Arquivos:

Caicó » Policial

Interno da penitenciária de Caicó é classificado em 1° lugar na 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática

Internos da Penitenciária Estadual do Seridó, foram classificados na primeira fase da 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). O resultado da competição que tem o objetivo de estimular o estudo da matemática entre alunos e professores foi divulgado, nesta terça-feira (04), o qual mostrou a aprovação de três internos da unidade de Caicó.

Jeferson Enéas de Azevedo, foi o interno da olimpíada que teve a colocação em 1° lugar e Elden Azevedo do Nascimento, em 5° lugar. Ambos foram classificados no requerimento do Ensino Fundamental. Já na modalidade do Ensino Médio, o interno José Oliveira da Cruz foi classificado em 18° lugar. Os alunos aprovados nesta primeira etapa, são matriculados no Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja), Senador Guerra.

A prova foi aplicada no dia 21 de maio, deste ano, o qual 25 apenados foram inscritos na turma de ensino fundamental e 21 no ensino médio. No total 46 internos da unidade realizaram a competição que busca encontrar jovens talentos para a matemática, com intuito de estimular o estudo da disciplina para a resolução de problemas, o qual despertem interesses e curiosidades, tanto dos alunos quanto dos professores. Também busca promover a inclusão social por meio da difusão e do conhecimento.

Vale ressaltar, que esse é um momento pioneiro de grande significância no avanço das políticas de educação desses espaços. Educação e inclusão fazem parte das diretrizes traçadas pela atual gestão do Secretário de Estado da Administração Penitenciária (Seap), Pedro Florêncio Filho.

Blog do BG
CAERN » Caicó

CAERN vai fiscalizar ligações clandestinas de água em Caicó

FISCALIZAÇÃO DE LIGAÇÃO CLANDESTINA DE ÁGUA. FOTO: TONY WINSTON/AGÊNCIA BRASÍLIA

Em Caicó, a Caern prepara uma ação de fiscalização para coibir casos de ligação irregular de esgoto. Denúncias chegaram à companhia dando conta de ligações indevidas numa rede coletora não concluída, na Zona Norte da cidade. A obra atualmente está paralisada, para adequações no contrato. A Caern está finalizando a licitação e a retomada do serviço, com nova empresa contratada, deve ocorrer ainda no segundo semestre deste ano.

As ligações feitas numa rede que sequer está concluída vêm provocando transtornos para a população caicoense, com registros de extravasamento nas vias públicas.

Ao mesmo tempo em que orienta a população sobre a gravidade do problema, a Caern também recomenda que casos desse tipo sejam denunciados pela população, nos canais de atendimento da companhia, a fim de se possa combater a prática com mais eficácia.

População pode denunciar e ajudar a combater ligações clandestinas

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) tem, repetidamente, alertado a população sobre o uso correto do sistema de esgotamento sanitário que opera em várias cidades. Um problema recorrente, que tem trazido transtornos para a própria população, é a ligação clandestina de esgotos, seja quando a pessoa faz a ligação do esgoto de seu imóvel numa rede que ainda não está pronta, ou quando direciona a água da chuva para o sistema, que não é dimensionado para isso.

Na semana passada, mais um caso foi registrado na Zona Norte de Natal, principalmente no bairro Nossa Senhora da Apresentação. Durante o período das últimas chuvas, várias tampas de poços de visita foram abertas para escoar a água que se acumulava nas ruas. Com a intenção de resolver um problema, a população criou outro, jogando carga indevida em uma rede de esgoto que não estava em operação.

Um dos locais atingidos foi a estação elevatória 06BN, localizada no cruzamento das ruas Araçatuba com Votuporanga, com extravasamento afetando também várias residências. A estação elevatória não está em operação, visto que faz parte da rede que será interligada à Estação de Tratamento de Esgoto Jabuaribe, ainda em construção na Zona Norte.

