Arquivos:

Combustível » Economia » Rio Grande do Norte

RN e mais 12 sobem impostos sobre gasolina para compensar perdas com diesel

O governo do Rio Grande do Norte e mais 12 decidiram compensar a arrecadação do ICMS sobre o diesel elevando o valor de tributos cobrados sobre a gasolina.

Na prática, em muitas das unidades, sequer houve perda, pois a compensação sobre a gasolina foi maior que a perda sobre o diesel.

Os indícios de aumentos já haviam sido divulgados em primeira mão pelo BlogdoBG ao longo dos dias que antecederam a revolta dos caminhoneiros. Mas àquela altura, tanto o RN como os demais estados alegavam se tratar de um procedimento de praxe.

O ICMS dos combustíveis é cobrado sobre um preço de referência chamado de PMPF (preço médio ponderado final), que é definido pelas secretarias estaduais de Fazenda a cada 15 dias, de acordo com pesquisa nos postos.

Sobre esse preço incidem alíquotas que variam por produto e por estado.

Desde o fim da paralisação dos caminhoneiros, 17 estados reduziram o PMPF do diesel, acompanhando a queda de preço provocada pelas subvenções concedidas pelo governo federal para encerrar a paralisação.

No início do mês, o RN e outros estados decidiram elevar o PMPF da gasolina, embora a Agência Nacional de Petróleo tenha detectado queda média de 1,62% no preço do combustível.

Os seguintes estados apelaram à manobra: Alagoas, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro (que reduziu a alíquota), Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Sergipe e São Paulo. O levantamento foi da Folha de S.Paulo.

O impacto é no bolso de quem vai abastecer e leva ainda em conta outro aspecto, o PMPF cobrando sobre a gasolina é bem maior do que aquele cobrado pelo diesel.

No Rio Grande do Norte, o governo decidiu baixar o PMPF do diesel em 4,31%, mas subiu o da gasolina em 6,77%.

O exemplo mais gritante foi no Rio Grande do Sul, onde o ganho com a gasolina, pelos novos valores adotados pelo Estado, seria de R$ 32,3 milhões, e a perda com o diesel, de apenas R$ 294 mil por mês. O governo gaúcho foi um dos que menos reduziram o preço de referência para a arrecadação de ICMS sobre o combustível, em apenas R$ 0,01.

Fonte: Blog do BG

Combustível » Justiça

Justiça autoriza que usinas vendam etanol diretamente aos postos de combustíveis

O juiz Edvaldo Batista da Silva Júnior, da 10ª Vara Federal de Pernambuco, concedeu liminar nesta terça-feira, 26, para que usinas de Pernambuco, Alagoas e Sergipe comercializem etanol hidratado diretamente aos postos de combustíveis, sem a necessidade da intermediação de distribuidoras. A decisão impede também que a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), responsável pela fiscalização do setor, aplique sanções aos postos e às usinas que adotarem a prática.

O Senado já aprovou projeto que permite a venda direta. O texto ainda precisa do aval dos deputados. No entanto, a permissão divide o próprio setor produtivo. Enquanto produtores nordestinos apoiam a proposta, representantes do Centro-Sul, inclusive a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), são contrários à medida, por conta da dificuldade de fiscalização. A principal entidade do setor de etanol cita também que as distribuidoras terão papel fundamental na viabilização da nova política nacional de biocombustíveis (RenovaBio), com a compra dos Créditos de Descarbonização (CBIOs).

Os CBIOs são considerados fonte de recursos para financiar a ampliação na produção de etanol. Os títulos serão emitidos pelos produtores de biocombustíveis e adquiridos pelas distribuidoras para serem utilizados na compensação e redução das emissões feitas pelos combustíveis fósseis também comercializados pelas companhias. Os recursos gerados pelos CBIOs devem ser reinvestidos pelas usinas para aumentar a produção do etanol.

A permissão também preocupa o governo, que teme que o desmonte da distribuição seja acompanhado pela sonegação de impostos e pela adulteração do biocombustível.

Fonte: Blog do BG/Estadão

Combustível » Economia

RN é estado com maior alta no preço do etanol

Os preços do etanol hidratado nos postos brasileiros caíram em 10 Estados e no Distrito Federal e subiram em outros 15 nesta semana. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). No período de um mês, os preços só caíram em quatro Estados e subiram em outros 22 – a maior alta ocorreu no Rio Grande do Norte (+7,48%), onde o preço médio está R$ 3,362, segundo a ANP. A análise desconsidera o Amapá, por falta de referência.

Em São Paulo, principal Estado produtor e consumidor, a cotação caiu 1,92% na semana, para R$ 2,703 o litro. No período de um mês, acumula desvalorização de 0,07%. Na semana, a maior alta ocorreu em Rondônia (4,67%) e o maior recuo, em São Paulo (1,92%). No Rio Grande do Norte, o avanço semanal foi de 1,47%.

Tribuna do Norte
Combustível

Reajuste da gasolina fica em 5,1%

Reajustes da gasolina e do diesel chegaram às bombas após a Petrobras anunciar alta nas refinarias.

