Arquivos:

Coronavírus » Estudo » Óculos » Reduzir

Óculos podem reduzir risco de contaminação pelo novo coronavírus, diz estudo

Máscara x óculos: é possível conciliar os dois sem enlouquecer na pandemia?

Um estudo apontou que o risco de infecção por Covid-19 em pessoas que usam óculos regularmente pode ser de duas a três vezes menor. A taxa de contaminação cai dos usuais 1,35 para a população no geral para 0,48 entre os usuários de óculos, diz a pesquisa.

Liderado pelo cientista indiano Amit Kumar Saxena, o estudo, ainda em fase preliminar, abrangeu mais de 300 pessoas na região norte da Índia entre aqueles que haviam contraído o novo coronavírus ou que não foram contaminados. 

Entre os participantes da pesquisa realizada por Saxena, 58 disseram usar óculos de grau na maior parte do tempo ou óculos de sol sempre que estão ao ar livre. Segundo o pesquisador, a mudança nas taxas de transmissão desse grupo em relação ao total da população se mostrou “estatisticamente significante”.

Anteriormente, outro estudo havia sido realizado na China para medir a relação entre usuários de óculos e a baixa taxa de transmissão. A pesquisa apontou que apenas 16 pacientes de um total de 276 internados com Covid-19 no hospital Suizhou Zengdu, na província de Hubei, tinham miopia e usavam óculos com frequência. 

Brasil » Coronavírus » Vacina

No ritmo atual, Brasil pode levar mais de 4 anos para vacinar 162 milhões de pessoas

Iniciada em todos os estados brasileiros, a campanha de vacinação contra a Covid-19 está abaixo do esperado. A avaliação é do microbiologista da Universidade de São Paulo (USP), Luiz Gustavo de Almeida, membro do Instituto Questão de Ciência. Em entrevista à CNN, ele avalia que, no ritmo atual, a imunização do número necessário de brasileiros para frear a pandemia pode levar até cinco anos.

“Nos 10 primeiros dias, vacinamos 2 milhões de pessoas. Parece bastante, mas temos que levar em consideração que nosso país é continental, precisaríamos vacinar pelo 162 milhões. Se continuarmos nesse ritmo que sabemos que está no uso emergencial….se continuar assim, vamos demorar pelo menos quatro anos e meio [para vacinar toda a população]”, afirmou Almeida.

O microbiologista ressaltou que o número é apenas uma projeção e não significa que será confirmada. “Temos capacidade de fazer muito mais do que isso, mas estamos muito aquém do que inclusive já fizemos no ano passado, com outras vacinas”, disse, exemplificando a campanha de imunização contra a gripe em 2020.

“Ano passado, que já estávamos em pandemia, [vacinamos contra a gripe] fazendo drive-thru e com preocupação com distanciamento. Em 100 dias, vacinamos 54 milhões de pessoas, ou seja, vacinamos, em média, 540 mil pessoas por dia”, apontou Almeida para dizer que o Sistema Único de Saúde (SUS), recebendo mais doses dos imunizantes contra a Covid-19, teria total capacidade de ampliar e acelerar a vacinação no país.

CNN Brasil
Coronavírus » Vacina

Lote com 46,8 mil doses da CoronaVac chega ao RN para vacinação de idosos

O novo lote da vacina CoronaVac, fabricada pelo Instituto Butantan, chegou ao Rio Grande do Norte neste domingo (7). O avião que transportava os imunizantes pousou no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, por volta do meio-dia.

Ao todo, 46.800 doses da vacina contra covid-19 compõem a quarta remessa que chega ao território potiguar. Segundo a governadora Fátima Bezerra, as doses serão destinadas à vacinação da população idosa.

O desembarque das doses foi acompanhado pela gestora estadual, que comemorou o novo lote enviado pelo Ministério da Saúde. “Esse lote é muito especial: finalmente poderemos iniciar a vacinação dos nossos idosos em todo o estado”, escreveu a gestora estadual nas redes sociais.

De acordo com a plataforma ‘RN Mais Vacina’, um total de 3.357.456 potiguares precisam ser vacinados contra a covid-19. Desse total, apenas 63.502 pessoas foram imunizadas até o momento. Há 597.425 pessoas cadastradas na plataforma, das quais 144.377 são idosos entre 60 a 80 anos ou mais. Até então, os três primeiros lotes que chegaram ao RN priorizaram os profissionais de saúde da linha de frente e os idosos institucionalizados.

