Arquivos:

Comunicação » Cultura » Mídia » Petrobras

Petrobrás estuda cortar verbas de patrocínio de projeto cultural, mídia e comunicação

As mudanças na política cultural e de publicidade prometidas pelo presidente Jair Bolsonaro no período eleitoral chegaram à Petrobrás. A empresa avalia romper contratos firmados nos governos anteriores, principalmente com grandes grupos de teatro e cinema e com a imprensa profissional. Na nova gestão, o dinheiro deve ir para as redes sociais e artistas menos conhecidos, segundo apurou o Estadão/Broadcast.

A decisão foi mal recebida internamente por executivos da área de comunicação, que interpretaram a medida como interferência política e ideológica. Um deles chegou a entregar o cargo. A principal reclamação é uma suposta falta de critério para definir os novos beneficiados. Até então, o foco eram projetos alinhados com a imagem que a empresa pretende transmitir aos seus consumidores – de inovação, alto potencial e capacidade técnica única. Com esse propósito, a petroleira patrocinou mais de 4 mil projetos culturais desde 2003, quando foi criado o Programa Petrobrás Cultural, que passou a ser a maior seleção pública do tipo no País.

Juntas, as áreas de cultura e imprensa consumiram quase R$ 160 milhões da estatal no ano passado. Os gastos com publicidade foram de cerca de R$ 120 milhões e com patrocínios culturais, de R$ 38 milhões. A empresa, por meio de sua assessoria de imprensa, respondeu apenas que “está revisando sua política de patrocínios e seu planejamento de publicidade”. “Os contratos atualmente em vigor estão com seus desembolsos em dia”, afirma a assessoria.

Na mira dos cortes estão contratos ainda vigentes, firmados com grupos culturais de grande visibilidade que recebem verba da estatal há anos. É o caso das companhias de teatro Galpão, de Minas Gerais, que possui contrato ativo de R$ 4,2 milhões até abril de 2020, e Poeira (R$ 1 milhão até fevereiro de 2019), do Rio de Janeiro; da Companhia de Dança Deborah Colker (R$ 4,9 milhões até junho de 2020), do Rio; além da Casa do Choro (R$ 950 mil até março de 2019), no Rio, e o Festival de Cinema do Rio (R$ 750 mil até março de 2019).

Ao todo, a Petrobrás tem contratos de patrocínio ativos firmados em gestão e governos anteriores que somam R$ 3,5 bilhões, segundo dados divulgados em seu site. Alguns deles se estendem até 2021.

A migração da verba de cultura e publicidade para as redes sociais e artistas de menor visibilidade já estava decidida. Diante das divergências internas e alertas para os riscos jurídicos, porém, o tema voltou a ser discutido pelos advogados da empresa, que se sustentam no argumento de corte de custos para justificar as mudanças.

A decisão estava encaminhada a ponto de a área técnica começar a ligar para os responsáveis dos projetos com contratos vigentes para avisá-los da reavaliação dos patrocínios. Pelo menos um deles chegou a ser informado de uma possível suspensão do repasse da verba. Mas, preocupada com questionamentos na Justiça, a empresa resolveu reavaliar o tema. O martelo será batido no próximo dia 12, quando acontecerá nova reunião para decidir a dimensão das mudanças.

Publicidade. Entre os patrocinados, o clima é de expectativa. No meio publicitário, é de descrença de que a Petrobrás será capaz de alterar sua política de comunicação tão radicalmente. Os publicitários já estavam acostumados com a transformação do perfil de gastos da petroleira na última década, período em que estatal realocou parte do dinheiro que era gasto com mídias tradicionais, como TV e jornais, para a internet, e, com isso, incluiu as redes sociais e veículos menos tradicionais entre os agraciados com orçamentos.

De 2008 a 2017, a verba destinada a sites saltou de R$ 2,4 milhões para R$ 33,2 milhões. No mesmo período, o dinheiro para emissoras de televisão aberta minguou de R$ 133 milhões para R$ 59 milhões. Ainda assim, os veículos tradicionais de comunicação nunca chegaram a sair do radar da empresa.

As sinalizações de mudança surgiram antes mesmo de Bolsonaro tomar posse. Em dezembro, pelo Twitter, já eleito, o presidente antecipou que promoveria um rígido controle das concessões feitas por meio da Lei Rouanet. Em sua opinião, “há um claro desperdício” de recursos que poderiam ser aplicados em outras áreas.

Nos primeiros dias do mandato, o governo cancelou um contrato de R$ 30 milhões com a assessoria de imprensa CDN, que cuidava do Palácio do Planalto no exterior. Cortes nas verbas de publicidade da Caixa e do Banco do Brasil também foram anunciados. Segundo afirmou Bolsonaro nas redes sociais, esses gastos são “uma irresponsabilidade em detrimento das reais demandas dos brasileiros e do Estado”.

