Carnaval » Currais Novos

ARRASTÃO DO BOI: Muita cultura e diversão na primeira noite do carnaval 2016

Com o tema “Sede de Cultura”, e movido a músicas de marchinhas, frevo e muita animação, se deu a quarta edição do Arrastão do Boi pelas ruas de Currais Novos.

Todos os dias a concentração acontecerá na Praça da Rodoviária, a partir das 18h, com saída programada para as 19h, puxado pela orquestra de frevo. Na segunda-feira (8), acontecerá o tradicional e divertido “Dia do Contrário”.

O percurso segue o mesmo do ano passado. A venda de camisa segue em frente a Casa de Cultura, ao valor de R$ 25,00. Toda a renda será revertida para a realização do evento.

O Arrastão
Nas três primeiras edições, a festa carnavalesca em Currais Novos não teve registrado um único caso de violência. “A ideia da organização é tornar o Arrastão do Boi, um produto diferenciado na região, onde as famílias possam curtir a festa sem se preocupar com a violência, ou mesmo com a exploração, comuns em cidades que promovem carnaval”, disse João Antônio, autor da identidade visual desse ano e um dos organizadores da festa de momo na “princesa do Seridó”.

A falta de apoio continua sendo a grande dificuldade para organizar os quatro dias de festa: “Sabemos que o poder público não pode investir em eventos, por isso, estamos procurando a iniciativa privada para podermos cobrir os custos com a organização e os músicos da orquestra”, disse Ronaldo Costa.

A promoção do Arrastão do Boi tem outro ponto positivo para Currais Novos. Além da questão cultural, a festa torna-se uma opção de diversão e mantém as pessoas na cidade. “Ninguém precisa viajar, elas vão poder participar de uma festa democrática, pensada nelas, deixando o dinheiro na cidade”, disse Adriano Nunes.

“Não podemos deixar esse movimento morrer, conseguimos realizar três anos, e todos que estão envolvidos acreditam que esse pode ser um evento que poderá crescer nos próximos anos, tornando-se uma opção diferente de curtir o Carnaval no Rio Grande do Norte”, disse Paula Érica, integrante da organização.

O Arrastão do Boi 2016 é orçado em cerca de R$ 17 mil reais. Ainda dá tempo de comprar sua camisa. Mais informações no telefone: (84) 9954-5212 (Naldinho).
BOI

BOI2

BOI3

BOI7

BOI8

 

 

Com informações: Fátima Souza / CNagitos
Brasil » Carnaval

MUSA DO IMPEACHMENT: Modelo tenta fazer protesto contra Dilma e é “expulsa” da avenida

Revoltada por não poder usar um tapa-sexo contra Dilma, ela foi flagrada por fotógrafos e cinegrafistas rasgando sua fantasia.

Revoltada por não poder usar um tapa-sexo contra Dilma, Ju Isen foi flagrada por fotógrafos e cinegrafistas rasgando sua fantasia.

A modelo Ju Isen protagonizou uma cena bastante polêmica no desfile da Unidos do Peruche, nesta sexta-feira (6), em São Paulo.

A moça tirou a fantasia, a roupa e, com os seios de fora, sofreu o “impeachment” da avenida, sendo expulsa da passarela do Anhembi por integrantes da escola. A Unidos do Peruche pode perder pontos se algum dos jurados tiver visto o protesto.

Mais cedo, Ju Isen havia dito que planejava desfilar usando um tapa-sexo com a caricatura da presidente Dilma, mas foi proibida pela escola, que não quer fazer apologia ao impeachment.

Carnaval » Florânia

FLORÂNIA: 1ª noite de Carnaval acaba com tiros no corredor da folia

Início da noite no Corredor da Folia. (Foto: InforSide).

Início da noite no Corredor da Folia. (Foto: InforSide.com.br).

O Carnaval de Florânia, um do mais tradicionais da região, não começou com a tranquilidade, paz e sossego dos anos anteriores. A festa foi interrompida com tiros disparados em pleno corredor da folia. Houve pânico, desespero e muita correria.

Um cidadão identificado por Wagner foi atingido pelos disparos, provavelmente no abdômen, e uma mulher ainda não identificada ferida no braço. Eles foram socorridos pela equipe plantonista da APAMI e encaminhados em para outro hospital.

