova aba “Coronavírus”.

Além dessas novas funcionalidades, o Ministério já tinha disponibilizado no aplicativo um questionário para obter dados das condições de saúde do profissional do transporte rodoviário de cargas, bem como da situação das cargas transportadas pela categoria. O questionário é uma das ações da campanha do governo federal de combate e prevenção do novo Coronavírus (Covid-19) e apoiará o Ministério da Infraestrutura nas ações emergenciais de suporte aos caminhoneiros e de políticas públicas que reduzam os impactos causados pela pandemia no setor de transporte.

O profissional poderá responder perguntas simples, como dados pessoais, se já foi diagnosticado com coronavírus, se faz parte do grupo de risco, entre outras informações necessárias para o ministério direcionar as campanhas de atendimento. “Dentre as diversas ações que o Ministério da Infraestrutura tem tomado para amenizar os impactos causados pelo coronavírus, uma delas foi ampliar a utilização do aplicativo InfraBr.

Esse aplicativo nasceu em 2019, com a ideia da tabela de frete, mas agora estamos usando como um canal de comunicação com o caminhoneiro”, ressaltou o secretário Nacional de Transportes Terrestres, Marcello da Costa.

InfraBR – o aplicativo desenvolvido e mantido pelo Serpro para o Ministério da Infraestrutura em outubro de 2019, disponibiliza calculadora de frete, linhas de crédito para os caminhoneiros e assistência à saúde e qualificação profissional para os trabalhadores do transporte de forma geral.

Além disso, também são oferecidos diversos serviços do SEST SENAT, como a localização de suas 155 unidades para atender aos trabalhadores do transporte; serviços de saúde e de qualidade de vida oferecidos a esses profissionais; informações sobre cursos presenciais e acesso a cursos a distância para capacitação. No aplicativo, também é possível ter acesso à carteirinha digital do SEST/SENAT e aos certificados dos cursos realizados.

Disponível nas lojas App Store e Google Play, o aplicativo InfraBR pode ser baixado gratuitamente no celular.

Ao todo, 15 mil caminhoneiros já possuem o aplicativo em seus dispositivos móveis.

Quem já tem o app no celular, basta fazer a atualização. O InfraBR também está disponível no website https://infrabr.infraestrutura.gov.br

Destaque

Bombeiros resgatam tartaruga de 1 metro na praia de Santa Rita

Foto: Divulgação

Uma tartaruga de 1 metro com dificuldade de locomoção foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) nesta quarta-feira (1º). A ocorrência foi na praia de Santa Rita, no litoral Norte potiguar.

Dois guarda-vidas do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS) foram acionados e resgataram a tartaruga.

Após o salvamento, o animal foi encaminhado para o Projeto Cetáceos, para receber o tratamento adequado.

Destaque

Prior é eliminado do ‘BBB 20’ com 56,73% em paredão com mais de 1,5 bilhão de votos

Foto: Reprodução

O arquiteto Felipe Prior foi o décimo eliminado do “Big Brother Brasil 20” com 56,73% dos votos. O paulista não resistiu a berlinda marcada pelo recorde de mais de 1,5 bilhão de votos (relembre aqui) e que se configurou por fortes torcidas nas redes sociais.

Na disputa que envolveu rivalidades do mundo exterior, Manu Gavassi foi a segunda mais votada da rodada com 42,51% dos votos. Já Mari, que integrou o paredão triplo fora da polarização, foi a menos votada com apenas 0,76% dos votos.

Prior chegou ao seu terceiro paredão através da indicação da líder Gizelly. Como previamente informado pelo apresentador Tiago Leifert, o escolhido do líder ganharia o direito de indicar alguém para o paredão. Pensando em uma estratégia, Felipe indicou Manu. Azarada da vez, Mari acabou indo para berlinda após ter integrado a dupla com menor desempenho na prova do líder.

Vale destacar que a definição do paredão ficou entre cinco participantes. Além dos três que vieram a ser emparedados, estiveram na “corda bamba” Gabi Martins, que foi dupla de Mari na prova do líder e Flayslane, votada pela casa e posteriormente escolhida por Gizelly diante de um empate. As duas sisters escaparam da decisão do público após a “Prova Bate e Volta”.

Destaque

Mensagem no WhatsApp divulga falso formulário para auxílio durante pandemia

Formulários falsos – Foto: Divulgação

É falso o formulário divulgado em uma mensagem de WhatsApp para suposto recebimento do auxílio emergencial a pessoas de baixa renda durante a pandemia de covid-19 –doença causada pelo novo coronavírus.

Os sites com o formulário estão registrados fora do Brasil, em servidores que comportam outros endereços de internet em português e sem informações sobre seus proprietários.

Destaque

Cerca de 7 mil brasileiros ainda estão retidos em 80 países, afirma Itamaraty

Foto: Divulgação

O Ministério das Relações Exteriores diz que 6.991 brasileiros que fizeram contato com o órgão continuam presos fora do Brasil à espera da repatriação. O dado é o mais recente e foi revelado pelo órgão ao G1 nesta segunda-feira (30). Segundo o ministério, outros 8.600 brasileiros foram repatriados desde o início da crise.