Grupos esperam não ser afetados
A Companhia de Dança Deborah Colker, o grupo teatral Galpão, a Orquestra Petrobrás Sinfônica e o Grupo Corpo, de dança, esperam não sofrer mudanças no patrocínio da Petrobrás. “Isso porque, no ano passado, cada um acertou novos contratos, alguns com vigência até 2020”, afirma João Elias, diretor executivo de Cia. Deborah Colker. “Mas, se isso acontecer, esperamos que seja apenas uma revisão dos acordos, com alteração nas cifras ou no tempo de validade.”

Elias considera que, se houver modificação no contrato, terá de ser de interesse mútuo. “Pode acontecer de, por exemplo, proporem uma redução do valor, mas um aumento na duração. Aí, faço as contas e vejo se interessa para a companhia.”

Desde 2000 na Cia. de Dança, ele acredita que um dos motivos das mudanças programadas pela Petrobrás no sistema de patrocínio é resquício do período eleitoral. “Ainda não se desarmou o espírito de briga que polarizou a campanha do ano passado.”

O investimento na área cultural feito pela Petrobrás vem diminuindo com o passar dos anos. O grupo Teatro da Vertigem afirma que desde a gestão de Michel Temer não consegue renovar o contrato que foi encerrado no fim de 2018. “Por conta das eleições, a Petrobrás informou que as renovações seriam negociadas posteriormente. O que não aconteceu”, diz a integrante Eliane Monteiro.

Na área de literatura, escritores lamentam a possibilidade do fim de investimentos como o prêmio Petrobrás Cultural de Criação Literária. “Sem esse apoio eu dificilmente teria escrito os livros Guia de Ruas Sem Saída e Noite Dentro da Noite”, afirma o escritor Joca Reiners Terron.

Estadão Conteúdo
Comunicação » Currais Novos

Em Debate volta a programação da Rádio Currais Novos neste sábado (24) e conversa com o deputado Nelter Queiroz

O Programa é comandado pelo Jornalista Ismael Medeiros

Neste sábado (24), estará de volta a grade de programação da Rádio Currais Novos, o Programa “Em Debate”. Apresentado pelos jornalistas Ismael Medeiros e Hessi Ramos, o programa de entrevistas deverá movimentar os bastidores da política na região do Seridó. O primeiro convidado da roda de conversa será o deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB).

Com transmissão ao vivo por áudio e vídeo o programa também colocará um repórter nas ruas de Currais Novos onde o povo poderá interagir com os convidados. Uma das regras do “Em Debate” é que os entrevistados que aceitam ir ao bate-papo sabem que os ouvintes podem perguntar tudo. “Nos pediam muito o retorno do Em Debate, que discutiu os problemas da cidade e da região de forma tão aberta. Nesta primeira temporada deveremos conversar com os deputados do Seridó e os principais representantes políticos da região”, contou Ismael.

Comunicação

REVISTA PULSAÇÃO: Circulando no Seridó e alguns pontos da Capital

São 5 mil revistas distribuídas gratuitamente

Já está circulando a III edição da Revista Pulsação.

Diferenciada no mercado, e distribuída gratuitamente na capital e boa parte do interior do Estado, esta edição traz matérias jornalísticas exclusivas, nas mais diversas áreas. “Nós primamos demais pela qualidade do material e conteúdo, e não tenho dúvidas que estamos caminhando para ser a principal revista do Rio Grande do Norte”, disse o diretor geral, Jean Souza.

Com uma equipe de profissionais capacitados, incluindo três jornalistas, a Revista Pulsação trouxe nesta edição matérias interessantíssimas como a história, até então pouco conhecida, do curraisnovense Euclides Pereira, considerado uma lenda do vale-tudo; como tambpem uma matéria exclusiva com o cantor Mano Walter, artista que faz sucesso em todo o Brasil. “Nós temos a responsabilidade de registrar parte da história, valorizando nosso povo e nossa cultura”, frisou a jornalista, Fátima Souza.

A expectativa para o próximo ano é torná-la bimestral, e a partir de 2019, mensal.

Boa leitura a todos!!!

Comunicação

NOVA ESTAÇÃO: Emissoras de rádio AM terão 180 dias para pedir migração para FM

Emissoras AM terão que migrar para FM

O governo federal anunciou que vai publicar um decreto, dando um prazo de 180 dias, para que os proprietários de rádios migrem da faixa AM para a FM. Até o momento, das 1.781 rádios AM no Brasil, 1,5 mil solicitaram a mudança. Para fazer esta migração, os radiodifusores vão ter que pagar entre R$ 8,4 mil e R$ 4,4 milhões, que é o valor da diferença entre as outorgas de AM e de FM.

