Arquivos:

Bolsonaro Presidente » Saúde

Bolsonaro mantém boa evolução clínica e Presidência divulga 1ª foto após cirurgia

Um dia após deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Israelita Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) mantém boa evolução clínica, segundo boletim médico divulgado nesta quinta-feira (31).

O presidente passou por uma cirurgia para a retirada de uma bolsa de colostomia e a ligação entre o intestino delgado e parte do intestino grosso na segunda-feira (28).

De acordo com o boletim, ele não apresenta febre ou outros sinais de infecção. “Não há disfunções orgânicas e os exames laboratoriais estão estáveis. Continua em jejum oral, recebendo os nutrientes por via endovenosa. Estão sendo mantidas as medidas de prevenção de trombose venosa e realizados exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e um período de caminhada fora do quarto. Por ordem médica, o paciente segue com visitas restritas”.

Em coletiva do porta-voz, Otávio do Rêgo Barros, disse que o presidente está tentando se manter sem falar, mas a recomendação médica é difícil de ser acolhida por Bolsonaro. “O presidente é difícil, ele está falando já. A despeito do médico dizer para ele ficar calado, ele já está falando.”

“Hoje ele despachou tête-à-tête com o doutor João. Eu diria que ele vem tentando se adaptar-se à essa recomendação, mas o espírito dele é liderar pelo exemplo, pela conversa, pela convicção daquilo que vem pondo aos seus ministros. Eu tenho de reconhecer que é difícil e ainda ele se domina nessa questão de falar, mas tem procurado atender aos ditames que os médicos lhe impõem”, completou.

Sobre a melhora do quadro clínico de Bolsonaro e a possibilidade de ele já ter conversado com algum ministro, Barros disse que o presidente “não fez videoconferência e ao menos que eu saiba ele não conversou com ministros hoje. Mas no próprio quarto já conversa com a esposa, com os filhos e assessores.”

Ele falou também sobre a possibilidade de agenda do presidente com ministros. “Não há previsão, amanhã ao menos não há previsão até porque o ambiente está redirecionado para Brasília por conta do Congresso. A posteriori, no sábado ou domingo vamos avaliar essa necessidade. O presidente está evoluindo muito bem e nós temos a esperança que a semana que ele possa decolar de pronto para Brasília.”

O presidente ainda segue sem se alimentar por via oral. “Isso é natural, é do processo, ele continua com a alimentação endovenosa, posteriormente passa para a líquida, posteriormente para a pastosa e depois para o sólido. O quando nós ainda não temos, obviamente vai depender de avaliações do médico para o estado clínico do presidente”, disse.

Na manhã de quarta-feira, Bolsonaro reassumiu a Presidência da República após ficar dois dias afastado das funções por conta da operação. Ele vai despachar de um escritório que foi montado no mesmo andar onde está internado. A previsão é que ele tenha alta no fim da próxima semana.

“Naturalmente nós tentaremos evitar que esse despacho se faça de maneira rotineira, que venha a cansá-lo. Afinal, é um homem que passou pela terceira cirurgia”, afirmou o porta-voz Barros.

G1
Bolsonaro Presidente

Família Real envia mensagem a Bolsonaro lamentando tragédia em MG

A rainha do Reino Unido, Elizabeth II, enviou uma mensagem para o presidente da República, Jair Bolsonaro, solidarizando-se com os brasileiros que perderam entes queridos no desastre de Brumadinho (MG). A mensagem foi divulgada nesta quinta-feira (31), no Twitter da família real.

“Nossos pensamentos e orações estão com todos aqueles que perderam entes queridos e aqueles cujos lares e meios de subsistência foram afetados”, diz Elizabeth II em nota. “O príncipe Philip e eu ficamos profundamente tristes ao saber da devastação e da perda de vidas causadas pela barragem rompida em Brumadinho”.

De acordo com o último balanço divulgado à imprensa, a tragédia deixou 99 pessoas mortas, das quais 57 foram identificadas. Também estão confirmadas 395 pessoas localizadas e 257 desaparecidas.

Nesta sexta-feira, a Justiça do Trabalho autorizou um novo bloqueio de R$ 800 milhões da mineradora Vale, responsável pela barragem que se rompeu em Brumadinho.

Agência Brasil
Bolsonaro Presidente

Bolsonaro sentou em poltrona e fez fisioterapia respiratória e motora, diz boletim médico

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) sentou em uma poltrona e fez fisioterapia respiratória e motora na tarde desta terça-feira (29), no Hospital Albert Einstein, segundo boletim médico divulgado pelo centro médico.

