Arquivos:

Bombeiros » Rio Grande do Norte

Corpo de Bombeiros do RN trabalha só com 15% do efetivo necessário, diz comandante

O novo comandante do Corpo de Bombeiros no Rio Grande do Norte, coronel Luiz Monteiro da Silva, informou que o efetivo e a lei que regem a categoria estão defasados. Pela lei atual, o efetivo deveria ser de 1.065 homens e mulheres, mas o número nem chega a 550. Além disso, o coronel explica que a lei também está defasada e que o correto é um bombeiro a cada 100 mil habitantes, o que daria 3.700. Isso significa que o Estado trabalha com apenas 15% do que deveria ter em ação.

Segundo o comandante, que deu entrevista no programa Manhã Agora, apresentado pelo jornalista Tiago Rebolo, na rádio Agora FM (97,9), torna-se necessário modernizar a lei por conta do crescimento populacional.

“Infelizmente, o serviço oferecido à sociedade está aquém do que é necessário e hoje só conseguimos cobrir 5% do nosso litoral com guarda-vidas, que tem 410 quilômetros de praia. Só há corpo de bombeiros em Natal, Mossoró, Caicó, Pau dos Ferros e São Gonçalo do Amarante. A demanda reprimida é enorme e está em 60% e o serviço mais frequente que atendemos não é de incêndio, nem de desabamento, e sim a captura de abelhas”, detalhou o coronel.

O período de verão – no caso, alta temporada – requer mais atividades do corpo de bombeiros por causa dos incêndios florestais e dos acidentes automobilísticos com pessoas presas nas ferragens. Na questão das praias, já que só há postos de observação na Redinha, Praia dos Artistas, Ponta Negra, Búzios, Camurupim e Pipa, o ideal é contratar salva-vidas temporários para elevar o efetivo. “Só temos 40, porém, precisamos de mais, além de focarmos em ações educativas para evitarmos afogamentos”, disse o coronel.

Uma das medidas polêmicas que vem recaindo sobre o Corpo de Bombeiros é a taxa que vem sendo cobrada junto com o pagamento do Imposto sobre Veículos Automotores (IPVA), de R$ 25 para caminhões e carros e de R$ 15 para motos.

“O Ministério Público vem querendo derrubar esta cobrança, mas ela é constitucional. Nos estados em que ela é feita, a população paga com orgulho. O estado da Paraíba hoje é uma referência nacional e em Pernambuco foram arrecadados R$ 140 milhões. Aqui no Rio Grande do Norte precisávamos de R$ 300 mil para consertar máquinas e equipamentos e só tivemos R$ 100 mil ano passado. Resultado: tem muita coisa parada e que não pode funcionar”, lamentou o coronel Luiz Monteiro da Silva.

Bombeiros » Policial » Rio Grande do Norte

AUMENTO DO EFETIVO: Governador envia para AL nova Lei de Ingresso dos militares

Imagem: Divulgação

O governador Robinson Faria enviará para a Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (9), a nova Lei de Ingresso dos militares estaduais, atendendo a um pleito da secretária da Segurança do RN, Sheila Freitas, e dos comandantes da Polícia Militar (PMRN), coronel Osmar de Oliveira, e Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN), coronel Sócrates Vieira. (mais…)

Bombeiros » Concurso Público

BOMBEIROS: Exame de Capacidade Física do concurso de Oficial do CBM já tem data marcada

Imagem: ASSECOM/CBM

O Governo do Estado, por meio do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) e o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN), informam aos candidatos inscritos no Concurso Público para o cargo de Oficial Combatente (2º Tenente) que o Exame de Capacidade Física será realizado nos dias 7 e 8 de outubro de 2017. Nesta segunda-feira (25), o Governo do Estado divulgou o resultado preliminar da Avaliação Médica e Odontológica, que corresponde a 2ª fase do concurso para oficial do Corpo de Bombeiros Militar do RN. A lista com o resultado está disponível no site www.idecan.org.br (mais…)

Bombeiros » Reunião » Rio Grande do Norte

Agilizando as coisas: Corpo de Bombeiros do RN estuda medidas para tornar mais rápida a legalização de empreendimentos

O Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do RN, Coronel Elizeu Lisboa Dantas, reuniu-se na quarta (23), na sede do Comando Geral do CBMRN, em Natal, com o diretor superintendente do Sebrae-RN, José Ferreira de Melo Neto, secretário estadual de Tributação do RN, José Airton da Silva, e Irani Santos, Coordenadora de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, para discutir a efetivação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios no estado do RN. A Redesim é um sistema integrado que permite a abertura, fechamento, alteração e legalização de empresas em todas as Juntas Comerciais do Brasil, simplificando procedimentos e reduzindo a burocracia ao mínimo necessário.

De acordo com o Comandante, Coronel Elizeu, a reunião teve por objetivo esclarecer a participação dos Bombeiros no processo de construção da Redesim no RN, tendo em vista, que compete a Corporação, por meio do Serviço Técnico de Engenharia, realizar a análise de projetos e vistorias em edificações, nos aspectos relacionados à proteção contra incêndio e pânico, e, consequentemente, conceder as devidas liberações.

Segundo o diretor superintendente do Sebrae-RN, José Ferreira, a Redesim será administrada por um Comitê Gestor, composto por órgãos e entidades do governo federal, estadual e municipal, responsáveis pelo processo de registro e legalização dos empresários, sociedades empresárias e sociedades simples, tendo o Sebrae RN como um articulador.

Corporação aguarda a aprovação do novo Código de Segurança contra Incêndios pela Assembleia Legislativa do RN
O Governo do Estado, desde o dia 5 de maio de 2014, encaminhou para a Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei que regulamenta o novo Código de Segurança contra Incêndio e Pânico do RN. Participaram da elaboração do PL representantes do Sindicato da Indústria da Construção Civil, Conselho Regional de Engenharia Civil, além do Sebrae.

O documento consiste na atualização dos conceitos previstos no Decreto 6.576 de 03 de janeiro de 1975, tendo como inovação o estabelecimento de medidas que há três décadas não estavam ainda disponibilizadas pela tecnologia de equipamentos preventivos contra incêndio.

Dentre as mudanças estão a inclusão dos sistemas de detecção e alarme; o controle de fumaça e os sistemas de extinção por gases inertes, bem como as medidas de proteção passiva que não foram contempladas à época, entre elas o controle de materiais de revestimento e acabamento; a acessibilidade de veículos de combate a incêndio às edificações; a distância de segurança entre as edificações; a compartimentação horizontal e vertical e a exigência de equipes de intervenção (brigadas de incêndio).

A partir da implantação do Projeto de Lei somente as edificações com mais de 500m² serão obrigadas a apresentar projetos de combate a incêndio e controle de pânico para se regularizarem junto ao órgão. As edificações menores que 500m² ficam sujeitas somente a vistoria dos bombeiros. Assim, o estado passa a oferecer um tratamento diferenciado às micro e pequenas empresas e espera, com isso, uma maior procura, deste seguimento, em busca da regularização de suas edificações.

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!