Fazer a ligação numa rede de esgoto que ainda não está concluída é uma irregularidade sujeita a punição. Além de tratar-se de crime ambiental, a ligação clandestina pode ensejar auto de infração e aplicação de multa. Também está sujeito a penalidades quem liga o esgoto à rede antes da autorização da Caern, nos casos de rede nova que entra em operação. Constatada a ligação, a empresa dá um prazo de 72 horas para que ela seja desfeita. Se o infrator persistir, ele é notificado e o caso é encaminhado ao Ministério Público, para a Promotoria de Meio Ambiente.

As ligações irregulares na rede de esgotamento que ainda não está em operação podem trazer transtornos porque, sem a interligação da rede a um sistema de coleta e tratamento, estes dejetos ficam sem a destinação necessária. Resultado: transbordamento nas vias, com consequente poluição, mau cheiro e proliferação de doenças, além de obstrução do sistema antes mesmo de começar a funcionar.

Em Caicó, a Caern prepara uma ação de fiscalização para coibir casos de ligação irregular de esgoto. Denúncias chegaram à companhia dando conta de ligações indevidas numa rede coletora não concluída, na Zona Norte da cidade. A obra atualmente está paralisada, para adequações no contrato. A Caern está finalizando a licitação e a retomada do serviço, com nova empresa contratada, deve ocorrer ainda no segundo semestre deste ano.

As ligações feitas numa rede que sequer está concluída vêm provocando transtornos para a população caicoense, com registros de extravasamento nas vias públicas.

Ao mesmo tempo em que orienta a população sobre a gravidade do problema, a Caern também recomenda que casos desse tipo sejam denunciados pela população, nos canais de atendimento da companhia, a fim de se possa combater a prática com mais eficácia.

População pode denunciar e ajudar a combater ligações clandestinas

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) tem, repetidamente, alertado a população sobre o uso correto do sistema de esgotamento sanitário que opera em várias cidades. Um problema recorrente, que tem trazido transtornos para a própria população, é a ligação clandestina de esgotos, seja quando a pessoa faz a ligação do esgoto de seu imóvel numa rede que ainda não está pronta, ou quando direciona a água da chuva para o sistema, que não é dimensionado para isso.

Na semana passada, mais um caso foi registrado na Zona Norte de Natal, principalmente no bairro Nossa Senhora da Apresentação. Durante o período das últimas chuvas, várias tampas de poços de visita foram abertas para escoar a água que se acumulava nas ruas. Com a intenção de resolver um problema, a população criou outro, jogando carga indevida em uma rede de esgoto que não estava em operação.

Um dos locais atingidos foi a estação elevatória 06BN, localizada no cruzamento das ruas Araçatuba com Votuporanga, com extravasamento afetando também várias residências. A estação elevatória não está em operação, visto que faz parte da rede que será interligada à Estação de Tratamento de Esgoto Jabuaribe, ainda em construção na Zona Norte.

Fazer a ligação numa rede de esgoto que ainda não está concluída é uma irregularidade sujeita a punição. Além de tratar-se de crime ambiental, a ligação clandestina pode ensejar auto de infração e aplicação de multa. Também está sujeito a penalidades quem liga o esgoto à rede antes da autorização da Caern, nos casos de rede nova que entra em operação. Constatada a ligação, a empresa dá um prazo de 72 horas para que ela seja desfeita. Se o infrator persistir, ele é notificado e o caso é encaminhado ao Ministério Público, para a Promotoria de Meio Ambiente.

As ligações irregulares na rede de esgotamento que ainda não está em operação podem trazer transtornos porque, sem a interligação da rede a um sistema de coleta e tratamento, estes dejetos ficam sem a destinação necessária. Resultado: transbordamento nas vias, com consequente poluição, mau cheiro e proliferação de doenças, além de obstrução do sistema antes mesmo de começar a funcionar.

Portal no Ar
Caicó

CAICÓ: Embriagado e conduzindo uma moto, homem invade procissão

Um motoqueiro embrigado invadiu a procissão de encerramento da festa do padroeiro do bairro Castelo Branco Branco, Santo Estêvão Diácono, no fim da tarde desse domingo, 26 de maio, e foi preso por agentes de fiscalização da Polícia Rodoviário Estadual (º DPRE de Caicó).