Bolsonaro foi operado na manhã de segunda-feira (28) para retirada da bolsa de colostomia. Foi feita também uma ligação entre o intestino delgado e parte do intestino grosso do presidente.

O presidente passou a maior parte do dia sentado, fez fisioterapia motora, “uma espécie de bicicleta com as pernas, ainda deitado na cama, e exercícios respiratórios”, segundo o porta-voz da Presidência, Coronel Rêgo Barros. Ele esteve acompanhado da mulher Michelle e o filho Carlos Bolsonaro.

Veja a íntegra do boletim médico:
“O excelentíssimo Presidente da República, Jair Bolsonaro, manteve-se estável durante o dia, sem sangramentos ou qualquer outra complicação. Permanece em jejum oral, recebendo analgésicos e hidratação endovenosa. À tarde sentou em poltrona e realizou fisioterapia respiratória e motora com bom desempenho. Por ordem médica, as visitas são restritas”, diz o boletim assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo (cirurgião), Leandro Echenique (clínico e cardiologista) e Miguel Cendoroglo (diretor Superintendente do Hospital Israelita Albert Einstein).

De volta à Presidência
O porta-voz Coronel Rêgo Barros disse que Bolsonaro reassumirá o cargo de presidente na manhã desta quarta-feira (30) e vai despachar de dentro do hospital. Foi montado um escritório no Hospital Albert Einstein para que o presidente possa trabalhar.

“A partir de amanhã, às 7h, o presidente reassume a Presidência da República. A despeito de algumas das restrições, ele já se encontrará amanhã em condições. Naturalmente nós tentaremos evitar que esse despacho se faça de maneira rotineira que venha a cansá-lo. Afinal, é um homem que passou pela terceira cirurgia”, afirmou o porta-voz.

Segundo Rêgo Barros, Bolsonaro poderá receber ministros. “Esperamos que os ministros, a partir de amanhã, tenham a possibilidade de despachar com o presidente. Não que necessariamente assim o façam.”

O vice-presidente Hamilton Mourão assumiu a Presidência desde o início da cirurgia e iria permanecer no cargo por 48 horas.

Bolsonaro Presidente » Saúde

Presidente Jair Bolsonaro segue na UTI e recebe familiares e assessores

Após passar por uma cirurgia de sete horas para retirada da bolsa de colostomia na segunda-feira, 28, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) continua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Albert Einstein. No local, ele recebe desde a segunda-feira familiares e assessores. Pelas condições humanizadas da estrutura, Bolsonaro deve ficar na UTI até o fim da internação, segundo sua assessoria.

A indicação médica é que Bolsonaro permaneça em repouso maior até esta quarta-feira, 30, quando está prevista a vinda de outros ministros para a capital paulista. Por enquanto, o único que acompanha o presidente no hospital é o chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno.

Um boletim médico com atualizações sobre o quadro de saúde de Bolsonaro deve ser divulgado no fim da manhã desta terça-feira, 29. Até a noite de segunda, o presidente estava consciente e sem dor. Não há informação que altere a situação até o momento, de acordo com a assessoria de imprensa do Planalto. O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, deve conceder uma entrevista coletiva no fim da tarde.

Agora RN
Bolsonaro Presidente » Saúde

Bolsonaro deverá ter alta médica em dez dias, diz porta-voz

O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, disse hoje (28) que o presidente Jair Bolsonaro deverá ter alta médica em dez dias. Ele confirmou que Bolsonaro ficará em descanso total por 48 horas, retornando às atividades na quarta-feira (30) por volta das 10h. Neste período, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, exercerá a Presidência da República.

Rêgo Barros disse que a cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal ocorreu com “êxito” e que está “otimista” com a recuperação. Segundo ele, acompanham o presidente os filhos Carlos, Eduardo e Renan, além da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Após sete horas de cirurgia, o presidente foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e se encontra “clinicamente estável, consciente, sem dor, recebendo medidas de suporte clínico, prevenção de infecção e de trombose venosa profunda”.

A cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal, a que foi submetido o presidente, segundo o porta-voz, não teve intercorrências nem necessidade de transfusão de sangue.

No procedimento foi feita a reconstrução do trânsito intestinal e extensa lise de aderências decorrentes das duas cirurgias anteriores, conforme o boletim. “Foi realizada anastomose do íleo com o cólon transverso, que é a união do intestino delgado com o intestino grosso”, detalhou o hospital.

