Arquivos:

Notícias

Globo Rural destaca paixão do nordestino pela sanfona

 

 

Seja nas grandes festas de época ou em um simples arrasta-pé, a sanfona aparece como destaque do trio musical mais popular do Nordeste, ao lado da zabumba e do triângulo.A sanfona foi criada há muito tempo, do outro lado do mundo. Os registros históricos relatam o aparecimento de um instrumento na China, chamado cheng, 2.700 anos antes de Cristo, como o precursor da sanfona. Mas foi na Europa, especialmente na Itália, a partir do século 17, que ela se modernizou, passando por várias transformações até chegar nos moldes que conhecemos hoje.

No município de Jardim do Seridó vive José Amazan Silva, um sanfoneiro famoso no Nordeste. Com 25 anos de carreira, trinta CDs gravados e quatro DVDs. “A partir dos oito anos de idade eu já estava aqui nesses caminhos no Seridó, com minha mãe, em busca da sobrevivência”, conta. O talento de Amazan fez com que ele deixasse para trás o trabalho duro na caatinga para assumir os palcos com sua sanfona. “Eu sobrevivia carregando lenha. Não era uma vida fácil, a gente tinha as mãos calejadas da foice, do machado e das furadas do espinho da jurema”, diz.

Foi por acaso que a sanfona entrou na vida do Amazan, quando ele tinha 16 anos. “Um primo meu veio ficar lá em casa uns dias e trouxe uma sanfoninha velha. Quando ele saiu, eu peguei escondido e comecei catucando nas teclas. Com três dias, eu fiz uma introdução, por isso acharam que eu tinha talento”, afirma. Dizem os músicos mais experientes que para uma pessoa tocar sanfona, são necessários no mínimo oito meses de muita dedicação. Agora, para passar de tocador a sanfoneiro, desses arretados que animam bailes e forró no Nordeste, é preciso mais de ano, e claro que talento nessa hora conta muito.

Talento, Amazan tem de sobra. Com apenas três meses “catucando” nas teclas da sanfona, já tinha espaço nas festas de Jardim de Seridó e região. “Pra mim a sanfona é tudo, né? Uma companheira, um meio de sobrevivência que me deu oportunidade de melhorar um pouquinho de vida. A sanfona, não tenha dúvida, é a deusa da música pro nordestino”, diz. A relação de Amazan com a sanfona é tão forte que ele não ficou satisfeito apenas em ganhar os palcos tocando o instrumento.  Decidiu dar vida a elas, por isso, montou uma das quatro fábricas existentes hoje no Brasil, no município de Campina Grande, no estado da Paraíba.

“Uma vez eu consertei a sanfona de um amigo, que me deu a ideia: ‘você devia colocar uma fábrica de sanfona’. Então eu já cheguei aqui determinado a colocar essa fábrica de sanfona e aí comecei a ver como é que eu poderia fazer. Procurei matéria prima aqui no Brasil e não encontrei. Aí eu fui ao velho mundo, a Itália, com o propósito de trazer a tecnologia pra montar a fábrica de acordeons”, conta.

Postado por: Eduardo Bezerra / G1
Notícias

Rio Grande do Norte vai receber R$ 25 milhões para compra e distribuição de leite

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) vai investir, até agosto de 2015, R$ 24,9 milhões para incentivar a produção e o consumo de leite no Rio Grande do Norte por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), cerca de 30% a mais de recursos em relação à parceria anterior. Somada a contrapartida do estado, ao todo serão investidos R$ 31,4 milhões. O convênio com o estado foi assinado na sexta-feira (20) e será publicado nos próximos dias no Diário Oficial da União.

