Arquivos:

Acidente aéreo

Polícia encerra buscas por avião que transportava o jogador Emiliano Sala

Emiliano Sala assinou contrato com o Cardiff por três anos e meio. Foto: Divulgação Cardiff

A polícia da ilha de Guernsey, no Reino Unido, encerrou nesta quinta as buscas pelo avião que transportava o jogador Emiliano Sala da cidade de Nantes, na França, para Cardiff, no País de Gales. O comunicado foi feito por meio de redes sociais.

De acordo com as autoridades políciais, o território do Canal da Mancha foi totalmente rastreado e não foi encontrado nenhum vestígio da aeronave.

A polícia declarou que o caso seguirá aberto, mesmo com as buscas encerradas. Além disso, todos os navios e aeronaves que percorrem diariamente a área receberam a orientação manter um olhar atento a qualquer vestígio do avião.

O Capitão do Porto de Guernsey, David Barker chegou a levantar quatro hipóteses para o desaparecimento do avião. Uma delas era que ele quebrou ao se colidir com o mar e os dois passageiros, atleta e piloto, caíram nas águas geladas do canal que liga a França ao Reino Unido.

No comunicado, Barker fala sobre as chances de sobrevivência de Emiliano Sala e do pilot David Ibbotson. “As chances de sobrevivência, a este ponto, são extremamente remotas.”

Buscas

A polícia começou a procura já na segunda-feira, quando o avião “PA Malibu” perdeu contato com a Guarda Costeira de Guernsey, às 18h23 (horário de Brasília). Segundo o comunicado, uma aeronave de porte leve tinha sumido do radar a aproximadamente 15 milhas ao norte de Guernsey.

Foram mais de 24 horas de procura contínua, com 80 horas de voo combinadas em três aviões e cinco helicópteros. Dois botes salva-vidas estiveram envolvidos e parte da ilha Burhou foi verificado a pé. Imagens de satélite e dados de celulares foram também analisados.

Família dos desaparecidos

Antes de anunciar publicamente, a polícia da pequena ilha no Reino Unido informou aos parentes mais próximos do jogador e do piloto sobre a decisão de parar as buscas.

“Meus pensamentos vão para a família do piloto e passageiro neste momento tão difícil”, afirmou David Barker.

Áudio

O jornal argentino “Clarín” publicou um áudio em que Emiliano relatava as condições precárias do avião para companheiros de time. “Irmão, estou morto. Estive aqui em Nantes fazendo coisas, coisas, coisas, coisas e coisas… Não termina, não termina, não termina. De modo que estou aqui em cima em um avião que está por cair aos pedaços. Se em uma hora e meia não tiverem notícias minhas, não sei se vão mandar me procurar… Se vão me encontrar… Papai, que medo tenho”, desabafou.

Despedida em Nantes e viagem para Cardiff

O atacante havia se apresentado ao Cardiff City na última sexta-feira (18) pela manhã para exames médicos. Os testes físicos foram concluídos à tarde. O clube, porém, optou por não escalar o jogador para a partida de sábado, contra o Newcastle. No norte da Inglaterra, a equipe galesa perdeu por 3 a 0.

Sala foi apresentado à imprensa na noite de sexta e posou para fotos segurando a camisa do Cardiff cercado por torcedores do lado de fora do estádio da equipe.

Como havia sido dispensado dos treinamentos do Cardiff até terça-feira, Sala voou de volta a Nantes para resolver assuntos pessoais e se despedir dos amigos e colegas no time francês.

Em seus posts mais recentes no Twitter e no Instagram, na segunda-feira, Sala aparece se despedindo de seus companheiros do Nantes.

R7
Acidente aéreo » Notícias

Avião cai e mata duas pessoas na pista do aeroporto de Aragarças, GO

Avião caiu na pista do aeroporto de Aragarças, em Goiás (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Os pilotos Elderan Mendes de Oliveira, de 37 anos, e Luciano Amorim Alves, de 21 anos, morreram no sábado (1°) após o avião em que eles estavam cair, na pista do aeroporto de Aragarças, na região sudoeste de Goiás. De acordo com a Polícia Civil, o acidente aconteceu no momento em que a aeronave fazia a decolagem. Segundo o delegado Ricardo Galvão, testemunhas relataram que o motor parou de funcionar no ar.

Ele afirmou ao G1 que o avião já havia apresentado problemas dias antes do acidente. “Eles fizeram a decolagem do avião. O avião por algum motivo falhou o motor. Pela apuração preliminar que fizemos, o motor do avião tinha dado problema dias anteriores, eles arrumaram e foram utilizar o avião ontem. Testemunhas dizem que o motor desligou ainda no ar e o avião caiu na pista”, disse

O acidente aconteceu por volta das 18h do sábado. Conforme relatou o delegado, o avião é do tipo ultraleve, destinado para fins experimentais.

Após a queda, o Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar os corpos e a área foi isolada pela Polícia Militar.

Segundo o delegado, pilotos que estavam no aeroporto disseram que, como o motor parou de funcionar, é possível que a tripulação não tenha conseguido fazer as manobras necessárias. “Eles me disseram que a manobra correta a ser executada seria o avião ir em linha reta por local ermo, mas com o motor desligado e não teve força para operar desta forma”, contou.

Os corpos dos pilotos estão sendo velados juntos em uma casa de velórios de Barra do Garças . O enterro deve acontecer às 17h, no cemitério da cidade.

O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da Força Aérea Brasileira (FAB), responsável pela apuração do acidente e aguarda o posicionamento do órgão sobre o ocorrido.