Agência Brasil
Bolsonaro Presidente » Saúde

Cirurgia de Bolsonaro termina ‘com êxito’ após quase 9h em SP

A cirurgia a que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi submetido nesta segunda-feira (28) terminou nesta tarde após quase nove horas de duração. Segundo o Palácio do Planalto, a cirurgia foi realizada “com êxito”.

“O boletim médico será divulgado tão logo seja autorizado pela equipe médica. Às 17h haverá briefing à imprensa com o porta-voz da Presidência da República, general Rego Barros, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo”, diz a nota do Palácio.

Bolsonaro começou a ser submetido ao procedimento médico às 6h30 desta segunda-feira, segundo a assessoria de imprensa da Presidência. A cirurgia era necessária para retirar a bolsa de colostomia e religar o trânsito intestinal. A recuperação deve demorar dez dias.

Nos últimos meses, desde que foi atingido por uma facada durante ato de campanha em setembro do ano passado, Bolsonaro ficou com uma bolsa de colostomia junto ao corpo. Este é um procedimento que encaminha as fezes e os gases do intestino grosso para uma bolsa fora do corpo, na região abdominal.

A cirurgia

A cirurgia foi comandada pelo gastroenterologista Antonio Luiz Macedo. Segundo apurou o Fantástico, dois tipos de procedimentos poderiam ser adotados pelos médicos.

A primeira possibilidade era unir as duas pontas do intestino grosso que foram separadas para a colocação da bolsa – a fixação pode ser feita com sutura – agulha e linha cirúrgicas – ou com um grampeador cirúrgico.

A segunda possibilidade seria cortar uma parte de 20 centímetros do intestino grosso e ligar a outra ponta diretamente ao intestino delgado, que tem mais irrigação sanguínea do que o intestino grosso. Quanto mais sangue circulando, mais fácil e rápida é a cicatrização. Esse segundo procedimento era o mais provável, porque ajuda a prevenir complicações futuras.

O hospital ainda não informou qual procedimento foi usado na cirurgia de Bolsonaro.

Gabinete no hospital

De acordo com o Palácio do Planalto, o vice-presidente Hamilton Mourão assumiu a Presidência desde o início da cirurgia e deverá permanecer no cargo por 48 horas. Depois desses primeiros dois dias, Bolsonaro deverá reassumir o cargo e despachar de dentro do hospital.

Foi montado um escritório no mesmo andar onde Bolsonaro está internado para que ele possa receber ministros.

Bolsonaro Presidente

Cirurgia de Bolsonaro está confirmada para esta segunda-feira

Foram normais os resultados da avaliação clínica pré-operatória, exames laboratoriais e de imagem feitos pelo presidente Jair Bolsonaro na tarde de ontem (27), segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein, na capital paulista, onde deu entrada na manhã deste domingo e passará por cirurgia para a retirada da bolsa de colostomia e reconstrução do trânsito intestinal.

A cirurgia está confirmada para a manhã desta segunda-feira (28). No procedimento, ocorrerá a retirada da bolsa de colostomia, que o presidente passou a usar desde setembro do ano passado após ter sofrido uma facada.

O general Otávio Santana do Rêgo Barros, porta-voz da Presidência da República, informou que o presidente Jair Bolsonaro está “muito animado” com os resultados dos exames pré-operatórios. A declaração foi dada em entrevista coletiva no hospital,

“Amanhã com toda certeza o êxito da cirurgia fará com que ele possa desencadear suas atividades de presidente da República da melhor forma possível”, disse o general. No período de 48 horas depois da cirurgia, o vice-presidente Hamilton Mourão assumirá interinamente a presidência.

Passado esses dois primeiros dias, Bolsonaro voltará ao trabalho ainda no hospital. “Ao lado do quarto onde o presidente estará a realizar sua recuperação, existe um dispositivo montado pelo gabinete de Segurança Institucional com todo o equipamento, com toda possibilidade técnica que permita que ao presidente daqui orientar seus ministros e seus órgãos e até mesmo mediante autorização dos médicos receber para despacho os ministros que venham de Brasília”, explicou Barros.

Bolsonaro foi esfaqueado em um ato de campanha, em Juiz de Fora, no dia 6 de setembro. A facada atingiu o intestino e o então candidato foi submetido a duas cirurgias, uma na Santa Casa de Juiz de Fora e outra no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A bolsa de colostomia utilizada por ele por cerca de quatro meses funciona como um intestino externo e possibilita a recuperação do intestino grosso e delgado.

