Arquivos:

Acari » Chuva

FOTOS: Gargalheiras continua sem receber um “pingo d’água”

Imagem aérea do Gargalheiras na última quinta-feira (25). Foto: Canindé Soares

Mesmo com as fortes chuvas que caíram no Seridó Potiguar e região da Paraíba nos últimos dias, o Gargalheiras continua sem receber água.

O fato é que muitos reservatórios estavam, ou ainda estão, totalmente secos e precisam encher pra depois desaguar no Marechal Dutra. Dentre os grandes reservatórios estão o Açude da Serraria, em Picuí/PB e Dourado, em Currais Novos. Ambos continuam ainda sem água.

Chuva » Paraíba

No interior da Paraíba, população improvisou travessia aérea para atravessar enchente

Já ouviu aquela frase: “pra tudo tem um jeito, menos pra morte”? Pois bem, na Paraíba a população de uma comunidade do município de Cacimba de Areia teve que improvisar uma maneira de atravessar o rio, pois a passagem molhada ali existente ficou totalmente submersa com a grande cheia do Rio Farinha, após as últimas chuvas que caíram na região.

Munidos de cabos de aço, cordas, e uma cadeira de ferro, os moradores improvisaram uma passagem aérea sobre o rio. Um idoso fez o teste e os familiares fizeram questão de registrar tudo.

.

Cruzeta » São José do Seridó » Trânsito

Três pessoas ficaram feridas após colisão e capotamento entre São José e Cruzeta

O acidente aconteceu na “Curva Badaruco”, na tarde deste domingo (25)

Um acidente automobilístico deixou três pessoas feridas na tarde deste domingo (25) entre os municípios de Cruzeta e São José do Seridó.

No incidente, tipo capotamento, uma pessoa ficou presa nas ferragens.

O fato aconteceu na curva Badaruco, local conhecido por já ter acontecido outros acidentes. Não há informações sobre o estado de saúde das mesmas.

Economia » Seridó

Prefeita de Equador e presidente da AMSO comemora aprovação de aporte financeiro para os municípios

Noeide Sabino, prefeita de Equador e atual presidente da AMSO

A prefeita de Equador e presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Seridó Oriental, Noeide Sabino, celebrou a aprovação do aporte financeiro da União para os municípios brasileiros pelo Congresso Nacional. A conquista é fruto do movimento municipalista encabeçado pelos prefeitos. Com a sansão do presidente Michel Temer (MDB), o Governo Federal deverá destinar R$ 2 bilhões às prefeituras de todo o Brasil.

“Essa foi a primeira conquista de uma série que estamos lutando para os nossos municípios. Precisamos cada vez mais nos unir e fortalecer o movimento municipalista para termos cidades oferecendo melhores serviços à comunidade”, comentou a prefeita, que aproveita para parabenizar todos os prefeitos pela conquista.

“Prefeitos unidos têm voz e força para lutar pelos seus municípios em Brasília”, garante a gestora. Após a aprovação do aporte financeiro pelo Congresso Nacional, o projeto segue para sansão do presidente da República.

Marcos Dantas
Rio Grande do Norte

Chuvas animam produtores rurais do RN

Embora 17 reservatórios do estado ainda não tenham saído do volume morto, água já muda o cenário do interior.

Bastou as chuvas começarem a abastecer os reservatórios de água do Rio Grande do Norte para o sertanejo se encher de esperança. Embora grandes açudes e barragens ainda não tenham recebido água suficiente para sair do volume morto, o líquido que chega nas pequenas comunidades rurais já muda o cenário, após seis anos de seca.

(mais…)

Absurdo

Apesar de trégua imposta pela ONU, ataques continuam na Síria

Papa Francisco lançou apelo para que violência termine

Apesar das Nações Unidas decretarem ontem (25) uma trégua de 30 dias na guerra da Síria, foram registrados hoje (26) novos bombardeios no enclave de Ghouta, perto de Damasco. De acordo com ativistas locais, ao menos sete pessoas morreram e 30 ficaram feridas.

O Observatório para os Direitos Humanos na Síria, sediado em Londres, reportou que os bombardeios estão menos intensos desde a decisão tomada pelo Conselho de Segurança da ONU para uma trégua de 30 dias. No entanto, continuam os ataques, principalmente aéreos e de artilharia. Ghouta é um entrave dominado por rebeldes sírios que tem sido atacado há semanas pelas forças do ditador Bashar al-Assad, o qual recebe o apoio político da Rússia e do Irã. Em sete dias de ofensiva, mais de 500 pessoas morreram. O chefe do Exército do Irã, general Mohammad Baqeri, disse neste domingo que a Síria “continuará” suas ações militares em Ghouta.

