Arquivos:

Jornalismo

Com reforma de estatal de comunicação governo prevê cortar R$ 130 milhões

 O ministro Carlos Santos Cruz (Secretaria de governo), que coordena a reestruturação na EBC

A reestruturação planejada pelo presidente Jair Bolsonaro na EBC (Empresa Brasil de Comunicação), conglomerado estatal de comunicação, prevê uma redução de gastos de cerca de R$ 130 milhões, pouco mais de um quarto do orçamento atual.

Para chegar à economia estimada, o novo governo pretende cortar custos operacionais e enxugar a folha de pagamento. A receita deste ano para a empresa governamental é de R$ 614 milhões, e o quadro de servidores totaliza 1.991 pessoas.

O plano de mudança, que tem sido estruturado pela Secretaria de Governo, deve incluir a fusão dos dois canais de televisão, a TV NBR e a TV Brasil. A pasta estuda a viabilidade de unificar também emissoras de rádio, que hoje totalizam sete. O cenário para início de implementação das mudanças é de seis meses.

“A gente pretende fazer uma fusão das duas televisões, mas respeitando a legislação de cada uma”, disse à Folha o ministro Carlos Santos Cruz, da Secretaria de Governo, que coordena a reestruturação. “Fazer uma estrutura que transmita o interesse de estado e de governo ao mesmo tempo.”

O novo canal ainda não tem um nome definido, mas a tendência é de que mantenha a palavra Brasil no título.

A proposta é que a grade de programação dê destaque a conteúdos culturais e educativos, mas mantenha um perfil mais próximo ao da TV NBR, uma emissora de característica governamental.

“A ideia é fazer uma comunicação de qualidade, que seja honesta, transparente e sem nenhum conteúdo ideológico”, disse o ministro. “A nossa filosofia, mesmo sendo uma televisão com características governamentais, é de que ela não faça propaganda”, afirmou.

O novo governo ainda não definiu o porcentual de redução da folha de pagamento. A intenção é fazer um reajuste de funções, reaproveitando funcionários concursados no preenchimento dos cargos que serão mantidos na estrutura da empresa.

O plano é que a nova televisão estatal não tenha mais como objetivo concorrer com as emissoras comerciais. Ela, por exemplo, não veiculará mais desfiles de escolas de samba. No ano passado, a TV Brasil exibiu o das campeãs do Rio.

“Nós não vamos neste ano cobrir o Carnaval, porque já há uma variedade de canais veiculando. Nós vamos fazer uma outra programação que, às vezes, as pessoas que não estão engajadas no Carnaval, podem assistir”, disse o ministro.

Para melhorar as finanças da empresa, é estudada ainda a possibilidade de alugar parte da estrutura da emissora estatal que não esteja sendo utilizada. Hoje, ela dispõe de um patrimônio em equipamentos avaliado em cerca de R$ 70 milhões e, só em Brasília, tem cinco estúdios.

“O potencial de equipamentos e instalações é muito grande. A gente tem de ver a otimização disso”, disse.
No final da semana passada, o Palácio do Planalto anunciou a troca no comando do conglomerado de comunicação. O então presidente Luiz Antônio Ferreira, nomeado na gestão do ex-presidente Michel Temer, foi substituído pelo então diretor de operações, Alexandre Graziani.

Para Santos Cruz, é natural haver uma alteração com a mudança de governo. “Não houve mal-entendido. O Luiz Antônio sempre se comportou de maneira absolutamente digna. Não houve desavença e ele nunca discordou de nenhuma proposição”, ponderou.

As mudanças na estrutura da EBC foram iniciadas no governo passado. A gestão Temer reduziu a folha de pagamento e fez alterações na grade de programação. Além de promover um programa de demissão voluntária, encerrou contratos com jornalistas experientes como Leda Nagle, Luis Nassif e Tereza Cruvinel.

Na campanha eleitoral, o entorno de Bolsonaro chegou a discutir uma eventual privatização de estruturas da empresa estatal. O plano, contudo, foi abandonado quando ele assumiu o comando do Palácio do Planalto.

Folhapress
Hospital Walfredo Gurgel

Com corredores vazios, Hospital Walfredo Gurgel inicia mês de março

Os corredores do Pronto Socorro Clóvis Sarinho (PSCS), anexo ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), estão vazios e sem pacientes internados em macas. A informação foi confirmada nesta sexta-feira, 1º, pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), que faz o gerenciamento da unidade.