Por Tonny Washington
Brasil

Ninguém acerta e Mega-Sena acumula prêmio

Ninguém acertou as seis dezenas do sorteio do concurso 1.788 da Mega-Sena, realizado na noite de hoje (6). O sorteio ocorreu às 20h (horário de Brasília) no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo (SP).

O prêmio acumulado para o próximo sorteio, a ser realizado na próxima quarta-feira (10), é de R$ 3,5 milhões. Veja as dezenas sorteadas: 03 – 13 – 42 – 45 – 56 – 59.

A quina teve 41 apostas ganhadoras, que levarão R$ 35.064,86 cada uma. Outras 3.508 apostas acertaram a quadra e vão ganhar R$ 585,46 cada.

Notícias » Policial

“Deus não me atendeu”, diz homem preso por quebrar porta de igreja no RN

Um homem foi preso na madrugada deste sábado (6) na Avenida Desembargador Licurgo Nunes, em Marcelino Vieira, após quebrar as portas de uma igreja evangélica no centro da cidade. Ele foi preso mediante os fatos e em seguida levado para 8ª DRP de Alexandria onde ficou à disposição da Justiça.

Francisco Fagner Duarte de Sousa, vulgo “Faguinho”, disse aos policiais que atenderam a ocorrência que estava bebendo com amigos e logo depois da bebedeira foi pra casa onde discutiu com seu pai, e em seguida saiu para fazer algo que já vinha planejando a algum tempo, que era quebrar a porta de vidro da igreja assembleia de Deus, pois já tinha cansado de pedir as coisas a Deus e ele não lhe dava.

190 RN
Jornalismo

Mulher aparece no próprio velório e horroriza marido que tinha mandado matá-la

Noela Rukundo surpreendeu seu marido ao aparecer em seu próprio funeral. A história teria um final feliz se o marido, Balenga Kalala, não tivesse encomendado sua morte. O caso bizarro aconteceu em Melbourne, na Austrália. Cinco dias antes do funeral, Kalala havia mandado um grupo de homens assassinarem Noela, com quem era casado havia 10 anos. As informações são do jornal americano “The Washington Post”.

O “suposto” assassinato ocorreu no início de 2015, quando o casal estava em Burundi, terra natal de Noela, para o velório da madrasta da mulher. Ela foi sequestrada por um grupo de homens enquanto andava pelo hotel. Os homens revelaram a ela que o marido havia ordenado seu assassinato. Por conhecerem o irmão de Noela, o grupo decidiu não matá-la, mas falou ao marido que o serviço foi feito, desde que pudessem ficar com o dinheiro que ele havia pago.

Depois de dois dias, o grupo libertou a mulher na beira de uma estrada. Antes, lhe deram um telefone celular, as gravações das conversas telefônicas que tiveram com Kalala e o recibo dos R$ 7.000 doláres australianos que o homem havia pago pelo assassinato.

Com a ajuda das embaixadas do Quênia e da Bélgica, ela conseguiu retornar à Austrália. Ela pediu ajuda, então, ao pastor de sua igreja, que conseguiu com que ela voltasse para o seu bairro em segredo. O seu marido havia falado para todos que ela havia falecido em um trágico acidente e preparou o velório. Foi no dia 22 de fevereiro de 2015 que a mulher surpreendeu o marido em seu próprio funeral.

Noela conta do momento que o marido a viu. “São meus olhos, ou é um fantasma?”, disse o homem, assustado. “Surpresa, estou viva”, respondeu. Ela relata que ele tocou o ombro dela para ver se era real e deu um pulo quando constatou que era a mulher. Em seguida, o homem pediu desculpas, desesperado.

A princípio, Kalala negou todas as acusações, mas acabou confessando o crime durante uma conversa telefônica que foi secretamente gravada pela Polícia. Ele foi condenado a nove anos de prisão pela Justiça de Melbourne.

 

 

IG
Notícias » Policial

De sexta para sábado, três são mortos e dois feridos a tiros na Grande Natal

Três pessoas foram assassinadas entre a noite da sexta-feira (5) e madrugada deste sábado (6) na região Metropolitana da capital potiguar. Dois dos crimes ocorreram em Macaíba. O outro, em Natal. Ninguém foi preso.