“O Irã e a Síria respeitarão a trégua da ONU, mas o cessar-fogo não incluiu os subúrbios de Damasco em mãos de terroristas. Ali, as operações continuarão”, afirmou à imprensa de Teerã. A resolução aprovada pela ONU prevê o cessar-fogo de 30 dias, mas permite que as ações militares contra grupos terroristas como o Estado Islâmico (EI), a Al-Qaeda e a frente Al-Nusra continuem. Essa foi uma exigência da Rússia para não vetar o documento no Conselho de Segurança. As lideranças políticas, porém, temem que seja um pretexto para Assad continuar os ataques contra os rebeldes no enclave. O Papa Francisco fez um apelo hoje para que a violência seja encerrada “imediatamente” na Síria. “Este mês de fevereiro foi um dos mais violentos em sete anos de conflito na Síria: milhares de vítimas civis, crianças, mulheres, idosos foram atacados em hospitais. O povo não consegue nem comer… isso é desumano. Não se pode combater o mal com outro mal. E a guerra é um mal”, criticou o líder católico. O presidente russo, Vladimir Putin, o francês Emmanuel Macron e a chanceler alemã, Angela Merkel, também pediram que os líderes envolvidos na guerra da Síria “continuem seus esforços para implementar plenamente” o cessar-fogo.

Policial » Rio de Janeiro

AÍ TÁ CERTO! Tropa de choque para ações de alto risco no Rio é comparada a grupo do exército americano que matou Bin Laden

Uma tropa que recebe treinamento de alto nível, com sede em Goiânia, chegou ao Rio para ficar na linha de frente da intervenção federal na área da segurança pública do estado, sob o comando do general Walter Souza Braga Netto. Na caserna, entre os militares, seus integrantes são chamados de “fantasmas” por atuarem nas sombras, em operações sempre cercadas de sigilo. O Batalhão de Forças Especiais do Exército conta com aproximadamente 2 mil homens.

Não raro, eles são comparados aos Navy Seals da Marinha americana, que mataram Osama bin Laden no Paquistão em 2011. Esses militares, preparados para ações antiterror, têm nas mãos uma missão muito difícil: expulsar o tráfico e as milícias de algumas favelas cariocas.

Coronel da reserva e ex-integrante das Forças Especiais, Fernando Montenegro coordenou a ocupação do Complexo do Alemão, em 2010. Ele explica que o grupo tem um nível de preparo muito superior à média da tropa do Exército. Além de táticas de guerrilha, os “fantasmas” aprendem estratégias de combate à criminalidade urbana durante o período de formação: fazem treinamentos com oficiais do Bope da PM e com militares de unidades especiais de outros países.

É por isso que se espera, nas ruas, um resultado muito diferente dos obtidos até agora pelas operações de Garantia da Lei e da Ordem no Rio. Os integrantes das Forças Especiais passam por um rígido processo de seleção no Forte Imbuí, em Niterói, antes de seguirem para um mínimo de cinco anos de preparação em Goiânia.

— É incomparável a qualidade deles. Eles alcançam uma qualificação extrema não só em nível tático, recebem treinamento de ponta para ações de alto risco em áreas urbanas. Trabalham com inteligência e entendem como funcionam as forças de sustentação de uma guerrilha — afirma Montenegro, acrescentando que a formação visa, em condições normais, a proteger o país contra invasões. — É um treinamento que capacita o militar a suportar situações extremas. Cada integrante das Forças Especiais tem um nível de conhecimento que o permite planejar sabotagens em grandes instalações e até produzir explosivos de forma improvisada.

O símbolo das Forças Especiais foi criado para passar a imagem de que seus homens são os mais temidos do Exército. No brasão dos FEs, como são chamados, aparece uma mão empunhando uma faca. Não por acaso, ela está com uma luva, referência às ações sempre discretas, que não deixam rastros. A lâmina está manchada de vermelho. Até mesmo o fundo do desenho, na cor preta, tem um significado: a tropa, preferencialmente, age à noite. O primeiro grupo de FEs desembarcou no Rio no último dia 16, e, na madrugada de sexta-feira, fez uma incursão à Vila Kennedy antes da chegada de 3 mil homens do Exército à comunidade.

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!