A meta é adquirir mais de 14,6 milhões de litros de leite bovino e outros 2,1 milhões de leite de cabra de mais de 2,4 mil agricultores familiares do estado. O produto comprado será distribuído para 6,9 mil famílias em situação de vulnerabilidade e insegurança alimentar e nutricional, além de 100 entidades socioassistenciais, em 50 municípios potiguares. No mínimo, 30% do leite adquirido deverão ser doados às entidades da rede socioassistencial, equipamentos de alimentação e nutrição e unidades da rede pública e filantrópica de ensino, preferencialmente aquelas já atendidas pela modalidade de Doação Simultânea do PAA.

Postado por: Eduardo Bezerra
Notícias

Agentes acham droga dentro de leite condensado em cadeia na Paraíba

Um detento do regime semiaberto foi flagrado ao tentar entrar com droga na Cadeia Pública de Santa Luzia, região da Borborema da Paraíba. De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária, ele escondeu 10 papelotes de maconha dentro de uma caixa de leite condensado.

A droga foi encontrada por dois agentes penitenciários durante a revista que é feita quando os presos chegam para dormir na cadeia. Ainda segundo a Administração Penitenciária, após o flagra o detento foi conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Patos, Sertão do estado.

Postado por: Eduardo Bezerra / Robson Pires
Notícias

Papa Francisco pede atenção para problema dos sem-teto

O papa Francisco apelou hoje (22), nas vésperas do Natal, às autoridades políticas e aos serviços sociais do mundo inteiro para que façam “todo o possível para que todas as famílias possam ter uma casa”. Da janela do apartamento, para milhares de fiéis reunidos para a Oração do Angelus, na Praça de São Pedro, o papa argentino disse: “Vejo lá em baixo, escrito em letra grande [numa faixa] ‘Os pobres não podem esperar’. É lindo isso!”, disse Francisco, que foi em seguida muito aplaudido.

“Há tantas famílias sem casa, seja porque nunca tiveram ou porque perderam por tantas razões diferentes. Famílias e casas andam de mãos dadas. É muito difícil de conduzir uma família para a frente sem ter uma casa”, disse o pontífice. Francisco convidou “todas as pessoas, serviços sociais e autoridades a fazerem tudo ao seu alcance para garantir que todas as famílias tenham uma casa”.

O papa dirigiu-se, por fim, às dezenas de manifestantes que se reuniram contra a austeridade na Praça de São Pedro, apelando para que recusem o confronto. As forças policiais italianas tinham reforçado a segurança em torno do Vaticano, como medida de precaução. No fim da sua curta aparição, o papa desejou a todos “um Natal de esperança, de justiça e de fraternidade”.

Postado por: Eduardo Bezerra
Notícias

Mais Médicos terá pouco impacto na saúde pública, diz Drauzio Varella

O programa Mais Médicos deve ter um impacto muito pequeno na saúde pública do país, na avaliação do médico cancerologista Drauzio Varella. Isso porque os profissionais estão sendo encaminhados para regiões onde falta tudo, não somente médicos, o que impede a assistência adequada à população.

“O médico sozinho melhora um pouco a qualidade da saúde, mas melhora muito pouco. Faltam hospitais de referência, faltam condições para atender essas pessoas e encaminhar para os locais que possam fazer o atendimento aos casos mais complexos”, afirmou o médico que por 20 anos dirigiu o serviço de Imunologia do Hospital do Câncer (SP).

Mesmo relatando as limitações a que os médicos estão submetidos, Drauzio se diz favorável à ida de profissionais aonde não se tem nenhum. Ele discorda é da mensagem de que o programa tende a resolver os tantos problemas da saúde pública brasileira. Para o médico, o tom de promoção do programa soa demagógico, especialmente por ‘coincidentemente’ ter sido lançado em período pré-eleitoral.

Postado por: Eduardo Bezerra
Notícias

Governadora concede coletiva sobre inauguração da Arena das Dunas nesta terça-feira

 

 

Na próxima terça-feira (24), às 10h, a governadora Rosalba Ciarlini concede entrevista coletiva à imprensa para informar sobre as datas e os eventos de inauguração da Arena das Dunas. Na terça-feira (17), o secretário da Secopa-RN, Demétrio Torres, informou que a negociação para trazer as atrações para festa de inauguração ainda está em curso e que para não abrir mão da presença da presidenta Dilma Rousseff, a data que o cerimonial do Palácio do Planalto passou a trabalhar é a de 26 de janeiro.

