Arquivos:

Policial

Prefeito do interior do RN é perseguido por bandidos na RN-117

Brenno Queiroga.

Brenno Queiroga.

O prefeito do município de Olho D´água dos Borges, Brenno Queiroga, foi perseguido por elementos fortemente armados na noite desta quarta-feira (29), na RN-117 entre as cidades de Governador Dix-sept Rosado e Olho D´água dos Borges, na região Oeste do Estado.

De acordo com informações do capitão da Companhia da PM de Apodi, Marcos Honorato Carvalho, o prefeito viajava com o motorista de Apodi, onde participou de uma entrevista na rádio local, e seguia com destino ao seu município, quando foi abordado em uma pizzaria as margens da rodovia na zona rural de Caraúbas.

Ainda de acordo com informações, os criminosos estavam em um veículo do tipo Gol de cor branca e, utilizando-se de armas de grosso calibre, tentaram assaltar o político que conseguiu escapar.

A Polícia Civil deu início as investigações. “Não houve se quer disparo” , disse o delegado Erick Gomes, de Caraúbas. O capitão Carvalho solicitou as imagens do circuito interno da pizzaria e ordenou que guarnições realizarem diligências na tentativa de localizar a quadrilha.

Policial

MOSTRO: Caseiro suspeito de matar criança é investigado por desaparecimento de mulher

Policiais civis realizaram buscas, nesta quarta-feira (29), para tentar encontrar vestígios sobre uma mulher que está desaparecida desde o ano de 2008. De acordo com o delegado Raimundo Rolim, Lindomara Soares da Silva, na época com 29 anos, pode ter sido morta por Carlos Alexandre de Andrade, de 38 anos.

Ele está preso desde suspeito de ter matado e enterrado a menina de Maria Eduarda de Lima, de 11 anos, no dia 12 deste mês de julho. Durante os depoimentos desta investigação, a Polícia Civil descobriu outros crimes atribuídos a Carlos Alexandre.

A mãe de Lindomara Soares foi uma das ouvidas pelo delegado Raimundo Rolim. Foi a partir deste depoimento que Carlos Alexandre passou a ser suspeito pelo desaparecimento da jovem. Com isso, foram realizadas buscas e escavações próximo à casa de Carlos Alexandre, em Genipabu.

Os policiais acabaram encontrando roupas que pertenciam a Lindomara, sendo as peças, inclusive, reconhecidas pela mãe da vítima. Pelas características da morte da menina Maria Eduarda, a polícia suspeita que Carlos Alexandre tenha feito o mesmo com Lindomara no ano de 2008.

Ainda de acordo com o delegado Raimundo Rolim, com o encontro das roupas enterradas, a polícia continuará realizando buscas na tentativa de encontrar mais vestígios ou até mesmo a ossada da jovem Lindomara.

Ministério Público

MP quer saber se agentes facilitaram fugas em presídios do RN

Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior unidade prisional do RN (Foto: Canindé Soares/G1)

Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior unidade prisional do RN (Foto: Canindé Soares/G1)

O Ministério Público do Rio Grande do Norte quer saber se a Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc) abriu sindicâncias e apurou possíveis facilitações de fugas no sistema prisional potiguar em 2015. A portaria do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Nucap), assinada pelo promotor Márcio Cardoso Santos, foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (29).

No documento, o MP enfatiza que mais de 80 presos fugiram de unidades prisionais do estado neste ano. As duas maiores aconteceram em abril na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, o maior presídio do estado, em Nísia Floresta. Na madrugada do dia 6 de abril, 32 detentos escaparam. A Sejuc anunciou que abriria uma sindicância à época. Já no dia 22 de abril, 35 presos fugiram.

O MP pede que em dez dias a Sejuc e a Comissão Especial de Processo Administrativo (Cepa), responsável pela instauração das sindicâncias, enviem as informações solicitadas.

O G1 entrou em contato com a Sejuc na manhã desta quarta, mas até o momento não recebeu resposta sobre a abertura das sindicâncias sobre as fugas do sistema prisional.

Natal

Marinha abre navio-escola para visitação no porto de Natal

Navio-Escola Brasil ficará aberto para visitação nos dias 1 e 2 de agosto em Natal (Foto: Divulgação/Marinha)

Navio-Escola Brasil ficará aberto para visitação nos dias 1 e 2 de agosto em Natal (Foto: Divulgação/Marinha)

Atracará nesta sexta-feira (31) no porto de Natal, o navio-escola “Brasil”. A embarcação, que zarpou do Rio de Janeiro no dia 26 de julho para a XXIX Viagem de Instrução de Guardas-Marinha (VIGM), estará aberta à visitação do público na capital potiguar nos dias 1° e 2 de agosto, entre 14h e 17h. A entrada é franca.