Segundo o Governo do Estado, os imunizantes recebidos pela equipe da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) vão atender os idosos do RN, começando pelos acamados e os que estão acima dos 90 anos. Na sequência serão imunizados os idosos com mais de 85 anos, a partir da organização de cada município. A escolha desses grupos prioritários para vacinação se deu conforme a disponibilidade das doses da vacina por parte do Ministério da Saúde.

As doses que serão encaminhadas aos municípios seguem a divisão dos lotes anteriores, com base na estimativa populacional. A entrega das vacinas aos municípios também seguirá os planos anteriores, com o transporte dos imunizantes até as Unidades Regionais de Saúde Pública, com o apoio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.

Blog do Ismael Medeiros
Coronavírus » Covid-19 » Morte

Mãe esconde teste positivo de covid com medo de contar a familiares e dias depois falece junto com o marido e os três filhos

A covid-19 vem afetando muitos lares de forma trágica, no entanto, para a família de Verónica García, 36, a doença foi ainda mais agressiva. Casada com José Antonio Gómez, 33, a mãe de três filhos escondeu seu teste de covid positivo e acabou contaminando seu marido e filhos, que morreram dias depois.

Segundo o jornal venezuelano Lá Nacion, Verónica começou a se sentir mal a partir da segunda semana de dezembro. Ela teve febre alta e tosses contínuas. Em 17 de dezembro, ela foi para um Centro de Diagnóstico, em Tárib, Venezuela, onde fez um teste rápido para covid-19 e deu positivo. Ela estava com medo, então ficou em silêncio e não contou à família, decidiu apenas se isolar em casa.

No dia 20 de dezembro, a mãe decidiu fazer um teste de PCR em um laboratório particular e mais uma vez recebeu o resultado positivo. Foi então que ela decidiu fazer o acompanhamento com o médico particular.

Em 27 de dezembro, seu marido foi a uma festa familiar e ela começou a ficar preocupada. “Ele estava bebendo quando recebeu a ligação da esposa, em que dizia para voltar para a casa e não dividir nada com ninguém, porque ela estava com covid”, relata Mariela García, irmã de José.

Após a notícia, o marido, as crianças, Jhoneider e Jhoneiker, de 4 anos, e a adolescente, Nicol, 17, foram fazer o teste da covid. O resultado do teste deles deu negativo. Mesmo assim, todos se isolaram em sua residência, em Palmira, município de Guásimos, Venezuela, pensando que estavam com uma gripe forte.

De acordo com a médica Amélia Fresse, autoridade sanitária do estado de Táchira, onde a família mora, é preciso ficar atento aos sintomas. “Pode ser uma gripe simples, mas vá ao posto de saúde mais próximo. Quando você fica em casa, a doença avança muito e isso está acontecendo e nós estamos observando as pessoas saindo de ambulância, muitos morrem porque já têm um comprometimento pulmonar muito grande e obviamente não dá para fazer mais nada”, explica a especialista.

Na primeira semana de janeiro, o quadro de Verónica piorou e ela teve que ir ao hospital e lá descobriu que estava com pneumonia e teria que fazer tratamento médico. Todos os cinco integrantes foram submetidos novamente ao teste de PCR, que dessa vez deu positivo. No dia 14 de janeiro, a mãe foi internada e poucos dias depois precisou ser intubada.

“Ele ficou muito preocupado quando soube de seu estado”, relata a irmã de José, Mariela. “Falei muito com ele. Eu disse a ele para ter muita fé em Deus, que ele era um jovem. Que se cuidava e também era assintomático, sem complicações. Lembro que ele me disse que tinha tosse, de noite e de manhã, as crianças também, mas eles insistiam que era por causa do frio da madrugada e parte da manhã”.

Com tempo, a saúde de José também ficou debilitada e ele teve que ser hospitalizado. “Na radiografia de tórax que fizeram ao meu irmão, os pulmões saíram todos pretos. O médico se assustou, perguntou se ele era fumante, ele disse que não. O médico sabia que ele estava doente e não havia recebido o tratamento adequado ”, disse Mariela.

Enquanto os pais estavam no hospital, as crianças ficaram na casa de uma amiga da família. Mas a jovem Nicol começou a apresentar os sintomas da covid, como tosse e dificuldade para respirar.

Tragédia

No dia 18 de janeiro, Verónica morreu, enquanto seu marido estava hospitalizado. No dia seguinte, José também acabou não resistindo e faleceu também. No momento em que a família ainda estava em luto, o quadro de Nicol se complicou e no caminho para o posto de saúde, ela acabou falecendo.