Demétrio Torres também confirmou que a entrega do estádio está prevista para o dia 31 de dezembro, embora faltem alguns serviços para a conclusão.

“Nós vamos cumprir os prazos estabelecidos pela Fifa e o Comitê Organizador Local. Os dias que restam são suficientes para terminar os serviços que ainda estão por ser concluídos. Se fosse para ter jogo na Arena no dia 1º de janeiro, o estádio já estaria liberado, pois a iluminação já está instalada e sendo testada, os telões idem, o sistema de implantação de som está acabando de ser instalado”, explicou Torres.

A alteração de data de inauguração dificultou a adequação por parte da Federação Norte-riograndense de Futebol (FNF) de seu calendário para garantir a realização de um clássico entre ABC x América como o primeiro jogo da Arena das Dunas.

Se mantiver os planos de abrir definitivamente as portas do novo estádio já no próximo mês, então o mais provável é que seja realizada uma rodada dupla com os confrontos entre ABC x Alecrim, pelo Campeonato Estadual, e América x Confiança, valendo pela Copa do Nordeste.

O presidente da FNF pretende também antecipar o confronto entre ABC x América pelo segundo turno do Estadual. A ideia seria de abrir a fase decisiva do campeonato já com o primeiro clássico da Arena das Dunas.

A proposta apresentada pela FNF está em análise, a inauguração com a presença da presidenta pode ser idêntica a das praça utilizadas na Copa das Confederações, com a autoridade presente, mas sem uma atração esportiva, que poderia ser trocada por um show.

Outra modificação que será realizada no calendário de futebol é em relação a largada do Campeonato Estadual. “Vamos baixar uma circular adiando a primeira rodada que ocorreria nos dias 9 e 11, toda ela para o domingo, dia 12 de janeiro. Mas ainda estamos avaliando a possibilidade de deixar o ABC abrir a competição no sábado, dia 11, contra o Palmeira num jogo isolado”, ressaltou José Vanildo, presidente da FNF.

A alteração de horário em alguns jogos está sendo avaliada por solicitação da TV que tem o direito de transmissão do Estadual. É provável que ABC e América façam alguns jogos às 9 horas da manhã nos domingos.

Postado por: Eduardo Bezerra
Notícias

Comerciantes admitem deficiência em falar inglês

Um turista adentra uma loja de bagagens de um shopping de Natal e pede, em inglês, para comprar uma mala com expansor. Depois de muito esforço e mímica de ambas as partes, a vendedora Cláudia Regina dos Santos compreende o desejo do cliente e aponta para a calculadora para informar o preço. Na hora de passar o cartão, algo sai errado e a compra não é efetivada. Após nova rodada de mímicas, o turista se faz entender: o limite do cartão havia sido ultrapassado e ele queria reservar o produto para comprar no dia seguinte.

Situações como essa são mais comuns do que se imagina. Mesmo em Natal, que é uma cidade turística e está entre as sedes da Copa do Mundo de 2014, grande parte dos trabalhadores do comércio ainda não detém conhecimentos básicos de qualquer língua estrangeira que seja.
 

 

 

De acordo com uma pesquisa feita pelo escola de idiomas Watford, apenas um quarto dos vendedores e gerentes das lojas de shopping da cidade conseguem se comunicar em inglês com o turista estrangeiro, ou seja, 25%. A pesquisa ouviu 100 pessoas entre vendedores, operadores de caixa e gerentes de lojas na última semana de novembro. O resultado é o apelo para mímicas, como atestou a pesquisa: 24% dos entrevistados afirmaram que apelam para os gestos na hora de fechar uma venda como um falante de língua estrangeira. Além disso, a calculadora serve de suporte para lidar com preços e descontos. Tudo para não perder a venda. “Acho muito importante ter um curso, mas infelizmente não tive condições de fazer porque não tenho como arcar com o custo. Cursos de línguas são caros”, argumentou a vendedora Cláudia Regina dos Santos.