Os policiais que estavam à frente da caminhada deram ordem de parada ao condutor da motocicleta, que fez não ter visto e invadiu a barreira de segurança que dava acesso às pessoas. Apresentando um conjunto de sinais característicos da embriaguez, o homem recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia.

Na plantão, o homem foi submetido ao teste de bafômetro: “O cidadão não entendia orientações simples, demonstrava confusão, desequilíbrio e quase não conseguiu realizar o teste do etilômetro, de tão embriagado que estava”, disse o responsável.

O teste mostrou alto teor de álcool, foram 0.97 mg/L. O condutor não teve o nome divulgado.

Jair Sampaio
Assalto » Caicó

CAICÓ: Usando facas da prateleira de um mercadinho, homem faz assalto e é preso

Começou cedo uma movimentação no setor policial na cidade de Caicó nessa terça feira, 21 de maio. Logo pela manha a polícia foi comunicada que havia um carro com queixa de roubo ao lado do terminal rodoviário, minutos depois foi avisada de um crime de assalto com uso de arma branca em um mercadinho no bairro Walfredo Gurgel.

O suspeito do crime, identificado como Ítalo, se passou por cliente e teve acesso às facas na prateleira do comércio, usando-as para praticar o roubo, tendo em seguida subtraído uma moto desse mesmo comércio para fugir. O indivíduo foi alcançado pela Polícia Militar na BR-427, ele fugia para Currais Novos, onde, segundo ele, reside.

O veículo estava abandonado desde a noite dessa segunda feira no terminal rodoviário de Caicó. Ítalo foi visto vendendo peças que podem ser do carro roubado, um Fiat Vivace com placas da cidade de Pendências-RN.

Blog Jair Sampaio
Caicó » Policial

CAICÓ: MPRN deflagra operação para investigar fraudes na coleta de lixo; ex-secretário e empresários são presos

Imagem cedida: Alexandre

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta terça-feira (14) a operação Máfia Capital. A ação apura fraudes na contratação de veículos, maquinário e pessoal para coleta de lixo na cidade de Caicó com o cometimento dos crimes de organização criminosa, fraude a licitações, peculato e corrupção ativa e passiva. Além do RN, a operação cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão nos Estados de São Paulo e Pernambuco. Um ex-secretário municipal de Caicó e dois empresários foram presos.

A operação Máfia Capital é desdobramento de três outras operações do MPRN: a Cidade Luz, deflagrada pelo MPRN em 2017 para investigar irregularidades no contrato de iluminação pública da Prefeitura de Natal, e as operações Blackout e Tubérculo, realizadas com os objetivos de apurar fraudes no contrato de iluminação pública da Prefeitura de Caicó.

A operação Máfia Capital foi deflagrada com o apoio da Polícia Militar potiguar e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) dos Ministérios Públicos do Rio Grande do Norte, de São Paulo e de Pernambuco. Promotores de Justiça e policiais militares cumprem os mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades de Caicó, Mossoró, Recife, Jaboatão dos Guararapes e São Paulo.

Jair Sampaio
Caicó » Diversos

CAICÓ: Recém-nascida é encontrada morta em lixão

Foto: Sidney Silva

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) confirmou o encontro do corpo de uma bebê recém-nascida em um lixão na cidade de Caicó, na região Seridó, no início da manhã desta quinta-feira (2) – nas proximidades da BR 427. De acordo com a Polícia Militar, o corpo foi encontrado por um catador. A Polícia Civil vai investigar o caso e tentar localizar a mãe da bebê.

Segundo o Itep, o corpo da menina ainda estava com o cordão umbilical, o que vai ajudar a perícia a identificar se ela nasceu morta (natimorta) durante algum procedimento de parto ou aborto (provocado ou natural), ou se foi morta após o nascimento e o corpo jogado no lixo.