Segundo a pasta, o esvaziamento dos corredores foi possível devido a um novo fluxo de atendimento, com a transferência da linha de cuidado dos pacientes da especialidade de cirurgia vascular para o Hospital Ruy Pereira. Nesta sexta-feira, véspera do período de carnaval, as áreas de circulação do Clóvis Sarinho estão totalmente livres de macas e pacientes indevidamente acomodados.

“Esta é uma vitória que gostaríamos de poder estar comemorando há mais tempo. Contudo, somente agora, com a transferência da linha de cuidado dos pacientes da cirurgia vascular para o Ruy Pereira, este sonho se torna realidade. O que muito nos anima, pois já sentimos uma grande diferença na qualidade do cuidado prestado ao nosso paciente”, afirma a diretora geral do HMWG, Maria de Fátima Pereira Pinheiro.

A mudança na qualidade da assistência citada pela diretora foi sentida mais fortemente na semana passada, quando uma vítima de acidente de trânsito com estado grave de saúde deu entrada no PSCS, foi avaliado por diferentes especialidades, passou por exames e teve sua cirurgia iniciada em apenas 50 minutos.

Para o ortopedista que cuidou do caso, Rodrigo Cabral, este é um alto padrão de atendimento, raramente visto mesmo na rede privada de saúde. “Este é o nível de atendimento que o Walfredo Gurgel merece manter. Este é o nosso perfil: a assistência ao politraumatizado com agilidade e qualidade que sempre foi nossa principal missão”, comemora.

“Nossa atual meta é permanecer com os corredores livres, internando apenas nas enfermarias e qualificando ainda mais a atenção ao doente politraumatizado, razão de existir deste hospital, como a população de nosso estado merece”, finaliza.

Com 18 anos de assistência prestada à população do Rio Grande do Norte completados em 8 de fevereiro passado, o Pronto Socorro Clóvis Sarinho é o maior do estado em sua especialidade. Seu nome homenageia o médico pernambucano radicado no RN, membro da Academia de Medicina do Rio Grande do Norte, que foi co-fundador e diretor da Casa de Saúde São Lucas e da Faculdade de Medicina de Natal, dentre outros feitos na área da medicina.

Agora RN
Caicó » Carnaval » Currais Novos » Morte

Jovem de Currais Novos é encontrada morta dentro de veículo em sede de bloco no Carnaval de Caicó

Nessa manhã, por volta das 9 horas, a Polícia Militar de Caicó e o Corpo de Bombeiros foram acionados à sede de um bloco por denúncia de uma mulher encontrada sem vida dentro de um carro.

Ao chegar no local, a polícia se deparou com uma jovem, aparentemente 22 anos, desacordada. Os bombeiros constataram que se tratava de um óbito, acionando a Polícia Civil e o Itep, para liberação e remoção, respectivamente.

O dono do veículo disse que chegou ao local, inclusive colocando o veículo dentro do prédio (antigo Labodeguita), por volta das 4 horas da manhã de hoje, 02.

O pessoal é de Currais Novos, incluindo o dono do veículo e a vítima. À polícia, o dono do carro confessou ter ficado com a jovem dentro do veículo, mas disse não entender sua morte.

Blog Jair Sampaio
Mega-Sena

Mega-Sena sorteia hoje prêmio acumulado de R$ 73 milhões

O concurso 2130 da Mega-Sena vai sortear neste sábado (2) o prêmio acumulado de R$ 73 milhões . O sorteio será realizado, a partir das 20h (horário de Brasília), no Caminhão da Sorte, que está estacionado na Avenida Manoel Roque, na cidade de Videira, em Santa Catarina.

Este é o terceiro concurso da Mega Semana de Carnaval. Já foram realizados sorteios na terça (26) e quinta-feira (28).

De acordo com a Caixa, o valor do prêmio principal, caso investido na poupança, poderia render mais de R$ 271 mil por mês.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer loja lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50.

EBC
Economia

Em mais de um mês, dólar atinge maior cotação e sobe para R$ 3,7812

Uma mistura de preocupações com a desidratação da reforma da Previdência, dólar forte no exterior e antecipação de compra da moeda americana por causa do feriado prolongado do carnaval, que mantém o mercado fechado no Brasil, mas aberto em outros países, fez o dólar fechar a sexta-feira, 1º, no maior valor desde o dia 22 de janeiro, quando terminou em R$ 3,80. No final da sessão, o dólar subiu 0,74%, para R$ 3,7812. Na semana, acumulou alta de 1,09%.

Pela manhã, o dólar chegou a encostar em R$ 3,80. Na parte da tarde, a alta perdeu um pouco de força, por conta da venda da moeda por exportadores. Membros do governo tentaram minimizar, sem sucesso, as declarações de quinta-feira de Jair Bolsonaro, que admitiu a jornalistas rever pontos essenciais da proposta, como a idade mínima de aposentadoria das mulheres.

O economista e ex-presidente do Banco Central, Arminio Fraga, disse ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, que não dá para o impacto fiscal da reforma ser menor do que o R$ 1 trilhão previsto pelo governo no texto entregue no Congresso.

O vice-presidente Hamilton Mourão disse que Bolsonaro foi “mal interpretado”. Já o líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), afirmou que o presidente apenas sinalizou disposição de negociar a idade mínima. Mesmo assim, o Credit Default Swap (CDS) de 5 anos, um termômetro do risco-país, subiu para 158 pontos, ante 155 do fechamento de quinta.

“A proposta de reforma foi bem recebida, mas o risco de desidratação é agora percebido como alto”, ressalta o economista em Nova York da Continuum Economics, Pedro Tuesta. Outro ponto que preocupa é a falta de uma estratégia clara do governo para negociar com o Congresso, ressalta ele.

O economista da Capital Economics, William Jackson, avalia que os recentes desdobramentos em torno da reforma indicam que a oposição ao texto está crescendo. Ele ressalta que, além da idade mínima, parlamentares têm mostrado oposição forte às mudanças nos benefícios para idosos e deficientes de baixa renda, conhecidos como BPC, e na aposentadoria rural, pontos que ajudariam a reduzir de forma importante a economia fiscal do texto. A Capital Economics prevê que o dólar pode testar níveis perto de R$ 4,00 em meio às dificuldades do texto no Congresso.

No exterior, o dólar subiu tanto perante divisas fortes, como o euro, como em relação aos emergentes, como a lira turca (+0,65%) e o rand da África do Sul (+1,23%). Entre as razões para o fortalecimento, estão a perspectiva de avanço das negociações comerciais entre a China e os EUA, após notícias de que a Casa Branca já começou os preparativos para uma reunião em breve entre os dois presidentes.

Agora RN
Caso João de Deus » Judiciário

JUSTIÇA: Lewandowski nega liberdade a João de Deus

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta sexta-feira pedido de liberdade do líder religioso João de Deus, preso desde 16 de dezembro do ano passado sob a acusação de assediar mulheres que procuravam atendimento em seu centro espiritual em Abadiânia (GO). Lewandowski também pediu informações bancárias de João de Deus ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Um dos motivos para prender o réu foi o risco de fuga, porque ele mantinha grande quantia em dinheiro guardada em casa.

Antes de Lewandowski tomar a decisão, o pedido de João de Deus foi tratado como uma espécie de batata quente no STF. Na semana passada, Gilmar Mendes alegou “motivo de foro íntimo” para abandonar a relatoria do caso. O habeas corpus foi sorteado, então, para o ministro Luiz Fux. Ontem, Fux também deixou o processo, pelo mesmo motivo. Hoje, o habeas corpus foi sorteado para a relatoria de Lewandowski.

Fux e Gilmar invocaram o parágrafo primeiro do artigo 145 do Código de Processo Civil, segundo o qual “poderá o juiz declarar-se suspeito por motivo de foro íntimo, sem necessidade de declarar suas razões”. Antes do estouro do escândalo de abuso sexual envolvendo João de Deus, alguns ministros do STF tinham relação estreita com ele. Quando ainda integrava a Corte, Carlos Ayres Britto ia a Abadiânia com frequência. Levou para lá o amigo Joaquim Barbosa, também ministro aposentado do tribunal. Barbosa foi atendido por João de Deus para auxiliar no tratamento de um problema que ele tinha nos quadris.

Na mesma época, Fux passou a frequentar o centro, bem como Luís Roberto Barroso. Ambos ficaram próximos de João de Deus. O presidente do STF, Dias Toffoli, também já foi atendido por João de Deus uma vez, levado por colegas da Corte.

O Globo
lula » Morte » Policial

Lula deixa a sede da PF para ir ao velório do neto em São Paulo

Lula chegou no Aeroporto do Bacacheri pouco depois das 7h para embarcar para São Bernardo do Campo — Foto: Giuliano Gomes/PR Press

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou a carceragem da Polícia Federal em Curitiba, onde cumpre pena, para ir ao velório do neto, às 7h deste sábado (2). Arthur Lula da Silva, de 7 anos, morreu nesta sexta-feira (1º) vítima de meningite meningocócica, em São Paulo.

O ex-presidente saiu da sede da Polícia Federal (PF) em um helicóptero da Polícia Civil e seguiu para o Aeroporto do Bacacheri, também na capital, e embarcou em uma aeronave do governo do Paraná. O avião decolou do terminal aéreo às 7h19.

