Arquivos:

Despesas

Nove deputados votam pelo fim, mas maioria na AL mantém residência oficial de governador

11155040_2443131462492772_5839492404211443538_o-1024x732

Nove deputados votaram hoje, na Assembleia Legislativa, pelo fim do uso de recursos públicos para custear mansões de governadores no Rio Grande do Norte.

A votação apreciou o projeto do deputado Kelps Lima, que defende, desde o seu primeiro mandato, a modernização e a impessoalidade na gestão pública.

Apesar dos nove votos (mais do que o dobro da votação anterior), o projeto foi derrotado por 13 a 9, prevalecendo o entendimento da maioria dos deputados de que o dinheiro público deve continuar pagando as despesas da residência dos governadores e suas famílias.

Esta foi a segunda vez que o deputado Kelps tentou aprovar o fim da residência oficial na Constituição do Rio Grande do Norte. Na votação anterior, em 2014, apenas quatro deputados foram a favor da sugestão de Kelps.

“Lamento pela rejeição do projeto, mas, fico feliz porque a tese da eficiência e da impessoalidade na gestão pública ganha força no Parlamento. Na vez anterior o projeto teve apenas quatro votos. E agora, nove.”, comemora Kelps.

Como o entendimento da maioria desta legislatura é pela manutenção da residência oficial, Kelps não vai apresentar o projeto novamente, pois, naturalmente, ele seria derrubado de novo. Mas o deputado tem esperança que o próprio governador, Robinson Faria, “que deu um excelente exemplo e já abdicou desse privilégio voluntariamente ao assumir seu mandato”, mande a proposta para a Assembleia, com força de decisão de Governo, e ele seja aprovado.

Despesas » Receita Federal

FPM em baixa: Queda no repasse deve seguir até outubro

Como já alertado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), o segundo repasse do mês de junho do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é 17,4% menor – em valores brutos e nominais – que o mesmo período de 2013. O valor de R$ 1.050.913.318,74, com a retenção do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, será creditado nesta sexta (20).

O montante chega a R$ 1.313.641.648,43 se somada à retenção do Fundo. Com a soma deste segundo decêndio de junho de 2014, o total alcança R$ 4,379 bilhões, enquanto que no mesmo período do ano anterior o acumulado ficou em R$ 4,493 bilhões. Em termos reais esse primeiro repasse apresentou uma queda de 2,5% em relação ao ano passado.

Mas o pior ainda está por vir, acredita-se que o período de FPM em baixa deve seguir até o mês de outubro, e por isso as prefeituras precisam fazer o controle das despesas a fim de enfrentar os próximos meses. De acordo com a Receita Federal do Brasil, a previsão do FPM para junho é de uma queda de 24,9% em relação a maio, ressaltando que este valor é apenas uma estimativa, e esta sujeito a alterações.

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!