Blog do BG / Blog Sidney Silva
Caicó » Morte » Saúde

Hospital esclarece sobre morte de paciente com suspeito de Meningite em Caicó

O Hospital Regional Do Seridó Telecila Freitas Fontes (HRSTFF) vem através deste meio, esclarecer a população sobre o óbito ocorrido ontem (28/04/19) pela manhã, nesta unidade hospitalar, por causa SUSPEITO de meningite bacteriana. A paciente deu entrada nesta Unidade Hospitalar na manhã da última quinta-feira (25/04/19), trazida por profissionais de saúde em uma ambulância do município de Jucurutu. Foi atendida pelo médico da urgência, que prontamente solicitou exames laboratoriais e de alta complexidade para serem realizados com urgência e encaminhou a paciente para o internamento.

O Hospital esclarece que não conseguiu isolar o tipo específico da bactéria, e que mesmo assim, foram tomadas todas as medidas cabíveis, inclusive em relação à situação epidemiológica. Foi administrado protocolo de tratamento específico por nossa equipe de profissionais que são devidamente preparados e capacitados. Realizamos esclarecimentos e quimioprofilaxia para todos os profissionais que manejaram diretamente com a paciente (inclusive os profissionais do município de Jucurutu) e familiares mais próximos.

A Meningite é uma inflamação das meninges, membranas que envolvem o sistema nervoso central no cérebro. É uma doença séria que pode ser fatal. A causa mais comum é uma infecção por bactérias, fungos ou vírus (mais frequentemente). Entre outros, o sintoma que mais chama a atenção para o problema é a rigidez na nuca.

O contágio se dá por vírus e bactérias causadoras da doença que podem ser transmitidos por gotículas via tosse, espirro, beijo ou compartilhamento de itens pessoais. Por isso, é importante evitar ficar muito próximo a pessoas portadoras de meningite.

Além disso, seguir algumas medidas básicas ajuda a prevenir a doença:

• Lave sempre as mãos. Elas são a principal porta de entrada para muitas doenças;

• Não compartilhe itens de uso pessoal com outras pessoas, como cigarro, copos ou escovas de dente;

• Permaneça sempre saudável, com sistema imunológico funcionando corretamente;

• Ao tossir ou espirrar, cubra a boca.

Deixamos aqui, nossos sinceros sentimentos de pesar a todos os familiares da paciente e que o tempo traga alívio para dor dessa perda irreparável.

Entenda o caso:

Uma senhora de 63 anos faleceu no Hospital Regional do Seridó, em Caicó, com suspeita de meningite. Residente em Jucurutu, 63 anos de idade, Maria José da Silva Lira, veio à óbito na manhã desse último domingo (28) no Hospital Regional do Seridó.

A familiar relatou que ela ”começou a sentir uma dor de cabeça segunda-feira, dia 22, teve febre, dor nas costas.. De quarta pra quinta ela não conseguia mais andar, teve delírios, e foi levada ao Hospital, ficando internada com suspeita de AVC, mas depois foi constatado que era meningite”, afirmou.

Jair Sampaio
Caicó » Policial

Sistema anti-roubo queimou R$ 1 milhão de um dos carros fortes incendiados em Caicó

Um dos carros fortes que foram atacados por bandidos fortemente armados na tarde dessa quarta feira no município de Caicó, trecho da RN-188, que dá acesso às cidades de São João do Sabugi-RN, São Mamede-PB e Patos-PB, queimou R$ 1 milhão em espécie devido o sistema anti-roubo contido no cofre do veículo.

“Um dos blindados carregava R$ 1 milhão, mas foi totalmente queimado, nem tem como a gente fazer nada, o próprio sistema ativa a espuma (àquela mesma que matou mais de 200 pessoas na Boate Kiss). Esse sistema não fica sob nosso controle, e caso de impacto ele é ativado automaticamente”, disse um vigilante.