A Viagem de Instrução de Guardas-Marinha (VIGM) é realizada anualmente pelo navio-escola com os propósitos de complementar, com ênfase na experiência prática, os conhecimentos teóricos adquiridos pelos guardas-marinha na escola naval, de aprimorar a formação cultural dos futuros oficiais da Marinha do Brasil e de representar o País e a Marinha nos diversos portos visitados, promovendo o estreitamento dos laços com nações amigas.

Durante os cerca de 5 meses de viagem, serão ministradas aulas práticas de navegação, meteorologia, marinharia, operações navais, controle de avarias e administração naval, bem como é conduzida a importante fase de adaptação dos guardas-marinha à vida de bordo.

A 29ª edição da viagem de instrução passará por 18 portos de 15 países. São eles: Natal,Funchal (Portugal), Toulon (França), Civitavecchia (Itália), Valência (Espanha), Lisboa(Portugal), Roterdã (Holanda), Hamburgo (Alemanha), Londres (Inglaterra), Rouen (França), Nova York (EUA), Jacksonville (EUA), Cartagena (Colômbia), Guayaquil (Equador), Callao(Peru), Valparaíso (Chile), Mar Del Plata (Argentina), Montevidéu (Uruguai) e Rio de Janeiro.

Devido às características e limitações do local e peculiaridades do Navio (como existência de escadas para acesso aos compartimentos), recomendamos que sejam evitadas, na visitação, crianças abaixo de 5 anos e pessoas com dificuldades de locomoção.

O navio

O navio-escola “Brasil” foi construído pelo Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, a partir do projeto desenvolvido pela Diretoria de Engenharia Naval, ambos órgãos da Marinha do Brasil. A construção foi iniciada em setembro de 1981 e, após dois anos, no dia 23 de setembro de 1983, o navio foi lançado ao mar.

O Navio tem sido mantido atualizado ao longo dos anos, estando equipado com modernos sistemas, a maioria proveniente de projetos desenvolvidos tanto pela Marinha do Brasil quanto por empresas nacionais. A tripulação é composta por 33 oficiais, 222 praças e 3 servidores civis da Marinha do Brasil. Desde o dia 20 de julho, o Navio passou a contar com mais 182 Guardas-Marinha todos oriundos da escola naval.

G1/RN
Mega-Sena

Mega-Sena pode pagar R$ 46 milhões nesta quarta-feira

O sorteio do concurso 1.727 da Mega-Sena, que será realizado nesta quarta-feira (29), poderá pagar o prêmio de R$ 46 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), na cidade de Osasco (SP).

De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), se um apostador levar o prêmio sozinho e aplicá-lo integralmente na poupança, receberá aproximadamente R$ 313,8 mil por mês em rendimentos. Caso prefira, poderá adquirir 57 imóveis de R$ 800 mil cada ou uma frota de 300 carros de luxo.

Para apostar

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

G1
Notícias

Idosa morre a três dias da colação e é enterrada com beca e diploma no DF

Marinha durante estágio supervisionado em um centro cirúrgico (Foto: Reprodução)

Marinha durante estágio supervisionado em um
centro cirúrgico (Foto: Reprodução)

Uma insuficiência cardíaca impediu que a dona de casa Marinha Novais, de 69 anos, realizasse o sonho de receber o diploma de enfermagem. Mãe de 6 filhos e avó de 22 netos, Marinha morreu três dias antes da colação de grau. Vinda de família simples, ela dizia que só iria fazer faculdade depois que todos os filhos se formassem. Para homenageá-la, a família decidiu enterrar a idosa vestida de beca e com o canudo de graduação em mãos.

No final de junho deste ano, Marinha concluiu o tão sonhado curso. Ela também já havia feito curso técnico e aguardava nomeação na Secretaria de Saúde. Cardiopata, a idosa foi internada em um hospital no Distrito Federal a um mês da cerimônia de entrega do diploma. Depois de passar por uma cirurgia para colocar um marca-passo no coração, Marinha não resistiu e morreu em 20 de julho.

A professora de estágio supervisionado Alynne Vicentina, de 24 anos, afirmou que Marinha era uma das alunas mais dedicadas da turma. “Todo mundo ficou surpreso por uma senhora mais velha estar fazendo enfermagem. Perguntei a ela se ela pretendia exercer a profissão e ela disse que não, mas que era o sonho dela. Ela era uma aluna superdedicada. Todo mundo gostava dela, ela pegava as coisas facilmente e fechou o histórico só com notas altas acima de 9.”