De acordo com o delegado Marcos Vinícius, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o primeiro crime aconteceu por volta das 23h no bairro de Igapó, Zona Norte da capital. Rafael Bruno de Brito Peres, de 20 anos, chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu e morreu no hospital.

“Ele estava na calçada de uma casa com um grupo de amigos quando um homem em uma motocicleta se aproximou e começou a atirar. Além do Rafael, que ainda chegou a ser levado para o hospital, outro rapaz também foi atingido pelos disparos. O sobrevivente está internado. Ele ainda será ouvido em depoimento”, contou o delegado. A polícia trabalha com a possibilidade de acerto de contas.

Já em Macaíba, o primeiro homicídio aconteceu por volta das 2h30, na rua Luiz Fernandes, Centro da cidade. “Ainda não há a identificação da vítima, que morreu a golpes de faca. Sabemos apenas que era Ítalo o nome da pessoa”, relatou marcos Vinícius.

O segundo assassinato aconteceu pouco tempo depois. Foi na BR-304, em frente ao prédio da Cosern. Allan Charles da Silva, de 28 anos, havia saído de um bar com um amigo na garupa de uma motocicleta quando foram seguidos por dois homens. Eles se aproximaram e um deles fez os disparos. Allan morreu na hora. Já, o amigo, foi socorrido. “Essa pessoa que escapou também será ouvida nos próximos dias”, acrescentou Marcos Vinícius.

O delegado ainda ressaltou que há duas versões para este crime. “Na primeira, a PM relata que Allan e o amigo teriam sido perseguidos por dois homens que também estariam de moto. Na segunda, nos chegou a informação de que os assassinos estavam em um carro”, pontuou.

A investigação da DHPP também considera a possibilidade de acerto de contas como motivação para os dois crimes que aconteceram em Macaíba.

G1 RN
Notícias

Campanha de carnaval do Ministério da Saúde tem custo de R$ 14 milhões

Com o slogan “Deixe a Camisinha Entrar na Festa”, a campanha de carnaval do Ministério da Saúde custou R$ 14 milhões. A campanha, veículada entre os dias 27 de janeiro e 6 de fevereiro, reforça o preservativo como a mais importante arma de combate ao HIV e aids, trabalhando a mensagem de prevenção nas ações pré-carnaval e durante as festas.

Entre as peças a serem divulgadas estão filme, jingle para veiculação em rádios e versão estendida da música para os trios elétricos e carros de som. No filme, um ator fantasiado de camisinha (Homem Camisinha) ajuda seus amigos em situações icônicas de carnaval, como ser convidado para uma festa e apresentar uma paquera. A ideia é mostrar que a camisinha faz a diferença e, assim, incentivar os jovens a se protegerem contra a aids e outras infecções sexualmente transmissíveis em suas relações sexuais.

Notícias » Policial

Operação Carnaval: PM prende suspeitos de tráfico de drogas no Seridó

Droga apreendida durante operação em São João do Sabugi e Ipueira.

Droga apreendida durante operação em São João do Sabugi e Ipueira.

Policiais do 2º Batalhão de Polícia Militar (2ºBPM) prenderam na noite desta sexta-feira (5), em Mossoró, um homem identificado como José Wilton Oliveira Lopes, de 23 anos, após ser flagrado com produtos roubados de uma mulher. Durante abordagens de rotina, na Rua Jerônimo Rosado, no Bairro Santo Antonio, a PM se deparou com José Wilton e um adolescente e durante a abordagem encontrou a bolsa e pertences das vítimas. Ambos negaram participação no roubo, porém foram reconhecidos pela vítima e diante do flagrante conduzidos à Delegacia de Polícia Civil onde ficaram à disposição da Justiça.

Em São João do Sabugi e em Ipueira, a PM em ação conjunto coma Polícia Civil, deteve seis pessoas suspeitas de tráfico de drogas nas cidades. Várias trouxinhas de maconha embaladas para o tráfico, além de dinheiro e crack, também foram apreendidos pelos policiais. Todos os suspeitos e as drogas foram encaminhados à Polícia Civil.

Em Assu, os policiais do Núcleo de Operações Rodoviária Estadual (Nore) prenderam um homem suspeito de tráfico de drogas durante patrulhamento na RN 118. Com o suspeito, a PM encontrou trouxinhas de cocaína e diante da flagrante o conduziu à Polícia Civil.