Agência Brasil
Bolsonaro Presidente » Brumadinho » Tragédia

Bolsonaro diz que rompimento poderia ser evitado e que caso pode ser mais grave do que se espera

Em entrevista a uma rádio de Brumadinho, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o rompimento da barragem da cidade poderia ser evitado. “A gente lamenta profundamente o ocorrido, a gente sabe que, a princípio, esse tipo de acidente pode ser evitado sim, nós temos só em MG em torno de 450 represas que acumulam esses resíduos aí que vêm da mineração”, afirmou.

Bolsonaro voltou a lamentar o rompimento de uma barragem e disse que gravidade do caso pode ser superior à esperada. “Dado o ocorrido, lamentamos mais uma vez e há a possibilidade sim de ser mais grave do que se está pensando porque atingiu sim o reservatário de funcionários da Vale”, afirmou em entrevista à Rádio Regional de Brumadinho 87.9 FM.

Segundo ele, o desastre ocorrido em Mariana em 2015, quando uma barragem de mineração se rompeu, deveria servir de alerta para evitar novos casos. “Ficaremos antenados 24 horas por dia para prestar informações, para colher informações também, de modo que nós possamos minimizar mais essa tragédia depois da de Mariana, que a gente esperava que não tivesse uma outra até por uma questão de servir de alerta aquela”, disse o presidente.

Ao ser indagado sobre o futuro da mineração diante do impacto ambiental da tragédia, Bolsonaro evitou listar culpados, mas disse que caberia à Vale “se antecipar a problemas”.

“A administração da Vale do Rio Doce não tem nada a ver com o governo federal. Apenas cabe a nós a fiscalização por parte do Ibama, que é um órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, e buscar meios para se antecipar a problemas, mas esses meios partem primeiramente da empresa que executa a obra”, afirmou.

folhape.com
Bolsonaro Presidente

Está tudo certo para a cirurgia de Bolsonaro, diz médico

Está “tudo certo” para a cirurgia do presidente Jair Bolsonaro, na segunda-feira, 28, afirmou ao Broadcast Político, plataforma de notícias em tempo real do Grupo Estado, o cirurgião Antonio Luiz de Vasconcellos Macedo, que vai comandar a equipe que realizará o procedimento para retirada da bolsa de colostomia, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

A cirurgia, de acordo com o médico, será realizada pela manhã. Procedimentos como esse levam de três a quatro horas, afirmou. No domingo, 27, Bolsonaro viaja à capital paulista para exames pré-operatórios. “Está tudo bem com ele, está tudo perfeito com ele. Ele está muito bem”, relatou o cirurgião.

Três cirurgiões, dois anestesistas e uma instrumentadora irão executar o procedimento. Ao lado de Macedo, estarão responsáveis pela cirurgia outros dois gastroenterologistas: os médicos Julio Gozani e Rodolfo Di Dario.

O período de recuperação, declarou Macedo, só será possível prever após o procedimento. “Quando terminarmos a cirurgia, podemos emitir um boletim e explicar quantos dias demora a recuperação. Depende muito, não tem nada previsível”, disse.

Estadão Conteúdo
Bolsonaro Presidente

Bolsonaro desembarca em Brasília após viagem de quatro dias à Suíça

Após passar os últimos quatro dias na Suíça, o presidente Jair Bolsonaro desembarcou na Base Aérea de Brasília pouco depois das 6h da manhã desta sexta-feira (24).

Na primeira viagem internacional como presidente da República, Bolsonaro participou do Fórum Econômico Mundial, em Davos.

Durante a participação no fórum, Bolsonaro afirmou que quer “abrir” a economia brasileira e atrair investidores estrangeiros para o país.

Bolsonaro disse, ainda, que quer tornar o Brasil um dos 50 melhores países para investimentos –atualmente, o Brasil está em 109º lugar, conforme relatório do Banco Mundial.

Enquanto o presidente esteve na viagem, o vice, Hamilton Mourão, comandou o país. Nos últimos quatro dias, Mourão foi a eventos, concedeu entrevistas coletivas à imprensa e assinou medidas de governo.

Agenda desta sexta
De acordo com a agenda oficial de Bolsonaro prevista para esta sexta, divulgada pela Secretaria de Comunicação, o presidente terá os seguintes compromissos:

  • 10h: Onyx Lorenzoni, ministro da Casa Civil;
  • 14h: Fernando Azevedo, ministro da Defesa;
  • 15h: Santos Cruz, ministro da Secretaria de Governo;
  • 15h30: Santos Cruz, ministro da Secretaria de Governo, e Marcos Rocha, governador de Rondônia.
G1

Últimos Eventos

06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!