Luciano Amorim e Ederan Mendes morreram após queda de avião em Goiás (Foto: Reprodução/Facebook)

G1 GO
Acidente aéreo » Política

JANAÍNA PASCHOAL: “Esse acidente precisa ser mais investigado do que qualquer outro”

Em seu Twitter, a advogada Janaína Paschoal comentou a queda do acidente de avião em Paraty (RJ) que levava, entre outros passageiros, Teori Zavascki, o ministro do STF e relator da Lava Jato.”Esse acidente precisa ser mais investigado que qualquer outro”, disse Janaína. “Toda vida é valiosa, mas o papel do Ministro Teori é muito significativo”.

Acidente aéreo » Notícias

Bombeiros encontram destroços de helicóptero que caiu próximo a Jundiaí

Segundo informações preliminares do Corpo de Bombeiros, sete pessoas estavam a bordo da aeronave; FAB não confirma.

Segundo informações preliminares do Corpo de Bombeiros, sete pessoas estavam a bordo da aeronave; FAB não confirma.

O Corpo de Bombeiros encontrou, na manhã desta segunda-feira (27), os destroços de um helicóptero que caiu enquanto passava pela área da Serra do Japi, na manhã do último domingo (26), na região de Judiaí, próximo ao pedágio da Rodovia Bandeirantes, no sentido interior de São Paulo. Em nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) não confirmou a quantidade de tripulantes, mas afirmou que não há sobreviventes.

“Em função das condições de visibilidade e das características geográficas da região, foi deslocado um helicóptero Águia da Polícia Militar de São Paulo para o local, que confirmou que se tratava dos destroços da aeronave desaparecida e que, lamentavelmente, não há sobreviventes”, diz nota da FAB.

De acordo com informações preliminares do Corpo de Bombeiros, a aeronave decolou do aeroporto de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, às 7h56, com destino a Americana (SP).

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, a comandante teria feito o último contato com a torre de controle quando passava pela região de Jundiaí.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) afirmou que a documentação da aeronave estava em dia. O monomotor tem capacidade para 6 pessoas, incluindo o piloto.

No domingo, as buscas foram suspensas por conta da neblina na região. Diversas equipes de resgate iniciaram trabalhos na busca por mais informações do incidente nesta segunda-feira (27).

iG
Acidente aéreo

Aeronave cai em Florianópolis; duas pessoas estão desaparecidas

Bombeiros avistaram destroços e manchas de óleo no mar (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Bombeiros avistaram destroços e manchas de óleo no mar (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Uma aeronave de pequeno porte caiu pouco depois de decolar do Aeroporto Hercílio Luz, emFlorianópolis, na madrugada desta segunda-feira (1º). Destroços foram encontrados no mar perto da Ilha do Campeche no início da manhã.

A aeronave decolou às 5h15 e caiu aproximadamente três minutos depois, a seis milhas do aeroporto, conforme os bombeiros.

O sistema de controle aéreo da Aeronáutica acionou o Corpo de Bombeiros por volta das 5h30. Em sobrevoo, os bombeiros avistaram do helicóptero Arcanjo destroços e manchas de óleo no mar. Mergulhadores do Corpo de Bombeiros e embarcações da Marinha também fazem buscas nesta manhã.

Os Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA V) irá investigar as causas do acidente.

Bombeiros encontraram destroços no mar (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Bombeiros encontraram destroços no mar (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Globo.com
Acidente aéreo » Eduardo Campos » Notícias

Família de Eduardo Campos pede análise aprofundada de relatório sobre acidente

Após a apresentação do relatório sobre o acidente de avião que matou o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, o advogado da família divulgou nota em que defende uma “aprofundada análise” do documento e lamenta o fato de a Aeronáutica não ter usado um simulador de voo para auxiliar nas investigações da tragédia.

O relatório foi divulgado ontem(19) pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). “A família sente a necessidade de uma aprofundada análise do relatório do Cenipa. Mas, de pronto, lamenta que não tenha sido feito o teste com o simulador de voo”, diz a nota. Para a família de Campos, que era candidato à Presidência da República, o uso de um simulador de voo nas mesmas condições do dia do acidente seria importante para auxiliar a investigação.

De acordo com tenente-coronel Raul de Souza, da equipe de investigação do Cenipa, foram feitas tentativas junto à empresa fabricante do avião para realizar a simulação, mas não houve resposta. “Poderíamos ter acrescentado ou afastado algumas hipóteses [para o acidente]”, reconheceu o oficial.

Agência Brasil
Acidente aéreo » Eduardo Campos » Notícias

FAB apresenta relatório final do acidente de Eduardo Campos

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que irá apresentar, hoje (19), o relatório final da investigação do acidente com a aeronave PR-AFA, que caiu na cidade de Santos (SP), no dia 13 de agosto de 2014, matando, entre outros passageiros e tripulantes, o ex-governador de Pernambuco e então candidato à presidência da República, Eduardo Campos.

A FAB informou, através de um comunicado oficial, que o chefe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), brigadeiro do ar Dilton José Schuck, o investigador encarregado, tenente-coronel aviador, Raul de Souza, e o investigador do fator operacional, major aviador Carlos Henrique Baldin, receberão a imprensa, às 15h30, para apresentar o relatório final das investigações do acidente com o avião modelo Cessna 560XL, prefixo PR-AFA. A coletiva de imprensa, segundo a FAB, será realizada no auditório do Cenipa, localizado na SHIS QI 05, área especial 12 – Lago Sul, em Brasília.

A aeronave decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, no dia 13 de agosto de 2014, às 9h21. Ao chegar no espaço aéreo de Santos, o piloto tentou pousar na Base Aérea, mas, por causa do mau tempo, afirmou não ter visibilidade da pista e arremeteu. Minutos depois o avião com Campos e mais seis pessoas caiu na Rua Vahia de Abreu, perto das avenidas Conselheiro Nébias e Dr. Washington Luís, no bairro Boqueirão, matando todos os passageiros.

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!