Além disso, as emissoras também terão que adquirir equipamentos para a transmissão do novo sinal. O governo abriu linhas de financiamento para que as empresas comprem esses equipamentos e consigam fazer a migração.

Para isto, os radiodifusores terão que assinar um termo com o ministério, apresentar uma proposta de instalação da FM e pedir para a Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, a permissão para usar a radiofrequência.

Comunicação » Rio Grande do Norte

Ezequiel Ferreira solicita que a TIM amplie a rede 3G no interior do RN

Ezequiel Ferreira

Ezequiel Ferreira

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), requereu ao diretor de assuntos regulatórios, institucionais e relações regionais da TIM, Sérgio Brasilis, a inclusão das cidades de Angicos, Canguaretama, Macau, Maxaranguape, Monte Alegre, Nova Cruz, Rio do Fogo, Santa Cruz, São José do Campestre, Taipu e Touros na relação dos municípios contemplados com o programa da companhia de expansão de rede 3G no Rio Grande do Norte.

“A comunicação móvel, em específico o tráfego de dados, tem ganhado relevância no dia a dia do brasileiro. Desta forma, o programa pretende beneficiar 26 localidades no Rio Grande do Norte, proporcionando uma melhor experiência para os seus milhares de assinantes espalhados por todas as regiões do estado. Mas solicitei a diretoria da TIM a inclusão de mais 11 cidades no programa totalizando 258.614 mil habitantes (IBGE/2016), em várias regiões do Estado”, justificou o deputado Ezequiel Ferreira.

A TIM vem ampliando sua rede e reforçando a qualidade da cobertura em todo Nordeste. Neste segundo semestre, 342 municípios da região ainda não cobertos com o 3G, serão beneficiados por meio do plano de investimento da companhia para expansão da tecnologia.

Caicó » Comunicação

Curraisnovense Mara Dias comandará horário nobre de rádio FM em Caicó

Mara será a mais novo comunicadora da rádio caicoense.

Mara será a mais nova comunicadora da rádio caicoense.

Conhecida pela espontaneidade e talento, a bela e carismática Mara Dias passará a comandar o horário nobre da nova rádio caicoense, a Rádio Povo.

Mara, que apesar de muito jovem, tem em seu currículo um histórico de causar “inveja”. A jovem de apenas 18 aninhos iniciou sua trajetória na comunicação aos 14 anos como fotógrafa do site Pulsação, em seguida passou a fazer as coberturas em vídeo e logo foi convidada a fazer parte do elenco da TV União durante a transmissão ao vivo do Carnaxelita. Atualmente, Mara mantém juntamente com o locutor e apresentador César Araújo, um programa na Sidys TV a Cabo. A competente comunicadora também fez parte do horário nobre da Rádio 95 FM, em parceria com Cesar. Mara ainda fez participações nas matérias em vídeo do site Kurtição de Caicó.

“Estou muito feliz com o convite feito pelo os empresário caicoenses Juscelino Kubitschek e Canindé Oliveira, o “Homão”, diretores da Rádio Povo. Irei fazer de tudo para retribuir a confiança depositada em mim. Sei que não será uma tarefa fácil, pois Caicó é berço de grandes nomes da comunicação do Estado”, enfatizou Mara.

A jovem comunicadora dividirá o estúdio com o experiente locutor Canindé Oliveira, o “Homão”, como é carinhosamente conhecido em Caicó e região. Canindé, que é natural de Acari, luta desde 2011 pela abertura da Rádio Povo, emissora que promete movimentar a imprensa da capital do Seridó.

“Lutamos desde 2011 pela abertura e instalação da Rádio Povo em Caicó, graças a Deus o sonho vem se realizando e em breve os caicoenses poderão desfrutar de uma emissora de rádio que disponibilizará de uma programação diversificada e de alto nível”, informou Canindé Oliveira.

Do blog: Parabenizamos a comunicadora Mara Dias, nossa parceira há alguns anos, pela conquista desse espaço na rádio caicoense, isso só prova o quão talentosa ela é. Temos certeza que assim como ela já teve a oportunidade de trabalhar em locuções, TV, filmagem, fotografia, entre outros, muitas outras portas ainda se abrirão para revelar ainda mais talento e o enorme potencial dessa garota. Deixamos aqui também os parabéns e desejo de muito sucesso aos amigos Canindé Oliveira e Juscelino Kubitschek pela idealização da Rádio Povo.

Assista o vídeo de um dos programas apresentados por Mara, no Carnaxelita.