Ainda de acordo com a pasta, o governo brasileiro fretou nesta segunda-feira um voo para o retorno de 159 cidadãos que estavam em Quito, no Equador. A operação também teve auxílio da Embaixada do Brasil no Equador, que ajudou no deslocamento dos brasileiros até a capital.

Com o agravamento da pandemia do novo coronavírus, empresas aéreas e aeroportos deixaram de operar ou reduziram a oferta de voos. Em alguns países, o governo determinou a suspensão dos voos internacionais.

Destaque

RN: Professor vítima do coronavírus é enterrado sem velório e com caixão lacrado

Professor universitário Luiz Di Souza, vítima do novo coronavírus, foi enterrado em caixão lacrado – Foto: Reprodução

O corpo do professor universitário Luiz Di Souza, vítima do novo coronavírus, foi enterrado em caixão lacrado, sem velório e com a presença de cinco familiares na noite deste domingo (29). Luiz morreu na noite de sábado após passar uma semana internado. Essa foi a primeira morte por Covid-19 no Rio Grande do Norte. Luiz tinha 61 anos e era diabético.

O sepultamento aconteceu no cemitério São Sebastião, em Mossoró. A esposa de Luiz, Margareth Souza, conta que a orientação foi para que os familiares ficassem a pelo menos três metros do caixão. “Não podíamos nem chegar muito perto”, disse. Somente ela, os três filhos e um genro puderam ir ao sepultamento. “Não permitem mais pessoas por causa do vírus”, disse Margareth.

De acordo com o último boletim da Sesap, divulgado neste domingo (29), o RN tem 68 casos confirmados no novo coronavírus.

“No domingo ele foi para o quarto. Ele estava se recuperando, cada dia era uma melhora maior. Aí no sábado a noite ele foi colocar um shorts e isso deu um cansaço muito grande, uma falta de ar. Os médicos levaram ele pra UTI, e lá ele teve uma parada cardiorrespiratória e não voltou”, conta Margareth.

A família só foi informada do resultado positivo do teste de coronavírus após o óbito. “O resultado saiu no dia 27, mas a gente só foi comunicado depois da morte dele”, explica a esposa.

Luiz Di Souza era lotado no Departamento de Química da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). As aulas na instituição estão suspensas desde o dia 15 de março, justamente para conter o avanço da doença no estado. A Universidade emitiu nota onde lamenta a morte do professor.

Amigos lamentam a perda de Márcio Cleivo Souza, professor de química do IFRN Apodi e ex-aluno de Luiz di Souza

“Foi um choque, fiquei sem chão quando recebi a notícia. Dr. Luiz não era só um professor de química, ele era um pai para muita gente. Ele era o tipo de pessoa que tirava do próprio bolso para ajudar pessoas carentes a viajarem a congressos e em outras situações. Sou muito grato a tudo que ele me ensinou, era um cara com um coração gigante. Isso serve de alerta, vamos ficar em casa porque esse vírus é devastador, não é brincadeira”.

Anne Gabriella Dias Santos, professora da UERN e ex-aluna de Luiz, que conheceu em 2004

“Ele é meu pai científico. Foi ele quem fez toda minha iniciação na ciência, que fez com que eu me apaixonasse por pesquisa, trabalhar com isso, me tornar uma professora universitária. Dividi a sala com ele e desenvolvemos vários projetos de pesquisa. Luiz é minha referência. Ele foi meu co-orientador de mestrado, doutorado, meu parceiro fiel, uma pessoa que fez com que eu aprendesse a pesquisar com ética, a valorizar, a me apaixonar por ciência, a querer sempre dar meu melhor para que os alunos pudessem também aprender e se comprometer. Ele é um exemplo de profissional, de ser humano. Um amigo de todas as horas.

Ele tinha um lado humano inigualável, ajudava demais os alunos. Levou várias vezes alunos carentes para almoçar na própria casa. Ajudava financeiramente os alunos falando que era projeto quando via que os alunos estavam passando necessidade. Além de um profissional maravilhoso e de uma competência inquestionável, também era um ser humano maravilhoso. Tudo isso que ele foi na minha vida, ele foi na vida de muitos alunos”.

Vasco Lima, professor de química e ex-aluno de Luiz

“Virei aluno de iniciação científica no laboratório dele. Foi a partir desse momento que particularmente ele me adotou como filho e eu o tinha como pai. Luiz me pegou aluno de graduação e me transformou em mestre. O caminho que estou trilhando agora é pra me tornar doutor e esperava muito que ele estivesse lá no dia da minha defesa de tese e que ele me ajudasse a alcançar esse sonho. Infelizmente a Covid-19 me tirou isso.

Ele abriu as portas da casa dele pra todos os alunos. Ele era muito além de um professor pra gente. Era amigo, mestre, pai. Ele era incrível, dono de um coração enorme. Ele era um norte pra muita gente. Ele transformou a vida de muitos alunos. Era um exemplo de ser humano. Uma verdadeira inspiração pra mim. Nossa bússola se foi e o pior disso foi a gente não poder se despedir”.