Judiciário

Operação “Maresia”: Câmara impõe medidas restritivas a vereador envolvido em denúncias

Vereador Joad Fonseca vai sair da cadeia.

Vereador Joad Fonseca vai sair da cadeia.

A Câmara Criminal do TJRN apreciou mais um Habeas Corpus relacionado à chamada Operação “Maresia”, cujo foco é a apuração da prática dos crimes de peculato – desvio de recursos públicos -, falsidade ideológica, falsidade de documento público, falso testemunho, uso de documento falso e coação de testemunha. Esses últimos atribuídos ao vereador Joad Fonseca da Silva, da Câmara Municipal de Macau.

Na sessão, o órgão julgou o HC nº 2015019905-9, por meio do qual foi convertida a prisão preventiva em medidas cautelares diversas da custódia, previstas no artigo 319 do Código Penal. Uma votação por maioria, já que o desembargador Gilson Barbosa não concedia a conversão da penalidade.

Segundo a defesa, não haveriam provas de que o parlamentar tenha coagido testemunhas ou falsificado documentação pública. Fato que não justifica os mais de 40 dias em que esteve detido, sem ter sido cogitado, sequer, a aplicação das cautelares.

Segundo o Ministério Público, pelo que se extrai dos depoimentos e diálogos interceptados com autorização judicial, bem como de documentos que acompanham os autos, agiram com o prefeito Kerginaldo Pinto, os denunciados Miguel França, José Alves Matias Júnior e Joad Fonseca da Silva. Eles são acusados de agir para que fossem fabricados documentos para justificar pagamentos, na forma, também, de coação de servidores a colocar informações falsas em documentos públicos que foram juntados em defesa perante o Tribunal de Contas do Estado (TCE).

No entanto, para a decisão na Câmara, foi aplicada as medidas, por não serem consideradas obstáculos para o devido andamento processual.

Sidney Silva
Notícias » Policial

“Anjos Caídos”: Câmara Criminal rejeita HC para acusado de liderar organização criminosa

Os desembargadores componentes da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça rejeitaram pedido de concessão de habeas corpus em favor de um acusado de liderar organização criminosa, com ações apuradas pela operação “Anjos Caídos”. A investigação foi deflagrada pela Polícia Civil em julho de 2014. Desta vez, a defesa de um dos envolvidos, Gilson Miranda Silva, pedia a revogação do decreto prisional existente nos autos nº 0101355-12.2015.8.20.0126 e 0102212-58.2015.8.20.0126, que tramitam juntos perante a Comarca de Santa Cruz.

O acusado foi preso no dia 29 de junho de 2015, com base em mandado de prisão oriundo da Operação “Anjos Caídos” (DENARC), a qual investiga possível organização criminosa voltada ao tráfico de drogas e armas, sob o fundamento de que seria ele um dos líderes e financiadores da organização, conforme interceptações telefônicas.

No entanto, segundo o advogado de Gilson Miranda, o mandado não se referiu a fatos concretos, mas, genericamente, às interceptações telefônicas e alegou que não há indícios de autoria e materialidade do cometimento dos crimes, sendo cumpridos 4 mandados de busca e apreensão sem que fosse encontrado qualquer objeto relacionado a crimes.

A defesa, em sustentação oral na Câmara Criminal, fez menção apenas ao fato do carro do réu ter sido encontrado com armas, mas questionou o termo ‘Patrão’ utilizado pelo juiz como argumento para sustentar o decreto prisional. Segundo a defesa, a expressão é sinônimo de ‘empregador’ e não de ‘traficante’, pois conforme declaração do investigado Anderson Ribeiro, conhecido como ‘Novinho’, ele prestava serviços na propriedade rural do genitor do acusado.

A operação Anjos Caídos foi deflagrada em julho de 2014 nas cidades de Santa Cruz e Tangará, no Trairi potiguar, quando a Polícia Civil, cumpriu 30 mandados de prisão e apreendeu um adolescente, suspeitos de participarem de uma organização criminosa que praticava homicídios, tráfico de drogas e assaltos nas regiões investigadas.

