Acessibilidade » Brasil » Copa do Mundo

O neurocientista Miguel Nicolelis acusa FIFA de cortar exibição de paraplégico na Copa do Mundo

Ontem (13), um dia depois da abertura do maior futebolístico do mundo e do pontapé inicial simbólico da Copa, dado por um paraplégico utilizando um experimento robótico de última geração e ainda em processo de aperfeiçoamento, o líder do projeto de desenvolvimento do exoesqueleto, o neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis, acusou a FIFA de ter impedido que a demonstração do projeto “Andar de Novo” fosse transmitida na íntegra. A informação é da Folha de São Paulo.

O neurocientista utilizou seu perfil no Twitter para responder a críticos, agradecer a apoiadores e anunciar que os objetivos do projeto foram cumpridos: “O que foi prometido, foi entregue. Depois de 17 meses de trabalho insano, a missão foi cumprida integralmente”, escreveu. Ele disse ainda que a responsabilidade pela transmissão era totalmente da FIFA. No entanto, o momento contou com certo desprezo da entidade, pois a exibição do chute na televisão, durante a cerimônia de abertura, durou cerca de três segundos, ou pelo menos foi o que as redes de televisivas repassaram para os espectadores.

Confira o que aconteceu neste quadro.

Confira o que aconteceu neste quadro.


Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!