Luana Paula da Cunha Silva, aluna e participante de um projeto de extensão de Luiz

“Não se pode falar de Luiz sem falar de sua família ser nossa família. Ou sem ter tido um dia de agonia e ele nos encher de alegria. Nem sem falar das histórias, das inúmeras aventuras, das viagens, das idas e das vindas, das ajudas e das lições. Do sorriso tímido ou da gargalhada frouxa. Da seriedade e da palavra solta. Não se pode falar em Luiz sem ter tido a sorte de conviver nem que seja um dia e ter presenciado sua enorme alegria de viver, vontade de aprender e dedicação em ensinar.

Não se pode falar de Luiz sem falar da sorte de ter vivido no mesmo tempo que ele, ter aprendido que humildade caminha ao lado da grandiosidade e que ser vai muito além de parecer ou de ter. A luz de Luiz nos guia. Ele era um ser único”

Por G1-RN

Destaque

Daniel Azulay morre aos 72 anos; artista tratava câncer e contraiu covid-19

Daniel Azulay morreu nesta sexta-feira (27), aos 72 anos  – Foto: Reprodução

Famoso principalmente na década de 1980, o desenhista e artista plástico Daniel Azulay morreu nesta sexta-feira (27), aos 72 anos. O educador e artista plástico tratava de um câncer e contraiu a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

“Com extremo pesar comunicamos que nosso querido Daniel Azulay faleceu hoje a tarde no Rio de Janeiro. Ele estava tratando uma leucemia e contraiu coronavírus. Sua alegria continuará em todos nossos corações para sempre. Faremos rezas virtuais para ele nos próximos dias em virtude do isolamento. Daniel, Te amamos”, escreveu a sua página oficial no Facebook.

Entre as crianças, a criação de Daniel Azulay que fez mais sucesso foi A Turma do Lambe Lambe. Criada em 1975, o programa ficou no ar durante 10 anos, primeiro na antiga TV Educativa (TVE) e depois na Rede Bandeirantes, sempre apresentada por Daniel Azulay, que mostrou o mundo do desenho e da arte para milhares de crianças em todo o Brasil.

A volta à televisão ocorreu em 1996 com o programa Oficina de Desenho Daniel Azulay na TV Bandeirantes, que tinha vários quadros com a Turma do Lambe Lambe e introduziu também o personagem Azulinho, uma versão da Emília, de Monteito Lobato, de Daniel Azulay.

Entre 2003 e 2004 foi ao ar no Canal Futura o programa Azuela do Azulay, que contou com algumas aparições dos personagens. Entre 2006 e 2007 foi lançada uma série de minicurtas em animação para a TV Rá-Tim-Bum.

Destaque

Causa da morte de Assistente Social da PB não foi covid-19

Exame de coronavírus da assistente social Quezia Leite Batista deu negativo – Foto: Divulgação

O resultado do exame de coronavírus da assistente social Quezia Leite Batista deu negativo, de acordo com informações obtidas com exclusividade pelo ClickPB. Ela faleceu nesta terça-feira (24) após apresentar sintomas semelhantes ao do coronavírus.

O motivo do falecimento de Quezia ainda não foi informado oficialmente.

Quézia trabalhava na Maternidade Frei Damião, em João Pessoa (PB). Após começar a sentir os sintomas mais fortes, Quezia foi internada em um hospital particular de João Pessoa. Ela chegou a ser transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade de saúde. Nesta terça-feira, ela acabou falecendo.

Segundo informações da diretoria da Maternidade Frei Damião, Quezia estava afastada do trabalho desde o dia 13 de março, por recomendação médica.

Após o falecimento de Quezia, a Secretaria de Saúde da Paraíba determinou a desinfecção da Maternidade Frei Damião na parte interna do prédio e nas áreas de cuidado e de apoio da unidade.

Destaque

Potiguares retidos no Peru devido ao novo coronavírus pedem ajuda para voltar pra casa

Potiguares retidos no Peru devido ao novo coronavírus – Foto: Divulgação

Pelo menos cinco potiguares ainda estão presos no Peru sem conseguir voltar pra casa após o fechamento das fronteiras do país. Um grupo conseguiu voltar para o Rio Grande do Norte no último sábado (21), mas cinco não conseguiram embarcar. “Estamos desesperados. Queremos voltar pra casa”, diz a natalense Maria Viviani Nobre, de 53 anos.

Maria Viviani e outros 11 familiares embarcaram para o Peru no dia 10 de março. A volta estava marcada para o dia 19, mas o Peru decretou o fechamento das fronteiras no dia 16. “Quando o Peru fechou as fronteiras a gente não teve mais tempo de ir embora pro Brasil. Cancelaram todos os voos”, conta Viviani.

Segundo ela, pelo menos 180 brasileiros estão presos no Peru. “Tem gente em situação muito complicada, sem dinheiro pra pagar hospedagem, pra comer. O governo precisa fazer alguma coisa pra nos ajudar. Precisamos sair daqui. A situação desse vírus está descontrolada e nós precisamos nos resguardar em casa”, diz.

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!