Logo depois, Jhoneider e Jhoneiker também começaram a apresentar os sintomas e foram internados no Hospital Central de San Cristóbal. “O laudo médico indicou que ambos tinham broncopneumonia”, explica Mariela. Nesse mesmo dia, os dois irmãos morreram. “É importante que todas as pessoas estejam vigilantes. Os membros das famílias têm que tomar cuidado para não dar beijos e abraços dentro de casa. Sem beijos, sem nada. Ao apresentar sintomas, procure atendimento médico urgente e faça acompanhamento médico. Não deixe os dias passarem”, diz.

Blog do BG
Coronavírus » Idosos » Vacina

Idosos a partir de 60 anos que são acamados poderão ser vacinados em casa

Idosos acima de 60 anos ou mais que necessitam de um cuidador vão poder se cadastrar em site – Foto / Jose Aldenir

Já está disponível o sistema de cadastramento para a vacinação de pessoas idosas acamadas. O cadastro é direcionado a pessoas que permanecem acamadas por períodos curtos ou longos, por vários motivos (doenças crônicas, idade avançada, deficiência, dentre outros), que necessitam da ajuda de um cuidador nas atividades de vida diária e possuem 60 anos ou mais. A ação pode ser acessada neste link.

A iniciativa vem de uma ação conjunta entre a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) e do Instituto Envelhecer (IEN/UFRN), e a Secretaria Municipal de Saúde de Natal.

Semelhante ao cadastro dos condomínios, esta nova modalidade tem como objetivo dar suporte ao planejamento do plano de vacinação dos idosos contra a covid-19, efetivando a vacinação com uma menor exposição. “Essa modalidade é fundamental porque teremos uma noção exata da localização da residência dos idosos acamados no município de Natal, aumentando a capacidade de vaciná-los no menor tempo possível e protegendo-os”, explicou o coordenador do Instituto Envelhecer, da UFRN, Kênio Lima.

Ao acessar o site, o responsável pelo idoso, deve primeiramente realizar o seu cadastro para que em seguida possa informar as seguintes informações da pessoa idosa: CPF, endereço completo, doença de base que levou à pessoa a ficar acamada, comorbidades e também informações dos cuidadores.

De acordo com Pablo Holanda, pesquisador do Lais e responsável pelo sistema, todas as informações serão utilizadas pelas equipes de saúde na gestão dos atendimentos e planejamento das rotas de vacinação. “A meta é atender a todos que tiverem necessidade, sem ter restrição da quantidade de idosos por endereço cadastrado”, ressaltou o pesquisador.

Agora RN
Coronavírus » Mundo » Vacina

Brasil já é o 12º país que mais vacina do mundo; quase 1,2 milhão

Foto: Our World in Data

Segundo a plataforma Our World in Data, o Brasil se tornou nesta quarta-feira (27) o 12º país a mais vacinar os habitantes contra o novo coronavírus, desde o início da imunização mundial. São 1,13 milhão de doses distribuídas, quase o mesmo da rica França, que distribuiu 50 mil doses a mais e iniciou a vacinação duas semanas antes do Brasil.

Levando em consideração apenas o período desde o dia 17, início da imunização nacional, o Brasil é o 6º país que mais vacinou seus habitantes em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, China, Reino Unido, Índia e Israel.

Proporcionalmente, Israel é – de longe – o país que mais imunizou a população: quase 50% de todos os 9 milhões habitantes.

Blog do BG
Brasil » Coronavírus » Covid-19 » Vacina

Chega ao Brasil avião com 2 milhões de doses da vacina contra a covid-19

O voo procedente da Índia que trouxe 2 milhões de vacinas da AstraZeneca contra a covid-19 ao Brasil chegou por volta das 17h30 no Aeroporto Internacional de São Paulo, localizado em Guarulhos.

Para o recebimento da carga, estão presentes no local os ministros da Saúde Eduardo Pazuello, das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e das Comunicações, Fábio Faria. De lá, as vacinas serão encaminhadas para o Rio de Janeiro.

A carga vinda da Índia foi transportada em voo comercial da companhia Emirates. Após os trâmites alfandegários, seguirá em aeronave da Azul para o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio.

De acordo com a Fiocruz, assim que chegarem à instituição, as vacinas passarão por checagem de qualidade e segurança, além de rotulagem, com etiquetagem das caixas com informações em português.

A previsão é que esse processo seja realizado até manhã de sábado (23) por equipes treinadas em boas práticas de produção. As vacinas devem ser liberadas para distribuição no período da tarde.