A defesa pedia que a prisão fosse substituída por medidas cautelares, previstas no artigo 319 do Código Penal. No entanto, os desembargadores mantiveram a sentença inicial do processo, cujo teor completo segue em segredo de justiça.

Sidney Silva
Jornalismo » Judiciário

MARÉ NÃO ESTÁ PARA LULA: Procuradoria avaliza inquérito que investiga Lula

A maré não está para Lula. Em parecer assinado pelo procurador da República Marcelo Ribeiro de Oliveira, o Ministério Público Federal manifestou-se favoravelmente à continuidade do inquérito aberto pela Polícia Federal como desdobramento da Operação Zelotes. Destina-se a apurar se Lula, ex-ministros e funcionários graduados do governo petista se juntaram a lobistas acusados de trocar propinas por incentivos fiscais para montadoras de automóveis.

Em nota oficial, o advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, criticara a decisão da PF: “Nada justifica a conduta do delegado federal Marlon Cajado ao afirmar que o ex-presidente Lula seria investigado no Inquérito 1621/2015. O ex-presidente foi ouvido no dia 6 de janeiro na condição de informante, sem a possibilidade de fazer uso das garantias constitucionais próprias dos investigados. Não há nenhum elemento que justifique a mudança do tratamento.”

Para a Procuradoria, há sim, justificativas para que a PF leve Lula à alça de mira. O procurador Marcelo Roberto admite que o inquérito em que Lula é investigado tem conexão com apuração realizada na primeira fase da Operação Zelotes. Mas atesta a necessidade do desdobramento.

“Sim, há proximidade, continuidade até, mas não repetição”, anotou o procurador. “A grande complexidade da empreitada criminosa descrita na peça acusatória [denúncia], aliada ao exíguo prazo para a propositura da ação, decorrente da existência de requeridos presos, impediu que todos os elementos de prova fossem produzidos ainda na fase de investigação.”

Lula, Dilma e o alto petismo costumam esfregar na cara dos antagonistas a tese segundo a qual foi nos governos do PT que a PF e a Procuradoria ganharam autonomia e independência. Cabe perguntar: que tal deixar agora os investigadores exercerem as suas prerrogativas?

Josias de Souza
Notícias » Paraíba » Policial

Sargento é preso suspeito de participar da morte do policial Ulisses em João Pessoa

Tenente Ulisses, do 5º BPM, morto após atentados a tiros

Tenente Ulisses, do 5º BPM,
morto após atentados a tiros.

A Polícia Civil confirmou na noite desta sexta-feira (5) que um sargento da Polícia Militar está envolvido na morte do PM Ulisses Costa, registrada na noite dessa quinta-feira (4), em João Pessoa. O resultado das investigações foi apresentado em entrevista coletiva. Ele já está preso como coautor do homicídio, junto com outro suspeito que teria atirado.

De acordo com a perita Luciana Bezerra Von Szilagyi, a bala atingiu a parte superior das costas do PM e alcançou a região da virilha. O projétil foi retirado do corpo para os exames de perícia científica e a polícia constatou que a bala é de uma das armas que o sargento tinha em casa.

O delegado Reinaldo Nóbrega disse que, após o crime, os suspeitos esconderam as armas em um ponto que já era de conhecimento do sargento. Ele teria ido a essa local, pegou as armas as levou para casa. O material foi limpo e ficou escondido nessa residência. A Polícia Civil iniciou as investigações, localizou essas armas e prendeu o sargento porque ele não tinha autorização para portá-las, mas ele foi liberado pouco depois.

Porém, nesta sexta, após o Instituto de Polícia Científica (IPC) constatar que a bala achada no corpo de Ulisses era de uma das armas encontradas na casa do sargento, ele foi preso como coautor, por ter participado do assassinato. Outro homem está preso, apontado como responsável pelo disparo fatal.

O sargento foi levado para a Central de Polícia de João Pessoa, no bairro do Geisel, e, segundo o delegado Reinaldo Nóbrega, será autuado pela participação no assassinato do policial.

 

Portal Correio

Carregar mais artigos

Próximos Eventos

Últimos Eventos

08/11/2015
Espaço Du Rei - C.Novos
29/08/15
Santa Cruz/RN
08/08/2015
Cerro Corá/RN
07/08/15
Cerro Corá/RN

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais