Arquivos:

Desemprego » Economia

Taxa de desemprego fica em 12,7% em maio e atinge 13,2 milhões de pessoas

Graças a um aumento do trabalho informal e de vagas na administração pública, a taxa de desemprego ficou em 12,7% em maio, atingindo 13,2 milhões de pessoas, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad Contínua) do IBGE divulgada nesta sexta-feira. Há um ano, a taxa era de 13,3%, e o número de desocupados chegava a 13,7 milhões. As condições ainda difíceis do mercado de trabalho têm contribuído para a piora nas previsões para o crescimento da economia brasileira.

A redução do desemprego ocorreu por causa do aumento das vagas sem carteira e do trabalho por conta própria. Em relação a maio de 2017, o número total de ocupados aumentou em 1,2 milhão. As vagas sem carteira aumentaram em quase 600 mil e o número de trabalhadores por conta própria subiu quase 600 mil também. Por outro lado, o total de vagas com carteira no setor privado encolheu em quase 500 mil. Na administração pública, porém, houve aumento de contratação: mais 319 mil vagas entre maio de 2017 e maio deste ano.

– A queda no trabalho com carteira assinada está espalhada pelo comércio, comunicação e toda a parte de bancos e sistema financeiro. E percebemos aumento do grupo de administração pública, que é sazonal. Entre o fim do primeiro trimestre e início do segundo, isso ocorre por conta da contratação de professores e trabalhadores da área médica – explica Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimentos do IBGE.

Houve estabilidade na taxa de desemprego quando se compara o período de três meses encerrado em fevereiro, que serve como base de comparação para a taxa trimestral de maio. A taxa em fevereiro estava em 12,6%, atingindo 13,1 milhões de trabalhadores.

Nessa comparação, com fevereiro, houve queda no grupo de trabalhadores domésticos. Foram menos 155 mil pessoas nessa atividade, uma redução de 2,5%. Ao todo, o Brasil tem 6,13 milhões de trabalhadores domésticos.

– As famílias estão com o orçamento apertado e cortando custos, como esse serviço – afirma Azeredo.

Ele disse ainda que não foi identificado na pesquisa nenhum efeito da greve dos caminhoneiros, que começou em 25 de maio e durou cerca de dez dias, sobre o mercado de trabalho.

Fonte: O Globo

Plano de Saúde

Tire suas dúvidas sobre as novas regras dos planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou, nesta quinta-feira, regras para a cobrança de franquia e coparticipação nos planos de saúde. A resolução normativa 443, publicada no Diário Oficial da União, entrará em vigor em 180 dias e valerá apenas para contratos novos.Confira uma lista de perguntas e respostas organizadas a partir de informações da ANS e de especialistas sobre a nova norma.

O que é franquia?

O sistema é similar ao seguro de um carro, quando há um limite de custo pelo qual o cliente se responsabiliza pelo pagamento. Neste caso, há duas formas de aplicação: o plano não se responsabiliza pelas despesas até que seja atingido o limite estipulado no contrato ou limita o acesso, fixando o valor da franquia por cada procedimento.

O que é coparticipação?

É o valor pago pelo consumidor à operadora, além da mensalidade, quando da realização de um exame, consulta ou outro procedimento.

Qual é o limite para cobrança?

Nos planos individuais, o percentual de coparticipação é de 40%, e o limite de pagamento mensal é o valor da mensalidade, sendo o teto anual igual a 12 vezes a mensalidade. Nos planos coletivos, o percentual pode chegar a 60%, e o limite é o valor da mensalidade mais 50%. No ano isso, equivale a até 18 mensalidade.

O que acontece se os valores de coparticipação dos procedimentos realizados ultrapassar o limite?

No caso do limite mensal, o valor restante pode ser parcelado nos meses seguintes. No entanto, quando é ultrapassado o teto anual (chamdo de exposição financeira pela ANS), os custos da utilização do plano de saúde serão integralmente pagaos pela operadora, sendo vedda a cobrança do valor excedente no ano subsequente.

Como o consumidor paga a coparticipação e a franquia?

Em ambos os casos o pagamento é feito diretamente a operadora. A exceção são os planos em que os consumidores tem em contrato direito à livre escolha. Nesse caso, em lugar de levar os recibos para reembolso, eles seriam contabilizados no valor da franquia.

Como saber o quanto vou pagar?

As operadoras terão que divulgar uma tabela com o preço praticado por procedimento para que o consumidor possa saber o valor a ser pago.

A cobrança da mensalidade vem em separado da franquia e da coparticipação?

Atualmente, na maioria da vezes, a cobrança vem no mesmo boleto. A resolução não é explicíta quanto a forma de cobrança. Mas entidades de defesa do consumidor já alertaram a ANS para a necessidade de cobrança em separado. A principal preocupação é que a falta de recursos para pagamento da coparticipação ou da franquia possa levar ao inadimplemento do plano de saúde. A lei estabelece que 60 dias consecutivos sem pagamento da mensalidade podem levar ao rompimento do contrato. A falta de pagamento da coparticipação, no entanto, não enseja a quebra unilateral do contrato pela operadora. Por isso, a importância da cobrança em separado.

Um plano de saúde pode ter no mesmo contrato franquia e coparticipação?

A norma não impede que se utilize os dois instrumentos num mesmo contrato. No entanto, a ANS não acredita que isso venha a acontecer de forma frequente, por causa do limite de exposição financeira, que cria tetos para a cobrança mensal e anual. Na avaliação da agência isso pode dificultar a operacionalização de franquia e coparticipação em um mesmo contrato.

Tenho um plano de saúde individual, sem coparticipação e franquia. Na data do aniversário do contrato, quando é feito o reajuste, a operadora pode me obrigar a incluir esses modelos de pagamento?

Esse tipo de contrato é de renovação automática, e qualquer mudança só pode ser feita com o consentimento de ambas as partes. A mudança pode ser sugerida tanto pela operadora, quanto pelo consumidor, mas a alteração não pode ser imposta.

E nos casos dos contratos coletivos?

Nesse caso é feita uma repactuação anual e podem ser estabelecidas novos parâmetros. No entanto, caso se deseje manter as regras atuais do contrato isso poderá ser feito. A ANS ressalta, no entanto, que não é possível fazer alteração parcial. Caso seja mudado o percentual de coparticipação, por exemplo, o contrato terá que se adequar de forma integral as novas normas, incluindo os limites de pagamento mensal e anual pelo consumidor.

A coparticipação e a franquia incidem sobre todos os procedimentos?

Não. A ANS listou 250 procedimentos que devem ser integralmente arcados pela operadora. A lista contempla desde quatro consultas anuais com generalistas (como clínicos, pediatras e ginecologistas) até procedimentos complexos e caros como hemodiálise, quiometerapia, passando por exames pré-natais e testes feitos em bebês como o do pezinho, da visão e da audição.

No caso dos procedimentos isentos posso escolher onde realizá-los?

A norma permite que as empresas direcionem o consumidor dentro dos prestadores de serviço da sua rede para a realização desses procedimentos, desde que respeito os prazos estabelecidos pelas regulamentações da ANS. Segundo especialistas, a medida visa dar mais racionalidade ao uso da rede e dessa forma reduzir custos.

Posso ter descontos ou algum benefício por uso consciente dos procedimentos?

A nova resolução permite às operadoras de planos de saúde a concederem descontos, pontuação para trocas de produtos ou vantagens semelhantes que tenham por obetivo incentivar o uso conceinte dos procedimentos coberos pelo plano.

Font: Blog do BG/O Globo

Cartão de Crédito » Economia

Juros do cartão de crédito “caem” para 303,6% ao ano

Os juros médios cobrados pelas instituições financeiras no cheque especial e no cartão de crédito caíram novamente em maio.

Segundo os dados divulgados pelo BC (Banco Central) nesta 4ª feira (27.jun.2018), os juros do cartão de crédito rotativo caíram de 328,6% ao ano, em abril, para 303,6% ao ano, em maio. É o 2º mês consecutivo de queda.

A taxa de juros regular, aplicada quando o cliente paga a fatura dentro do prazo de vencimento ou paga o valor mínimo de 15%, caiu na passagem de abril para maio, de 248,1% para 243% ao ano.

Já os juros na modalidade não regular (aplicados quando o valor mínimo da fatura não é pago) caíram de 385,2% ao ano em abril para 346,1% ao ano em maio.

Segundo os dados divulgados pelo BC, as taxas de juros do cartão de crédito parcelado também apresentaram queda. Passaram de 171,9% ao ano para 165,5% ao ano.

As alterações nas regras do cartão de crédito aprovadas pelo CMN (Conselho Monetário Nacional) entrarão em vigor a partir de junho.

Entre as mudanças, está a criação de 1 limite para os juros cobrados de clientes que não conseguirem pagar o mínimo da fatura ou ficarem inadimplentes. Os bancos também poderão fixar o percentual mínimo de pagamento da natural mensal.

Fonte: Blog do BG/Poder 360

Policial » Rio Grande do Norte

Áudios e vídeos comprovam fraudes em hodômetros de veículos

Operação Vitruvius, deflagrada na terça-feira (26), teve apoio da Polícia Militar e cumpriu 50 mandados de busca e apreensão

Seis mandados de prisão preventiva e outros 50 de busca e apreensão foram cumpridos nos municípios de Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e ainda em João Pessoa, capital da Paraíba. A operação Vitruvius apura crimes contra as relações de consumo, associação criminosa e estelionato. Foram presos preventivamente os supostos adulteradores Tiago Conceição Cachina, Gileno Cachina, Antônio Eric Carvalho de Souza, João Otávio Macedo da Silva, Alcivan Eufrásio da Silva e Lucas Oliveira de Farias.

O promotor de justiça Leonardo Cartaxo explicou que interceptações telefônicas foram feitas durante 45 dias. Nesse período, o promotor explicou que os investigadores encontraram um conteúdo de “muita gravidade”. “São absurdas as ligações que esses adulteradores tinham com esse pessoal de lojas de carros usados e particulares. Foi revoltante a situação que a gente pôde constatar nos áudios”, disse o promotor. A investigação teve início em agosto de 2017, logo após  duas denúncias ao MPRN, de pessoas que tiveram os hodômetros dos carros adulterados.

O esquema funcionava com dois adulteradores autônomos e uma loja que trabalha com eletrônicos, mas segundo o MPRN, era popularmente conhecida por fazer adulterações.

Pelo o que foi apurado pelo Ministério Público, Tiago Cachina pode ser considerado o maior adulterador de hodômetros do ramo de automóveis usados em Natal, além de possuir “clientes” em outras cidades do Rio Grande do Norte, sendo habitualmente contratado para adulterações por diversas revendas de veículos usados de Natal. De acordo com Leonardo Cartaxo, foi pedido o sequestro de um apartamento de Tiago Cachina, avaliado em R$ 210 mil. Comprado à vista, a suspeita do MPRN é de que o imóvel tenha sido adquirido com dinheiro de ações criminosas praticadas pelo homem.

Leonardo Cartaxo disse que as interceptações telefônicas revelaram a ‘gravidade do esquema’

Os áudios interceptados demonstram que ele realiza a atividade criminosa diariamente, durante o dia todo, tendo sido possível detectar ao menos 153 carros que teriam sido adulterados por ele em um período de 45 dias. Além dos áudios captados com autorização judicial, vídeos produzidos por agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão do MPRN, mostram Tiago Cachina transitando inúmeras vezes nas lojas investigadas carregando o scanner automotivo que usa para realização das fraudes em veículos. Por cada “serviço”, ele cobra entre R$ 50 e R$ 250.

Além das adulterações em hodômetros, também foram constatadas outras manipulações nos veículos, como a eliminação de alertas de segurança e de panes em sistemas diversos, como problemas nos airbags e freios. Para o MPRN, essas adulterações colocam em risco a saúde e a segurança dos motoristas. “Uma das formas era causar um curto circuito e queimar a lâmpada do painel. O consumidor jamais sabia que um veículo estava com problema”, frisou Leonardo Cartaxo.

Os envolvidos na operação, se julgados, vão responder por crimes de consumo e associação criminosa. Se condenados, podem pegar de 2 a 5 anos. Os crimes são julgados separadamente, ou seja, eles podem responder criminalmente por cada adulteração praticada. Nesse caso, as penas podem ser multiplicadas. As investigações vão continuar a partir dos materiais apreendidos nas buscas e apreensões.

O  promotor de justiça Leonardo Cartaxo orienta as pessoas, que desconfiarem que foram vítimas de adulterações, a procurar as concessionárias dos veículos para que o carro seja submetido a um scanner. A população pode fazer denúncias de crimes em geral com ligação gratuita para o número 127 do MPRN. A identidade do informante será preservada.

As adulterações
As adulterações nos hodômetros ocorre com o acesso ao sistema digital por meio de um computador. No entanto, a fraude pode ser revelada em revisões realizadas nos veículos a partir da diferença dada pela central de gerenciamento eletrônico do motor, que registra a quilometragem real. Antigamente – antes da digitalização dos painéis- o crime era realizado com o desmonte do dispositivo, que tornava possível retroceder manualmente os algarismos do equipamento.

As interceptações

w 11 de outubro de 2017
Uma interceptação telefônica captada flagra a negociação entre Tiago Conceição Cachina e um homem até este momento não identificado.

Veja a transcrição do áudio:

HNI: Tiago!
TIAGO CACHINA: Oi!
HNI: Deixa o Honda City com 78, 77…
TIAGO CACHINA: 78, 77, né?
HNI: É.
TIAGO CACHINA: Valeu!
HNI: 78! Aí quanto é que eu lhe devo os dois carros?
TIAGO CACHINA: O Honda eu tinha feito 80, né? Essa daí… a outra normal eu faço R$ 100 pra você.
HNI: 180, no caso, os dois?!
TIAGO CACHINA: Oi?
HNI: No caso, os dois sai 180?
TIAGO CACHINA: Não, essa daí… a outra eu faço R$ 100, “macho”, pra tu, a outra.
HNI: Então, 100 com 80, 180 né?
TIAGO CACHINA: A outra Hilux eu fiz pra você R$ 100. Essa aí é diferente, pô, o programa. É mais nova.
HNI: E é?
TIAGO CACHINA: É, pô, é diferente.
HNI: Mas “homi”, me ajude. Aí fica quanto essa?
TIAGO CACHINA: Eu vou fazer essa daí pra tu 150, pô, mas eu cobro mais caro aí “dos cara”, eu cobro na faixa de 200 “conto” pra fazer.
HNI: E é?
TIAGO CACHINA: É, as outras eu faço R$ 100, “pô” (…)
HNI: Então fica 230, né?
TIAGO CACHINA: É.
HNI: Aí, faça lá o City, eu vou almoçar e depois do almoço eu pago os dois a você!
TIAGO CACHINA: Tá bom!
HNI: Valeu!

9 de abril de 2017
Um vídeo feito por agentes do Gaeco mostra Tiago Cachina retirando o painel de um Suzuki Gran Vitara ao lado de uma revendedora de veículos no bairro de Neópolis, zona Sul de Natal. Ele entra no veículo, retira o painel, vai até o carro dele e, 15 minutos depois, volta com o equipamento com o hodômetro para reinstalá-lo. Toda a ação é acompanhada pelo proprietário do Vitara.

28 de novembro de 2017
Em outro áudio captado com autorização judicial, Tiago Cachina confirma que, além de adulterar hodômetros, elimina alertas de segurança de veículos, como problemas nos airbags e freios. A conversa interceptada foi entre Tiago e o proprietário de uma revendedora de veículos usados

Veja a transcrição do áudio:

TIAGO CACHINA: Mas diga lá… é o que?
EMPRESÁRIO: Era pra… do Honda City, tá em 127, pra deixar 82.
TIAGO CACHINA: Que ano é esse carro?
EMPRESÁRIO: 2011.
TIAGO CACHINA: City, né?. 2011… tem que tirar fora aí.
EMPRESÁRIO: É?
TIAGO CACHINA: É. Faz no lugar não. Tem que tirar essa parte onde fica o meio, essa parte do som tem que tirar também.
EMPRESÁRIO: E é rapaz?
TIAGO CACHINA: É. Tem que puxar. Ele vem todinho pra frente e tira o painel fora.
EMPRESÁRIO: Sei.
TIAGO CACHINA: Demora um pouquinho.
EMPRESÁRIO: Tiago, quanto é que sai a luz do…?
TIAGO CACHINA: R$ 90. Tem que desmontar ele aí, todo o trabalho que dá.
EMPRESÁRIO: Certo, mas aí tá a luz do… parece que do airbag. Ou é do airbag e do ABS acesa, sabe?
TIAGO CACHINA: Airbag e ABS aceso?
EMPRESÁRIO: É.
TIAGO CACHINA: Aí é outro detalhe…
EMPRESÁRIO: Hum rum. Tem como apagar não?
TIAGO CACHINA: Pra apagar eu posso tentar apagar definitivo, né?
EMPRESÁRIO: É, certo, certo!

Outro vídeo feito pelo Gaeco mostra que além de Tiago Cachina, outras pessoas também fraudam hodômetros em Natal. O vídeo, feito na GC Velocímetros, mostra o adulterador João Otávio Macedo da Silva negociando a fraude.

Riscos a motoristas
Para o MPRN, essas adulterações impõem maiores riscos à saúde e segurança dos consumidores, além da própria vida, uma vez que panes que deveriam ser sanadas pela substituição de peças e manutenções preventivas e corretivas são apenas “maquiadas”.

Serviço
Como evitar fraudes de hodômetro de veículos

1 – Fique de olho no desgaste do veículo
Se o veículo estiver mais detonado aparentemente do que deveria em relação a quilometragem que ele marca, é um indicativo. Fique de olho nos pedais de aceleração, de freio e de embreagem, nos batentes de portas, nas borrachas e nos tapetes de chão.

2 – Consulte o Detran para ter mais informações
O site do Departamento de Trânsito fornece informações sobre o veículo. Por lá, dá para consultar as multas desse veículo, quantos donos ele já teve e outras informações.

3 – Observe o estado do painel
Danos específicos próximos ou no painel são sinais de possível adulteração. Fique de olho em parafusos soltos ou em falta nessa região e arranhões na área do hodômetro.

4 – Atente-se aos registros de manutenção
A cada 10 ou 5 mil quilômetros percorridos, algumas peças precisam ser substituídas. Se o veículo apresentado estiver com a quilometragem muito baixa, confira essas peças para ver se elas estão novas ou intactas. Entre elas, verifique a bateria, as pastilhas de freio e as mangueiras.

5 – Faça um test drive no veículo
Ative o velocímetro do seu GPS e comparar com o do carro. Discrepâncias em excesso entre as duas velocidades podem indicar modificações no painel, principalmente no hodômetro.

6 – Inspecione o veículo junto com o seu mecânico
Se você tiver um mecânico de confiança, esse profissional, em quem você pode confiar, vai te ajudar a olhar o veículo usado ou seminovo que você deseja comprar. Ele buscará sinais de adulteração e pode até mesmo usar um scanner profissional para encontrar inconsistências entre o hodômetro e os dados armazenados pelo veículo.

7 – Observe a quilometragem do manual
O veículo a ser comprado deve ter passado por todas as revisões juntamente à sua fabricante, pois assim você tem a garantia de comprar um automóvel em bom estado. Peça para ver o manual e confira as revisões, pois lá as quilometragens estão anotadas.

Fonte: Tribuna do Norte

PIS/PASEP

Saque do PIS de 2016 acaba amanhã; PIS extra é suspenso, mas volta maior

Termina na sexta-feira (29) o prazo para sacar até R$ 954 de abono do PIS/Pasep de 2016. Quem perder o prazo não poderá mais sacar o dinheiro. Tem direito ao benefício quem trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2016, entre outras situações (veja a lista completa mais abaixo).

Sexta-feira também é o último dia da primeira fase de outro saque, o da liberação extraordinária do fundo PIS/Pasep, que não tem nada a ver com o abono. Mas, nesse caso será apenas uma suspensão temporária. No sábado (30), o saque será interrompido e voltará em agosto com valor até 10% maior. Essa mudança de valor ocorre porque haverá a correção anual do PIS. A liberação extra é só para quem trabalhou entre 1971 e 1988 como contratado em empresa privada ou no serviço público (saiba mais no final deste texto).

Abono 2016

No caso do abono, o pagamento é anual. Segundo os dados mais recentes, divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta semana, já haviam sido pagos R$ 16,49 bilhões a 22,29 milhões de trabalhadores, o que representa 90,91% do total.

Mais de 2 milhões de pessoas ainda não sacaram. Se elas perderem o prazo, não poderão mais sacar o dinheiro, que vai para o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), de acordo com o ministério. Porém, já houve casos de trabalhadores que conseguiram na Justiça o direito de sacar os valores mesmo após o fim do prazo.

O abono salarial do PIS/Pasep para quem trabalhou em 2016 começou a ser pago em julho do ano passado, e o último lote foi liberado em março. Os recursos ficam disponíveis para todos até sexta-feira (29). O valor varia de R$ 80 a R$ 954, de acordo com o tempo de trabalho em 2016.

Nesta semana foi divulgado o calendário de pagamento do abono para quem trabalhou em 2017. O pagamento começa em 26 de julho e vai até 28 de junho de 2019.

Veja quem tem direito ao abono

  • quem trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2016;
  • ganhou, no máximo, dois salários mínimos, em média, por mês;
  • está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • é preciso que a empresa onde trabalhava tenha informado seus dados corretamente ao governo.

Como saber se você tem direito?

Para saber se tem direito ao abono salarial, é possível fazer a consulta das seguintes maneiras:

PIS (trabalhador de empresa privada):

  • no Aplicativo Caixa Trabalhador;
  • no site da caixa (www.caixa.gov.br/PIS, clique em “Consultar pagamento”;
  • pelo telefone de atendimento da Caixa: 0800 726 0207;
  • pelo telefone 158 da central de atendimento do Ministério do Trabalho;
  • nos postos da Superintendência Regional do Trabalho, antiga DRT.

Pasep (servidor público):

  • pelos telefones da central de atendimento do Banco do Brasil: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas); 0800 729 0001 (demais cidades) e 0800 729 0088 (deficientes auditivos);
  • pelo telefone 158 da central de atendimento do Ministério do Trabalho;
  • nos postos da Superintendência Regional do Trabalho, antiga DRT.

Quanto é pago?

O valor pago é de até um salário mínimo (atualmente R$ 954) e varia de acordo com o tempo que a pessoa trabalhou. Se ela trabalhou o ano todo, recebe um salário mínimo. Se trabalhou um mês, ganha proporcionalmente: 1/12 do mínimo.

Segundo o Ministério do Trabalho, os valores são arredondados para cima. Quem trabalhou por um mês, por exemplo, teria direito a R$ 79,50 de abono. Com o arredondamento, o trabalhador recebe R$ 80.

Onde é feito o saque?

  • Funcionários de empresa privada, com Cartão Cidadão e senha cadastrada: o saque pode ser feito em caixas eletrônicos da Caixa e lotéricas
  • Não tem o Cartão Cidadão? O saque é feito em uma agência da Caixa, com documento de identificação
  • É correntista individual da Caixa? O abono será depositado diretamente na conta, caso haja saldo acima de R$ 1 e movimentação
  • É servidor público? O saque é feito no Banco do Brasil. Correntistas do banco recebem o dinheiro diretamente na conta. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone do BB: 0800 729 0001

Saque extra do fundo do PIS/Pasep

Desde 18 de junho está liberado temporariamente o saque das cotas do fundo PIS/Pasep para quem tem 57 anos ou mais. O saque será suspenso no sábado e voltará em agosto (dia 8 para quem tem conta na Caixa ou no Banco do Brasil e dia 14 para os demais). A partir de então, todos que têm dinheiro no fundo poderão sacar, independentemente da idade.

Além disso, o valor das cotas será maior, já que no mês de julho será depositado o rendimento anual do PIS. O governo diz que o valor pode subir até 10%.

O saque das cotas do fundo PIS/Pasep acontece apenas uma vez, e não anualmente, como o abono. Possuem cotas todos os que trabalharam com carteira assinada em empresa privada ou no serviço público entre 1971 e 1988.

Isso porque, de 1971 a 1988, as empresas e órgãos públicos depositavam dinheiro no fundo PIS/Pasep em nome de cada um dos seus funcionários e servidores contratados. Cada trabalhador, então, era dono de uma parte (cota) no fundo. A partir de outubro de 1988, os trabalhadores deixaram de ter contas individuais do fundo.

Havia uma série de condições para que fosse permitido o saque das cotas do fundo PIS/Pasep, como a idade ou ser aposentado, por exemplo. Mas o governo decidiu liberar temporariamente o saque para todos.

Depois de 28 de setembro, o saque volta a ser restrito a quem atende pelo menos um dos seguintes critérios:

  • 60 anos de idade ou mais
  • estar aposentado
  • invalidez
  • câncer
  • portador do vírus HIV
  • doenças graves listadas em portaria interministerial do governo
  • idoso e/ou pessoa com deficiência que recebe o Benefício da Prestação Continuada (BPC)
  • transferência para reserva remunerada ou reforma (no caso de militar)
  • em caso de morte do trabalhador, a família pode sacar

Fonte: UOL Economia

Brasil » Energia

Leilão da Aneel oferta 20 lotes de linhas de transmissão de energia nesta quinta-feira

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) leiloa nesta quinta-feira (28), em São Paulo, o leilão de 20 lotes, com 21 linhas de transmissão e 23 subestações de energia. As linhas de transmissão e as substações levam energia das usinas geradoras até os consumidores.

Os leilões de linhas de transmissão ocorrem todos os anos e servem para aumentar a oferta de energia e também para fortalecer o sistema elétrico. A remuneração das empresas que vencerem os leilões será paga pelos consumidores na conta de luz.

Ao todo devem ser concedidos 2,6 mil quilômetros de linhas de transmissão e subestações com capacidade de transformação de 12,2 mega-volt-amperes (MVA) em 16 estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

O vencedor de cada lote será o grupo que aceitar receber, durante o período da concessão, o menor valor pela construção e operação da linha. A remuneração máxima anual prevista no edital é de aproximadamente R$ 1 bilhão, na soma de todos os lotes.

As receitas das empresas durante a vigência do contrato podem alcançar R$ 25,7 bilhões e o investimento previsto na construção das linhas é de R$ 6 bilhões.

A previsão da Aneel é que as obras devem durar de 36 a 63 meses, dependendo do lote, e que devem gerar 13,6 mil empregos diretos.

O leilão será na sede da B3, antiga BM&FBovespa, às 9h.

Esse é o primeiro leilão de transmissão do ano. No último certame, realizado em dezembro de 2017, todos os 11 lotes ofertados foram arrematados, viabilizando investimentos estimados em R$ 8,7 bilhões.

Fonte: G1

Eleições 2018 » Política » Rio Grande do Norte

Urnas para as eleições de outubro ficarão prontas em setembro

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) prevê para setembro a conclusão do trabalho de preparação das urnas eletrônicas que serão usadas nas eleições de 2018. Ao todo o TRE-RN dispõe de 9.240 equipamentos para as 60 Zonas Eleitorais do estado. Este número contempla os aparelhos que estarão nas seções eleitorais, as urnas de contingência e os aparelhos reserva.

As urnas eletrônicas de contingência e as reservas formam o grupo de segurança, utilizadas em caso de eventuais falhas. As reservas são as que substituem outras que no momento da preparação apresentem defeito. As de contingências são aquelas aptas para substituírem os equipamentos que demonstrem falhas no dia do pleito.

O coordenador de Logística das Eleições do TRE-RN, Tyronne Dantas, explica que o trabalho de preparação das urnas engloba um processo que consiste em testes e procedimentos para encontrar eventuais problemas para que a equipe de técnicos tenha tempo de corrigir os erros encontrados. O trabalho de manutenção permite que os equipamentos sejam submetidos à manutenção “preventiva” e “corretiva” que acontece todos os anos em três ciclos de quatro meses.

De acordo com o ele, estes ciclos compreendem as fases em que em “todas as urnas passam por testes exaustivos”, de modo que sejam identificadas aquelas que apresentam algum problema de ordem técnica e assim sejam encaminhadas para reparo.

Segundo Tyronne Dantas o primeiro ciclo de manutenção deste ano já finalizou e está previsto que a próxima etapa seja encerrada em julho. Após isso, entrará em ação o trabalho de “distribuição das máquinas por modelo para as Zonas Eleitorais” e logo em seguida, o transporte dos equipamentos para os Cartórios.

Está previsto para o mês de setembro uma audiência entre as Zonas Eleitorais para que seja definido o procedimento que permitirá a geração de mídias com os dados das eleições, onde constarão informações dos candidatos, seções e dos eleitores e logo em seguida ocorrerá a inserção dessas mídias nas urnas. Após isso, as urnas receberão um lacre em cerimônia prevista para ocorrer no mesmo mês. A partir daí não poderão mais ser feitos testes nos aparelhos, considerados para o pleito de outubro.

Fonte: OP9

Copa do Mundo 2018 » Esporte » Futebol

Sem susto: Brasil vence a Sérvia por 2 a 0 e vai enfrentar o México nas oitavas de final

Atuação segura, vitória por 2 a 0 e vaga garantida nas oitavas de final da Copa do Mundo. A tensão do jogo decisivo não atrapalhou a Seleção nesta quarta-feira, muito pelo contrário. O Brasil de Tite controlou o jogo contra a Sérvia em Moscou, venceu com gols de Paulinho e Thiago Silva (um em cada tempo) e vai enfrentar o México na próxima fase. Em uma noite de atuação destacada do quarteto Thiago Silva, Casemiro, Philippe Coutinho e Neymar, a Seleção fez sua melhor apresentação no Mundial até agora. O sonho do hexa segue mais vivo do que nunca. Proxima parada, Samara.

Com sete pontos ganhos em três jogos, o Brasil garantiu a primeira colocação do Grupo E. Vai enfrentar o México nas oitavas de final. O jogo será na próxima segunda-feira, em Samara. A Suíça, segunda colocada na chave, pega a Suécia. Sérvia e Costa Rica deram adeus à competição.

Fonte: GloboEsporte.com

Entretenimento » Música

Morre aos 89 anos o polêmico pai de Michael Jackson

Joseph Jackson, pai de Michael Jackson, morreu nesta quarta-feira (27) aos 89 anos. As informações são do TMZ. Ele estava hospitalizado desde o começo de junho batalhando contra um câncer terminal.

O tipo de câncer que Joe enfrentava ainda não foi revelado oficialmente. De acordo com a Variety, ele tinha câncer no pâncreas de estágio 4. Na semana passada, Jermaine Jackson, 63, irmão do rei do pop, deu um depoimento ao site sobre a decisão do pai de impedir que os familiares o visitassem no hospital.

“Ninguém sabia o que estava acontecendo. Não deveríamos ter que implorar e argumentar para vermos nosso próprio pai, especialmente em um momento como este. Estamos sofrendo. Não nos disseram onde ele estava e não nos deram todas as informações. Mesmo do médico. Minha mãe estava preocupada, ele está muito frágil, não tem muito tempo. A família precisa estar ao lado dele, essa é a nossa única intenção em seus últimos dias”, disse Jermaine.

Joe, como também é conhecido, incentivou desde cedo que seus filhos investissem na carreira artística. Desde pequenos, eles foram treinados rigidamente para serem cantores e dançarinos e lançou o grupo de música pop The Jackson 5 à fama internacional.

Além de Michael, Joe teve 10 filhos com Katherine Jackson: Janet, Jermaine, La Toya, Rebbie, Randy, Jackie, Marlon, Tito, Joh’Vonnie e Brandon. O casal ficou junto por mais de 60 anos.

Fonte: Quem

Currais Novos » Esporte » Futebol

Definido o último finalista da II Copa Isaac Cavalcanti de futebol

Aconteceu na noite desta terça-feira 26, no Estádio Coronel José Bezerra em Currais Novos, a definição do outro finalista da Copa Isaac Cavalcanti de futebol.

O jogo foi entre Vila Nova do Bairro Paizinho Maria(atual campeão da Copinha) e Alecrim da Cidade de Lajes Pintadas.

Vila Nova venceu pelo placar de 1 a 0, o único da partida foi marcado Gunga.

Na próxima sexta-feira acontece a grande final da competição entre FGS x Vila Nova.

Fonte: Terra da Xelita

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!