Havia notas de dinheiro espalhadas em volta do segundo veículo (carro forte), mas todas queimadas, e por isso o pessoal da Prossegur não soube informar se o dinheiro foi subtraído. “Nesse carro, que foi o primeiro que eles estouraram, havia pouco dinheiro, e por isso não temos como precisar se foi totalmente roubado”.

Nessa madrugada de quinta feira, 14, por volta das 2 horas, a operação conjunta das polícias da Paraíba e do Rio Grande do Norte conseguiu reaver um dos veículos usados na ação criminosa. A Hilux na cor branca está à disposição da perícia do Itep na delegacia de Polícia Civil de Caicó. A operação continua.

Blog Jair Sampaio
Caicó » Carnaval » Saúde

Polícia Civil abre investigação após vitimas que dizem ter sido feridas com agulhas de seringas no Carnaval de Caicó prestarem queixa

A Polícia Civil abriu investigação para apurar denúncias de pessoas que dizem ter sido atacadas com agulhas de seringas durante o Carnaval de Caicó. Das 14 pessoas que foram atendidas pelo setor de emergência do Hospital Estadual Telecila Freitas Fontes, mais conhecido como Hospital Regional do Seridó, pelo menos duas delas procuraram a delegacia da cidade e prestaram queixa.

“Com a representação formal das vítimas, o inquérito certamente será instaurado”, afirmou o delegado Inácio Rodrigues, titular da Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN). Além disso, o delegado também confirmou que o hospital foi oficiado para mandar a relação das pessoas que receberam atendimentos relatando a violência. Até o momento, no entanto, ninguém foi preso em flagrante e ainda não há imagens que mostrem suspeitos.

Os atendimentos registrados no Hospital Regional do Seridó foram feitos no sábado (2), domingo (3) e segunda-feira (4). Nenhum caso foi registrado na terça (5) nem na manhã desta Quarta-feira de Cinzas (6), último dia de folia em Caicó.

Diretora-geral do Hospital Regional do Seridó, Maura Vanessa Sobreira disse ao G1 que as vítimas foram submetidas à profilaxia pós-exposição, que é uma medida de prevenção de urgência à exposição pelo HIV, hepatites virais e outras infecções sexualmente transmissíveis. “Todos deram resultado negativo”, ressaltou.

Ainda de acordo com a diretora, o hospital chegou a receber cerca de 20 pessoas dizendo terem sido furadas por agulhas. “Algumas afirmaram ter visto as seringas”, revelou. “Outras, porém, ao serem informadas que a medicação que receberiam poderia causar efeitos colaterais, como enjoo, por exemplo, se negaram a ser atendidas”, acrescentou.

G1
Caicó

CAICÓ: Mulher se joga da ponte na Zona Norte, segundo socorrista, já é a segunda vez

Uma mulher foi socorrida para o HRS após ter se jogado da ponte velha, local que dá acesso ao centro da cidade de Caicó para quem entra pela Zona Norte, na manhã dessa terça feira, 05 de março de 2019.

Um profissional em enfermagem prestou os primeiros socorros à vítima. Ao blog Jair Sampaio, ele disse que a vítima pulou da ponte porque deu vontade, e que esta seria a segunda vez que ela pratica tal ato.

“Isso aconteceu com ela há pelo menos seis meses, possou por fisioterapia e agora fez de novo”, contou o socorrista com exclusividade ao blog. Edivânia (vítima) chegou ao HRS sentindo braços e pernas.

“Ela mora na Barra Nova e saiu de casa dizendo que ia para igreja, de repente a gente vê esta triste notícia rodando por aí nas redes sociais, é lamentável, mas ela disse que pulou porque quis”, diz testemunha.

Edivânia tem 22 anos de idade. Vítima vai ficar hospitalizada para ser submetida a vários procedimentos clínicos, incluindo o Raio-X devido fortes dores na coluna. No hospital, ela disse que está arrependida.

O Corpo de Bombeiros, comando pelo Capitão Lima Verde, chegou rapidamente ao local, acionado por Márcio Socorrista, que passava por acaso. O Samu também foi acionado e transportou a vítima para o HRS.

Blog Jair Sampaio

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!