Reajustes da gasolina e do diesel chegaram às bombas após a Petrobras anunciar alta nas refinarias.

Pouco mais de uma semana após o reajuste de preços anunciado pela Petrobras, os consumidores, no Rio Grande do Norte estão pagando 5,1% a mais pelo litro da gasolina e 4,17% a mais pelo óleo diesel. O valor do etanol também subiu: 2,71%. Os percentuais consideram os preços médios dos combustíveis e foram calculados a partir de levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que compreende o período de 04 a 10 deste mês em comparação à semana anterior.

No caso da gasolina, o aumento ficou pouco abaixo do que a Petrobras anunciou para as refinarias, de 6%. O preço médio do combustível subiu 5,1%, de R$ 3,34 para R$ 3,51, R$ 0,17 a mais. O levantamento foi feito em 49 postos de combustíveis.
O óleo diesel, que subiu 4% nas refinarias, aumentou 4,17% para o consumidor – passando de R$ 2,779 para R$ 2,895. Foram consultados 42 postos.

Mesmo sem aumento oficial anunciado, o etanol também embarcou na onda de reajustes e subiu 2,71% nos postos, de R$ 2,655 para R$ 2,727. Foram pesquisados 44 postos.

Petrobras
O reajuste para a gasolina e o etanol nas refinarias – que acabou elevando o preço nos postos – foi anunciado pela Petrobras em 29 de setembro e entrou em vigor no dia seguinte. A decisão foi tomada pela diretoria da empresa após reunião em que a pauta principal foi a frágil situação financeira da estatal, agravada pelo efeito da depreciação cambial.

O reajuste é também uma tentativa de sinalizar ao mercado que a companhia possui autonomia para definir sua política de preços. Analistas não esperavam um aumento neste ano, apesar da fragilidade da companhia. A avaliação é que o cenário político instável, a baixa popularidade do governo e a crise econômica retardariam a decisão.

Nacionalmente, o consumidor assistiu a um aumento médio de 5,11% nas bombas, segundo levantamento de preços realizado semanalmente pela ANP.

Em entrevista coletiva nesta semana, a coordenadora de Índices de Preços do IBGE, Eulina Nunes dos Santos, afirmou que cada 1% de aumento da gasolina na bomba impacta em 0,04 ponto porcentual o IPCA, índice oficial de inflação. Por essa lógica, e caso a elevação se mantenha neste patamar até o fim do mês, o IPCA de outubro já teria um impacto de 0,20 ponto contratado.

A pesquisa da ANP mostra que o preço médio do litro da gasolina nas bombas saiu de R$ 3,287 na semana de 27 de setembro a 03 de outubro para R$ 3,455 na semana de 04 a 10 de outubro (referência). Foram consultados 3.277 postos em todo o País. O menor avanço ocorreu na região Sudeste (4,70%, ou R$ 0,15), enquanto o mais intenso foi verificado no Norte (5,66%, ou R$ 0 20). Consultores do setor afirmaram que o repasse seria percebido com mais força pelo consumidor à medida que os estoques fossem renovados.

No caso do diesel, o repasse também foi quase integral. O reajuste de 4% praticado pela Petrobras nas refinarias se traduziu em um aumento de 3,80% nas bombas, no Brasil – abaixo do verificado no RN. O preço médio do litro do diesel nas bombas saiu de R$ 2,812 na semana de 27 de setembro a 03 de outubro para R$ 2,919 na semana de 04 a 10 de outubro (referência). Foram consultados 1.989 postos em todo o País.

O peso do diesel no IPCA é pequeno, de apenas 0,15%. Por isso, o impacto é muito próximo de zero. Eulina explicou na última quarta-feira, 7, porém, que o reflexo indireto é grande, principalmente porque o combustível é o mais usado para fretes.

Estadão Conteúdo
Combustível » Currais Novos » Macaíba » Perigo

PERIGO: Veículo explode e fica totalmente destruído ao ser abastecido com gás natural

O incidente ocorreu no município de Macaíba.

O incidente ocorreu no município de Macaíba.

Parece cenas de guerra.  A foto mostra um veículo totalmente destruído, como aqueles que observamos nos jornais durante os atentados nos países que convivem com a “guerra”. Pois bem, esse fato, que não foi atentado nem nada, aconteceu na comunidade das Marias em Macaíba, quando um veículo, movido a gás natural, era abastecido e explodiu ficando totalmente destruído.

Por sorte, ninguém ficou ferido.

Em Currais Novos também já aconteceu algo parecido. Na época, em 2012, uma caminhonete S10 abastecia no Posto Laís, quando o botijão explodiu. Havia junto ao cilindro da S-10 um botijão de gás de cozinha. Segundo informações, foi o que provocou a explosão. No incidente o frentista ficou levemtne ferido. O motorista, que estava no veículo na hora, nada sofreu.Já o teto do posto ficou parcialmente destruído.

Incidente ocorrido no ano de 2012, em Currais Novos.

Incidente ocorrido no ano de 2012, em Currais Novos.

Últimos Eventos

06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!