Adalgisa da Silva, de 49 anos, conta que mesmo internada a mãe checava o histórico escolar e ajustava os últimos detalhes para a colação. Marinha chegou a pedir que a irmã fosse até a faculdade tirar as medidas da beca para ela e também mandava mensagens para a neta buscar os convites da festa.

“No hospital ela falava o tempo todo da colação. Ela dizia que quando colocasse a mão no canudo com o diploma seria uma alegria, um sonho realizado. Ela esperou muito por isso, não desistiu nunca, ela estava o tempo inteiro interagindo com a turma para as providências da colação. Até preocupada com o cabelo branco ela ficou. O entusiasmo e a vontade de vestir uma beca eram muito grandes.”

A cerimônia foi na última quinta-feira (23). A filha caçula, que também é enfermeira, foi a responsável por receber o diploma em nome da mãe. Foi dela a ideia de enterrar Marinha vestida de beca. A vestimenta foi confeccionada por um dos 14 irmãos da idosa.

Filhos, netos, marido e noras de Marinha durante a cerimônia de colação de grau no DF (Foto: Reprodução)

Filhos, netos, marido e noras de Marinha durante a cerimônia de colação de grau no DF (Foto: Reprodução)

 

G1
UFC

Wanderlei Silva é processado pelo UFC após acusar liga de ter lutas armadas

Estava demorando, mas enfim o UFC resolveu contra-atacar Wanderlei Silva. Desde que foi banido pela Comissão Atlética de Nevada por fugir de um antidoping, o brasileiro se opôs à organização em que lutava e ao seu presidente, Dana White. Na última semana, ele chegou a dizer que tem provas de que há lutas armadas no Ultimate. E acabou processado.

O Ultimate entrou com um processo contra o ex-campeão do Pride, segundo o site Bloody Elbow, e terá de responder sobre todas as acusações e mostrar provas do que falou, para não ser incriminado por calúnia.

De acordo com o site, o UFC deu entrada em um processo em Nevada nesta terça-feira – pela data, fica claro que a última investida do curitibano foi o limite para a organização. Na última semana, conversando com seguidores no Twitter, Dana White já havia respondido com uma piscadela quando um deles pediu para que o Ultimate fosse à Justiça contra Wand.

Wanderlei fez a acusação da existência de lutas armadas no UFC em um post em que defendeu o cutman Jacob Stitch Duran, demitido por criticar o acordo da organização com a Reebok, que limou seus patrocinadores policiais de sua vestimenta nas noites de luta. O brasileiro cobrou também a empresa por não demití-lo, já que seu contrato segue em vigor, amarrando seu futuro.

Postou ele: “Demitiram-no, isso mesmo, demitiram o Stich por se posicionar contra esse roubo que está sendo feito contra os atletas. Aí pergunto, porque não me demitem? Eu já disse que não quero e não vou trabalhar mais pra esse evento, e não me demitem, é isso o que acontece com quem fala a verdade nesta empresa: é escorraçado. Eles não têm respeito por ninguém, eu já deixei bem claro pra vocês: não luto nunca mais pra esse evento, UFCirco!!! Lutas compradas, e posso provar isso! Ainda não soltei a bomba, não falei tudo que sei!!!”.

E teve mais, em outro post no Instagram: “Já tentaram me comprar, mas não estou e nunca estive à venda. Vou lutar até o fim para desmascarar esses promotores, que estão iludindo o povo!! E trapaceando, tirando a dignidade e a honra do nosso esporte! Esta virando WWE, telequete!!! Com lutas armadas. Temos que parar esses caras, pois isso é o fim da linha pra nós !!!”

É claro que Wanderlei Silva tem todos os direitos de fazer acusações contra o UFC. Mas, é claro, ele precisa ter provas para bancar algo tão sério quanto vem prometendo revelar. Fazer promessas em redes sociais sem um único ponto que lhe resguarde e dê credibilidade complica o brasileiro. E, lá nos EUA, se for provado que Wanderlei apenas “jogou um verde” e mentiu, a coisa pode ficar feia frente à Justiça. Aguardemos os próximos capítulos, a história vai dar muito pano pra manga…

Na Grade do MMA – UOL
Polêmica » Policial

MP pede suspensão de item que aborda cotas para negros em concurso da PF

O Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF/ES) ajuizou ação civil pública com pedido de liminar contra a Fundação Universidade de Brasília (FUB/UnB) e a União. O órgão pede a suspensão parcial imediata do concurso para agente da Polícia Federal em todo o país. Para a Procuradoria, a Lei nº 12.990/2014, que reserva cotas para negros em concursos públicos federais, é inconstitucional e inaplicável. A 4ª Vara Federal de Vitória/ES autuou o processo, nesta terça-feira (28/7), para apreciação e, caso o pedido de liminar seja concedido, o concurso ficará suspenso até decisão final da Justiça, segundo o próprio MP.