Laíze Gomes da Fé também trabalha na loja de bagagens. Ela  estava presente no dia da venda para o turista e, assim como as demais colegas, acabou se envolvendo para tentar ajudar Cláudia Regina. Só que ela também não fala inglês e, para compreender a questão do limite do cartão, acabou demorando bastante. “Já pensei em estudar, mas é caro. Aí o jeito é trabalhar com a mímica, mostrando o produto e apontando para os detalhes. Os preços a gente vai informando com a calculadora”, explicou.

Outro dado obtido na pesquisa mostrou que, entre aqueles que conseguem se comunicar em inglês, 90% tem no máximo o nível intermediário. Dois terços dos entrevistados têm apenas o inglês que recebeu nos ensino fundamental e médio.

A gerente da loja de bagagens, Milena Flor, é a única funcionária que sabe falar alguma coisa em inglês. Ela começou um curso em 2009, mas teve que interromper quando estava no nível pré-intermediário. “Não consigo manter uma conversação perfeita, mas já garanto a venda”, explicou. Ela  acrescentou que as vendedoras da loja deverão iniciar um curso básico de inglês a partir de fevereiro. Para o professor Fábio Marques, que  coordenou a pesquisa, os números chamam a atenção. “O conhecimento da língua é importante para aqueles que lidam diretamente com o turista estrangeiro, especialmente porque melhora a qualidade no atendimento, ampliando a possibilidade de maiores vendas”, destacou.

Nesse contexto, quem fala inglês acaba se destacando. É o caso da vendedora Élita Juciele Bezerra, que trabalho numa loja de roupas do centro da cidade. Atenta a essa demanda, ela já estuda o idioma há quatro anos e pretende se manter em aulas de conversação mesmo após concluir os módulos regulares do curso.

“No início, eu ficava muito tímida para falar. Aos poucos fui perdendo essa timidez e hoje a conversação já flui. Agora, quando um turista estrangeiro entra na loja, as outras vendedoras me chamam logo. Vejo que os clientes se sentem bem quando são atendidos na língua deles”, disse Élita. Contente com a evolução na língua, ela já fala até em sair do país e conhecer o mundo. “Não quero parar”, afirmou.

Postado por: Eduardo Bezerra
Notícias

Vítima fatal de acidente na Praia do Meio era natural de C. Novos

No início da manhã deste domingo (22) uma jovem natural de Currais Novos perdeu a vida em um grave acidente que aconteceu na Avenida Café Filho, Praia do Meio, Natal.

Hellen Sara de Melo Sousa, 20 anos, estava em um veículo Ford Ka, de placa NNM-8260, que capotou. Além da vítima fatal, o acidente deixou dois homens e outra mulher feridos.

Segundo informações repassadas por testemunhas, o veículo ia no sentido Praia do Meio/Ponte Nova. O motorista ao fazer uma curva em frente a entrada do 2º Distrito Policial perdeu o controle do carro e capotou, vindo parar em cima do canteiro.

Hellen era natural de Currais Novos mas morava em Natal.

Postado por: Jean Souza
Notícias

Forró do Pulsação, 6 anos!

Nota de agradecimento:

Venho por meio desta nota agradecer a todos que se fizeram presentes em mais uma edição do Forró do Pulsação, esta em especial que foi comemorado o aniversário de 6 anos do evento e do site Pulsação, trazendo o Forró das Antigas de Mastruz com Leite, Magníficos e Calango Aceso. Também quero dar o meu “muito obrigado”, pela confiança e parceria, aqueles que acreditaram no sucesso da festa e contribuíram para a realização da mesma, sendo eles: CEBEC Consignados, Heineken, JVC, Central de Cursos, Quintal da Villa, Central de Vendas Aldann, Credautos, Dep. Ezequiel, Rede Unilar/HS, Destak Confecções, Óticas Diniz, Laura’s By Rommanel, OnLine For Men, NaPechincha.com, John Carlos Design, Agi Comunicação, Santana Gás, a imprensa de Currais Novos e Região, Du Rei Produções e MC Eventos.