Comunicação

Caicó sediará Mutirão Estadual de Comunicação no próximo final de semana

muticom-RN

Será aberta na próxima sexta-feira (26), em Caicó, a terceira edição do Mutirão Estadual de Comunicação, evento promovido pela Pastoral de Comunicação do Rio Grande do Norte. O Muticom RN marca a programação dos 75 anos da Diocese de Caicó e terá como tema “Comunicação Interpessoal na Era Digital”.

Os palestrantes de abertura serão o Padre Manoel Filho, da Pascom da Arquidiocese de Salvador-BA, e o jornalista Sávio Hackradt. A programação também contará com oito oficinas de temas específicos, noite cultural e dois painéis de encerramento. O evento é voltado para agentes de pastoral, estudantes e profissionais da comunicação. Com vagas limitadas, o 3° Muticom será realizado no Centro Pastoral Dom Wagner. As inscrições podem ser efetuadas no local ou pelo site: www.diocesedecaico.com.br.

Comunicação

Noruega será primeiro país do mundo a tirar rádio FM do ar

2014-757704607-UM-DIA-DE-BEATFOTO.jpg_20141006

A Noruega será o primeiro país do mundo a desligar a frequência de rádio FM. O governo norueguês anunciou, por meio de um comunicado, que irá interromper a transmissão FM a partir de 2017. A tecnologia Digital Audio Broadcasting (DAB) ocupará o lugar do modelo antigo e, segundo o governo, trará mais qualidade de som aos ouvintes.

“Os ouvintes terão acesso a conteúdo de rádio mais diversificada e pluralista e poderão desfrutar de melhor qualidade de som e novas funcionalidades”, afirmou a ministro da cultura, Thorhild Widvey.

De acordo com a ministra, existem hoje na Noruega cinco canais de FM, enquanto 22 canais de transmissão digital já estão no ar. Segundo ela, mais da metade da população já tem acesso às rádios por meio da tecnologia DAB e a conversão total para a nova tecnologia irá gerar uma economia de US$25 milhões aos cofres do país.

“O custo da transmissão através da rede FM é oito vezes maior que da transmissão por DAB”, concluiu a ministra.

Outros países da Europa também estudam acabar com a transmissão FM, mas, até o momento, nenhuma nação estabeleceu prazo para migrar para outro tipo de tecnologia.

Comunicação » Currais Novos

Após 19 anos no Sistema Tropical, Evaldo Nogueira se despede da Rádio Ouro Branco

Evaldo Nogueira é uma referência da comunicação curraisnovense.

Evaldo Nogueira é uma referência da comunicação curraisnovense.

“O dia de hoje será bem melhor que ontem”. Com essa frase que marcou a vida de milhares de ouvintes, nós seridoenses acordávamos todos os dias ouvindo-a e até usando-a como estímulo para encarar o novo dia.

Pois bem, a tão famosa citação não será mais escutada, pelo menos na Rádio Ouro Branco de Currais Novos. Evaldo Nogueira, dono da tão famosa voz, recebeu hoje (15) o comunicado de aviso prévio da empresa. Evaldo confirmou em sua página no Facebook que não faz mais parte da Ouro Branco.

Comunicador de mão cheia, e dono de uma voz inconfundível, Evaldo fez parte do sistema Tropical de Comunicação por 19 anos.

Do Blog: Fica aqui nosso lamento, como também o desejo para que esse talento não pare por aqui. Que outra emissora possa absolver esse grande comunicador que fez e faz parte da história da comunicação curraisnovense.

Comunicação » Rio Grande do Norte

Mudanças na Comunicação da Assembleia Legislativa; jornalista Rodrigo Rafael assume Coordenação de Divulgação

jj

Rodrigo Rafael se destaca pelo seu trabalho e ética no jornalismo.

O Diário Oficial desta quinta-feira (05) chega recheado de mudanças na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Na Comunicação, sai Rubens Manoel Lemos Filho do cargo de Coordenador de Comunicação, que já tinha sido colocado à disposição do presidente Ezequiel logo após a eleição da Mesa Diretora.

O competente jornalista Rodrigo Rafael de Souza, que já fazia a assessoria de imprensa do deputado Ezequiel, antes mesmo dele ser eleito presidente da Assembleia, substituirá Flávia Urbano de Andrade, da Coordenação de Divulgação.

Do blog: Aproveitamos para parabenizar o jovem determinado e competente Rodrigo Rafael pela admissão do cargo na AL, ao qual a equipe desse blog pode prestigiar de perto por meio do seu constante foco e parceria. Desejamos que realize tão bem o seu trabalho no espaço comunicativo estadual quanto já vinha desenvolvendo de forma ética, na assessoria de comunicação do deputado Ezequiel e no blog do Marcos Dantas.

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!