Caicó » Coronavírus » Vacina

CAICÓ: Prefeito demite servidores que furaram fila da vacinação contra a Covid-19

Prefeito de Caicó, Dr. Tadeu (PSDB) – Foto: Instagram / Reprodução

O prefeito de Caicó, Dr. Tadeu (PSDB), demitiu nesta quinta-feira 21 dois servidores que, apesar de não estarem no grupo prioritário para receber a vacina contra a Covid-19, conseguiram ter acesso a doses do imunizante e postaram o ato de vacinação nas redes sociais. As portarias que oficializam as demissões já foram publicadas no site da prefeitura.

Com a decisão, foram exonerados os servidores Almir Pereira de Araújo Neto, subcoordenador de Saneamento e Oficina Sanitária, e Jedson Juan Alves Cardoso, diretor do Departamento da Central de Abastecimento Farmacêutico. Os dois ocupavam cargos comissionados na gestão municipal.

Em Caicó, a campanha de vacinação contra o coronavírus começou na noite da última terça-feira 19. Nesta 1ª fase da campanha, o município usa doses da Coronavac, a vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. O imunizante teve o uso emergencial aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no último fim de semana.

O município recebeu da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) apenas 750 doses. Por causa do número limitado de frascos, apenas profissionais de saúde que atuam na linha de frente de combate à pandemia da Covid-19 podem receber o imunizante, além de alguns poucos idosos com mais de 75 anos de idade e que vivem em instituições de longa permanência (asilos).

Apesar disso, os dois servidores agora demitidos conseguiram receber a vacina. Logo após a repercussão negativa, a Prefeitura de Caicó explicou que os dois funcionários não haviam “furado a fila”. A gestão municipal afirmou que os profissionais, apesar de não estarem na linha de frente de combate à pandemia, participam do esquema logístico de distribuição das doses e que, portanto, terão contato com pessoas do grupo de risco para a doença nos próximos dias, para o esquema de vacinação.

Mesmo assim, com a repercussão, o prefeito decidiu demitir os profissionais – em função da exposição da imunização nas redes sociais. “Mesmo que a sindicância apure que a vacinação seguiu as normativas, era um ato administrativo, estavam trabalhando e não havia orientação de tornar público em redes sociais. Esta não é a orientação que damos aos que trabalham para o povo”, afirmou o prefeito de Caicó.

Agora RN
Coronavírus » Covid-19 » Ministério Público » Vacina

MPRN fiscaliza eventuais “fura fila” nos pontos de vacinação contra a Covid-19

Promotores de Justiça e servidores da instituição fizeram visitas surpresa em locais de vacinação para averiguar se as pessoas que estão sendo vacinadas se enquadram no previsto no plano de vacinação

Equipes do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) fizeram nesta quinta-feira (21) visitas surpresa em locais de vacinação contra a Covid-19. O objetivo é averiguar se as pessoas que estão sendo vacinadas se enquadram no previsto no plano de vacinação.

Desde esta quarta-feira (20), o MPRN está recebendo denúncias de casos de pessoas que receberam a primeira dose da vacina mesmo sem se enquadrarem no que está preconizado no plano. Esses serão analisados individualmente para se investigar se houve o cometimento de crime ou ato de improbidade.

O MPRN disponibiliza o Disque Denúncia 127 para o recebimento de denúncias de crimes em geral. O cidadão pode ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.

Coronavírus » Covid-19 » incêndio » Índia » Vacina

Incêndio atinge prédio do Instituto Serum, que fabrica vacinas contra Covid-19 na Índia, mas produção não é afetada

Um incêndio atingiu um edifício em construção do Instituto Serum, a empresa da Índia que produz vacinas com tecnologia da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, nesta quinta-feira (21), na cidade de Pune.

O estoque de vacinas e a indústria onde elas são feitas estão seguras, segundo o jornal “Times of India”. Atualmente, o Instituto Serum produz cerca de 50 milhões de doses da vacina por mês em outras unidades do complexo.

Segundo o diretor-executivo da empresa, Adar Poonawalla, a unidade que pegou fogo produz vacinas para o rotavírus. Ele estima que a perda nessa linha de produção será de até 40% do volume de doses.

As redes de TV indianas mostram uma coluna de fumaça cinza acima da sede da empresa.

Os bombeiros afirmaram que ao menos cinco caminhões foram enviados para combater o fogo no prédio e que o fogo foi controlado.

Ainda não se sabe o que causou o incêndio.

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!