Que as realizações alcançadas este ano sejam percebidas como sementes plantadas, que serão colhidas com maior sucesso no próximo ano. São os desejos de Feliz Natal e um Próspero Ano Novo da equipe Pulsação a todos vocês!


 

Postado por: Jean Souza
Notícias

Sobe para 40 mil o número pessoas fora de casa no ES, diz Defesa Civil

 

 

Subiu para 40.150 o número de pessoas que precisaram deixar suas casas após as fortes chuvas que atingem o Espírito Santo, segundo boletim divulgado pela Defesa Civil Estadual às 11h desta segunda-feira (23). São 5.307 desabrigados, levados para abrigos das prefeituras; 34.843 desalojados,encaminhados para casas de parentes e amigos; e 6.912 edificações danificadas. Seis pessoas morreram, uma no município de Colatina, outra em Nova Venécia, a terceira, em Baixo Guandu, duas em Itaguaçu e um homem em Parajú, em Domingos Martins. Segundo o órgão, 45 pessoas ficaram feriadas.

De acordo com a Defesa Civil Estadual, de 78 municípios, 45 foram afetados pela chuva. São Santa Leopoldina, Santa Tereza, Venda Nova do Imigrante, São Gabriel da Palha, Cariacica, Viana, Vila Velha, Serra, Vitória, Afonso Claudio, Itaguaçu, Conceição do Castelo, Itarana, Muniz Freire, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Castelo, Laranja da Terra, Vargem Alta, Agua Doce do Norte, Águia Branca, Alto Rio Novo, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Colatina, Conceição da Barra, Ecoporanga, Fundão, João Neiva, Linhares, Ibiraçu, Mantenópolis, Nova Venécia, Pancas, Rio Bananal, São Domingos do Norte, São Mateus, Vila Pavão, Vila Valério, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Guarapari, Ibatiba e Jeronimo Monteiro.

O órgão informou que nas últimas 24 horas, na Grande Vitória choveu 130mm provocando o desabamento de cinco casas na capital e quedas de barreiras nas cidades da Serra e Viana.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), decretou situação de emergência nos 78 municípios do estado na manhã deste sábado (21).

Dos 45 municípios afetados,  22 estão elaborando o decreto para anunciar estado de calamidade pública ou emergência. São eles: Água Doce do Norte, Rio Bananal, Castelo, Bom Jesus do Norte, Vargem Alta, Cachoeiro de Itapemirim, Ecoporanga, Mimoso do Sul, Laranja da Terra, São Domingos do Norte, Viana, Conceição do Castelo, Águia Branca, Alto Rio Novo, Barra de São Francisco, Nova Venécia, Ibatiba, São Gabriel da Palha, Pancas, Vila Pavão, Linhares e Mantenópolis. Mais municípios estão avaliando os prejuízos e posteriormente poderão decretar.

Ajuda federal

O Ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, esteve no Espírito Santo neste sábado (21) e se encontrou no Palácio Anchieta com o governador Renato Casagrande (PSB) e percorreu o município de Rio Bananal, na região Norte. Na reunião, o governador decretou que o estado está em situação de emergência.

Após o anúncio, o ministro informou que serão enviados três mil kits dormitório, de limpeza e de higiene pessoal; e cinco patrulhas motorizadas do exército, cada uma composta por um veículo leve 4×4 e um veículo pesado 4×4. Também será enviado uma ponte móvel e mais um helicóptero, além do disponibilizado na última quinta-feira. Além disso, quatro geólogos irão aos municípios atingidos para ajudar no monitoramento de áreas de risco.

Postado por: Eduardo Bezerra / G1

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!