O edital do concurso pede, no item 5.1, que 20% das vagas destinadas ao cargo de agente de Polícia Federal sejam providas na forma da Lei nº 12.990/2014, ou seja, preenchidas por candidatos negros ou pardos. O critério utilizado para concorrência nas vagas reservadas aos negros foi o preenchimento da autodeclaração conforme quesito cor ou raça utilizado pelo IBGE.

Para o procurador da República Carlos Vinicius Cabeleira, autor da ação, as cotas para ingresso no serviço público são inconstitucionais. “Além disso, a lei só poderia ser aplicada se e quando o IBGE instituir critérios objetivos para definição de cor e de raça, já que, pela autodeclaração, todos podem ser cotistas, o que inviabiliza o sistema de cotas”, explica.

A ação alega que também houve ilegalidade nas decisões tomadas pela banca de verificação. “A banca eliminou todos os candidatos que considerou não se enquadrarem na raça negra, sendo que a lei diz que somente seriam eliminados os candidatos que comprovadamente apresentassem declaração falsa. Como não existe critério objetivo para a classificação racial, a autodeclaração não poderia ser considerada falsa em nenhuma hipótese”, explica Cabeleira.

O concurso tem 600 vagas para agentes da PF com remuneração de R$ 7.514,33. Participaram das provas 98.101 candidatos de nível superior. Ao todo, 30 vagas estavam reservadas a pessoas com deficiência e outras 120 a candidatos negros ou pardos.

 

CorreioWeb
Governo do Estado

Obras de construção civil contratadas pelo Governo devem reservar 5% das vagas para mulheres

As obras de construção civil contratadas diretamente pelo Governo do Estado terão que reservar pelo menos 5% das vagas do pessoal para contratação de mulheres. Isto é o que determina Lei sancionada pelo governador Robinson Faria nesta terça-feira, 28.

A Lei de número 9.968 estabelece que as vagas para contratação de mulheres devem ser na área operacional, não considerando os cargos na área de limpeza, faxina e afins, assim como as vagas na área administrativa. A Lei, entretanto, ressalva que a reserva deve ser compatível com o exercício das funções objeto dos contratos.

A reserva de vagas para o sexo feminino também se aplica nos casos de renovação de contratos de obras pelo Governo do Estado, tanto nos órgãos da administração direta quanto na administração indireta.

A contratação de mulheres para o setor da construção civil amplia o mercado de trabalho para o sexo feminino. Elas atuam mais nas áreas de acabamento, pintura e elétrica.

 

Segurança

TJRN oficializa devolução dos primeiros policiais militares

O presidente do Tribunal de Justiça do RN, desembargador Claudio Santos, encaminhou ofício ao governador do Estado Robinson Faria (PSD) nesta quarta-feira (28) oficializando a devolução dos primeiros 20, de um total de 50 policiais militares, que retornam à corporação seguindo um cronograma “devidamente aceito por Vossa Excelência em contato com este Presidente”, como declara o Presidente do TJRN no Ofício 630/2015. Serão devolvidos outros policiais em dezembro deste ano, e em janeiro e dezembro de 2016.

Também está definida a situação dos 72 policiais militares que permanecerão no TJRN em pleno acordo com o Executivo, poder ao qual eles fazem parte e que por lei é responsável pelo seu pagamento. Não há disponibilidade orçamentária do Judiciário para cobrir essa despesa.

O desembargador Cláudio Santos reconhece o déficit de policiais militares e a “iminente necessidade de reforço no policiamento ostensivo em nosso Estado. De outro lado, a Polícia Militar é uma instituição destinada a manutenção da ordem pública do Estado, incluindo a necessidade de incolumidade de magistrados, servidores, promotores, advogados, defensores públicos e da população que frequentam os fóruns espalhados em todo o Estado”.

Também é destacada a parceria entre o Poder Judiciário e a Polícia Militar em todo o país, em decorrência da obrigação constitucional da PM de manter a ordem pública.

O desembargador Claudio Santos reafirma no ofício que a função dos PMs no Judiciário é de segurança pública e não de vigilância, sendo necessária a proteção de magistrados e servidores que atuam sobretudo em processos e câmaras criminais.

 

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!