O velório do corpo de Arthur acontece no Cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo do Campo.

A autorização para que o ex-presidente participasse do velório do neto foi concedida pela juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba.

As circunstâncias do transporte até o local não foram informadas pela Justiça. O processo de execução penal do ex-presidente está sob sigilo.

O Governo do Paraná colocou à disposição o avião do estado para fazer o transporte do ex-presidente até São Paulo.

O pedido feito pela defesa citava o artigo 120 da Lei de Execução Penal, que diz que “os condenados que cumprem pena em regime fechado ou semiaberto e os presos provisórios poderão obter permissão para sair do estabelecimento, mediante escolta, quando ocorrer falecimento ou doença grave do cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão”.

Na petição, a defesa de Lula se compromete “a não divulgar qualquer informação relativa ao trajeto que será realizado”. O velório ocorre a partir da noite desta sexta no cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo do Campo (SP).

O ex-presidente está preso em uma sala especial na Polícia Federal (PF) desde 7 de abril de 2018.

Neste período, Lula recebeu a visita do neto em duas oportunidades.

Em 29 de janeiro, o Supremo Tribunal Federal autorizou Lula a sair da carceragem da PF para ir ao funeral do irmão Vavá. A decisão saiu pouco antes de o corpo de Vavá ser sepultado e, por isso, Lula não conseguiu ir ao enterro.

Na oportunidade, a autorização saiu após o pedido ser negado pela Justiça Federal, na 1ª instância pela juíza Carolina Lebbos, e na 2ª instância pelo desembargador Leandro Paulsen.

G1
Carnaval » Macau

Após ação do MPRN, justiça determina suspensão do carnaval de Macau

A Justiça potiguar atendeu o pedido do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e determinou a suspensão imediata do Carnaval de Macau 2019, a partir desta sexta-feira (1º). A ação civil pública com pedido de liminar ajuizada pela Promotoria de Justiça da cidade alega que o Corpo de Bombeiros não identificou o protocolamento de qualquer documento para vistoria e autorização de funcionamento.

Em caso de descumprimento da decisão, será imposta multa no valor de R$ 100 mil por dia a ser aplicada ao prefeito de Macau. A suspensão estará em vigor até que a organização do evento apresente ao Juízo da comarca de plantão o Atestado de Vistoria e aprovação do Corpo de Bombeiros.

A Justiça também determinou que seja expedido ofício à Delegacia Plantonista da Região de Macau e ao Comando Geral da Polícia Militar, Pelotão de Macau, comunicando a concessão da liminar e seus termos. As autoridades policiais devem fiscalizar o cumprimento da decisão, remetendo certidão diária em relação aos eventos que ocorreram no Carnaval de Macau 2019. A decisão engloba ainda a intimação ao Comandante do Corpo de Bombeiros para que receba os documentos apresentados pelo Município de Macau.

Para o MPRN, a realização do evento sem a devida vistoria e autorização acarreta risco a integridade física dos participantes, considerando a existência de estruturas de palcos e trios elétricos, itens que exigem critérios específicos do Corpo de Bombeiros.

Lava Jato » lula » Morte

Lava-Jato concorda com saída de Lula para velório de neto e governo do PR coloca avião à disposição

O ex-presidente Lula brinca com seu neto Arthur, vítima de meningite meningocócica. Foto: Divulgação

O Ministério Público Federal (MPF) de Curitiba se manifestou a favor da saída do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da cadeia, em Curitiba, para acompanhar o velório do seu neto, Arthur, de 7 anos, no ABC paulista.

Embora a Justiça Federal ainda não tenha divulgado a decisão da juíza Carolina Lebbos sobre o pedido da defesa do ex-presidente, o governo do Paraná já disponibilizou um avião para fazer o transporte entre Curitiba e São Paulo.

Arthur morreu de meningite em um hospital de Santo André, no ABC paulista, no início da tarde sexta-feira. O corpo será cremado às 12h no Cemitério das Colinas, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista.

A expectativa entre os advogados de Lula é que a decisão saia ainda nesta sexta-feira.

Veja mais: Lula consegue saída temporária da prisão para velório de neto em SP

Segundo nota do governo paranaense, a aeronave foi liberada pelo governador Ratinho Junior (PSD), atendendo pedido da Superintendência da Polícia Federal no Paraná.

A pedido da defesa de Lula, a Justiça Federal decretou sigilo sobre o andamento do processo que pede a saída do ex-presidente.

O Globo

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!