Arquivos:

Bombeiros » Rio Grande do Norte

Corpo de Bombeiros do RN trabalha só com 15% do efetivo necessário, diz comandante

O novo comandante do Corpo de Bombeiros no Rio Grande do Norte, coronel Luiz Monteiro da Silva, informou que o efetivo e a lei que regem a categoria estão defasados. Pela lei atual, o efetivo deveria ser de 1.065 homens e mulheres, mas o número nem chega a 550. Além disso, o coronel explica que a lei também está defasada e que o correto é um bombeiro a cada 100 mil habitantes, o que daria 3.700. Isso significa que o Estado trabalha com apenas 15% do que deveria ter em ação.

Segundo o comandante, que deu entrevista no programa Manhã Agora, apresentado pelo jornalista Tiago Rebolo, na rádio Agora FM (97,9), torna-se necessário modernizar a lei por conta do crescimento populacional.

“Infelizmente, o serviço oferecido à sociedade está aquém do que é necessário e hoje só conseguimos cobrir 5% do nosso litoral com guarda-vidas, que tem 410 quilômetros de praia. Só há corpo de bombeiros em Natal, Mossoró, Caicó, Pau dos Ferros e São Gonçalo do Amarante. A demanda reprimida é enorme e está em 60% e o serviço mais frequente que atendemos não é de incêndio, nem de desabamento, e sim a captura de abelhas”, detalhou o coronel.

O período de verão – no caso, alta temporada – requer mais atividades do corpo de bombeiros por causa dos incêndios florestais e dos acidentes automobilísticos com pessoas presas nas ferragens. Na questão das praias, já que só há postos de observação na Redinha, Praia dos Artistas, Ponta Negra, Búzios, Camurupim e Pipa, o ideal é contratar salva-vidas temporários para elevar o efetivo. “Só temos 40, porém, precisamos de mais, além de focarmos em ações educativas para evitarmos afogamentos”, disse o coronel.

Uma das medidas polêmicas que vem recaindo sobre o Corpo de Bombeiros é a taxa que vem sendo cobrada junto com o pagamento do Imposto sobre Veículos Automotores (IPVA), de R$ 25 para caminhões e carros e de R$ 15 para motos.

“O Ministério Público vem querendo derrubar esta cobrança, mas ela é constitucional. Nos estados em que ela é feita, a população paga com orgulho. O estado da Paraíba hoje é uma referência nacional e em Pernambuco foram arrecadados R$ 140 milhões. Aqui no Rio Grande do Norte precisávamos de R$ 300 mil para consertar máquinas e equipamentos e só tivemos R$ 100 mil ano passado. Resultado: tem muita coisa parada e que não pode funcionar”, lamentou o coronel Luiz Monteiro da Silva.

Bombeiros » Policial » Rio Grande do Norte

AUMENTO DO EFETIVO: Governador envia para AL nova Lei de Ingresso dos militares

Imagem: Divulgação

O governador Robinson Faria enviará para a Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (9), a nova Lei de Ingresso dos militares estaduais, atendendo a um pleito da secretária da Segurança do RN, Sheila Freitas, e dos comandantes da Polícia Militar (PMRN), coronel Osmar de Oliveira, e Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN), coronel Sócrates Vieira. (mais…)

Bombeiros » Concurso Público

BOMBEIROS: Exame de Capacidade Física do concurso de Oficial do CBM já tem data marcada

Imagem: ASSECOM/CBM

O Governo do Estado, por meio do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) e o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN), informam aos candidatos inscritos no Concurso Público para o cargo de Oficial Combatente (2º Tenente) que o Exame de Capacidade Física será realizado nos dias 7 e 8 de outubro de 2017. Nesta segunda-feira (25), o Governo do Estado divulgou o resultado preliminar da Avaliação Médica e Odontológica, que corresponde a 2ª fase do concurso para oficial do Corpo de Bombeiros Militar do RN. A lista com o resultado está disponível no site www.idecan.org.br (mais…)

Bombeiros » Reunião » Rio Grande do Norte

Agilizando as coisas: Corpo de Bombeiros do RN estuda medidas para tornar mais rápida a legalização de empreendimentos

O Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do RN, Coronel Elizeu Lisboa Dantas, reuniu-se na quarta (23), na sede do Comando Geral do CBMRN, em Natal, com o diretor superintendente do Sebrae-RN, José Ferreira de Melo Neto, secretário estadual de Tributação do RN, José Airton da Silva, e Irani Santos, Coordenadora de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, para discutir a efetivação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios no estado do RN. A Redesim é um sistema integrado que permite a abertura, fechamento, alteração e legalização de empresas em todas as Juntas Comerciais do Brasil, simplificando procedimentos e reduzindo a burocracia ao mínimo necessário.

De acordo com o Comandante, Coronel Elizeu, a reunião teve por objetivo esclarecer a participação dos Bombeiros no processo de construção da Redesim no RN, tendo em vista, que compete a Corporação, por meio do Serviço Técnico de Engenharia, realizar a análise de projetos e vistorias em edificações, nos aspectos relacionados à proteção contra incêndio e pânico, e, consequentemente, conceder as devidas liberações.

Segundo o diretor superintendente do Sebrae-RN, José Ferreira, a Redesim será administrada por um Comitê Gestor, composto por órgãos e entidades do governo federal, estadual e municipal, responsáveis pelo processo de registro e legalização dos empresários, sociedades empresárias e sociedades simples, tendo o Sebrae RN como um articulador.

Corporação aguarda a aprovação do novo Código de Segurança contra Incêndios pela Assembleia Legislativa do RN
O Governo do Estado, desde o dia 5 de maio de 2014, encaminhou para a Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei que regulamenta o novo Código de Segurança contra Incêndio e Pânico do RN. Participaram da elaboração do PL representantes do Sindicato da Indústria da Construção Civil, Conselho Regional de Engenharia Civil, além do Sebrae.

O documento consiste na atualização dos conceitos previstos no Decreto 6.576 de 03 de janeiro de 1975, tendo como inovação o estabelecimento de medidas que há três décadas não estavam ainda disponibilizadas pela tecnologia de equipamentos preventivos contra incêndio.

Dentre as mudanças estão a inclusão dos sistemas de detecção e alarme; o controle de fumaça e os sistemas de extinção por gases inertes, bem como as medidas de proteção passiva que não foram contempladas à época, entre elas o controle de materiais de revestimento e acabamento; a acessibilidade de veículos de combate a incêndio às edificações; a distância de segurança entre as edificações; a compartimentação horizontal e vertical e a exigência de equipes de intervenção (brigadas de incêndio).

A partir da implantação do Projeto de Lei somente as edificações com mais de 500m² serão obrigadas a apresentar projetos de combate a incêndio e controle de pânico para se regularizarem junto ao órgão. As edificações menores que 500m² ficam sujeitas somente a vistoria dos bombeiros. Assim, o estado passa a oferecer um tratamento diferenciado às micro e pequenas empresas e espera, com isso, uma maior procura, deste seguimento, em busca da regularização de suas edificações.

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!